Os melhores aplicativos de meditação

Está em dúvida na hora de escolher qual aplicativo de meditação usar? Conheça algumas opções de apps pagos e gratuitos

Janaína Dantas
Por

Com a correria do dia a dia, é normal que o estresse e a ansiedade bata na porta. Para te ajudar a cuidar da sua saúde mental, temos algumas indicações. Continue comigo e descubra o melhor aplicativo de meditação grátis (ou pago) para você.

Pessoa meditando
Aplicativos de meditação podem te ajudar a dormir melhor e ter uma vida menos estressante. (Imagem: Katerina Jerabkova/ Unsplash)

Apps grátis para meditar

Insight Timer

O Insight Timer possui um catálogo extenso de meditações guiadas no plano gratuito e também funciona como uma rede social. Ao navegar pelo app, o usuário pode meditar com o auxílio de gravações postadas na plataforma, participar de cursos, usar a ferramenta timer para se concentrar durante uma sessão de meditação solo e ainda adicionar amigos e participar de grupos.

O app também apresenta um recurso chamado “Check-in” no qual o usuário relata como está se sentindo naquele momento. A partir das respostas, a plataforma recomenda playlists personalizadas de meditação.

Disponível na Play Store e App Store, o aplicativo possui áudios em português e em inglês.

Interface do aplicativo de meditação grátis Insight Timer
Insight Timer também funciona como uma rede social. (Imagem: reprodução/Insight timer)

5 Minutos

O aplicativo foi criado pela ONG Mãos sem Fronteiras com o objetivo de estimular a meditação.

Na plataforma, o usuário pode escolher: 

  • Meditar por 5 minutos: ao selecionar essa opção, o aplicativo começa uma contagem regressiva ao som de uma música relaxante que ajuda a se concentrar melhor no exercício;
  • Meditar por até 30 minutos: aqui, o usuário escolhe qual será a duração da sua atividade — desde que não seja menos que 10 minutos e maior que 30; 
  • Meditação guiada: essa alternativa oferece uma prática de 12 minutos com uma instrutora. O áudio é em espanhol, mas o app disponibiliza uma tradução em texto.

Todos os métodos vêm com pequenas instruções para ajudar os iniciantes em meditação. Nos dois primeiros, ainda é possível criar um lembrete para que você não esqueça de praticar todos os dias.

O app 5 Minutos está disponível para usuários Android e iOS.

Interface do aplicativo de meditação grátis 5 Minutos
Aplicativo oferece meditação rápida para usuários com pouco tempo. (Imagem: reprodução/5 Minutos)

Lojong

O Lojong oferece diversos tipos de meditação em português: desde um exercício rápido de 3 minutos até sessões mais longas e específicas com foco em esporte, trabalho, entre outros assuntos. Para ajudar o usuário no começo da jornada, há uma pesquisa logo após a criação da conta para entender seu perfil e principais necessidades.

Além das sessões guiadas de meditação, você tem acesso a ferramentas como timer, diário da gratidão e estatísticas sobre o seu progresso nas atividades.

O Lojong também pode ser usado como um aplicativo de meditação para dormir já que reserva uma área exclusiva com práticas que preparam corpo e mente para relaxar durante a noite.

O app está disponível no Play Store e App Store.

Interface do aplicativo de meditação gratuito Lojong
Aplicativo tem área exclusiva para quem busca dormir melhor. (Imagem: reprodução/Lojong)

Apps pagos

Atma

O Atma é um aplicativo de meditação criado pela operadora Vivo. A plataforma armazena mais de mil atividades exclusivas, em português, e pode ser usada gratuitamente por 7 dias. 

Durante a navegação no app, é possível encontrar sessões rápidas, não guiadas, músicas que podem ajudar durante a prática dos exercícios, além de fundamentos e conceitos de meditação.

O usuário pode escolher assinar por mês, por semestre ou por ano. O pagamento mensal de cada plano é de R$ 16,90, R$ 9,98 e R$ 8,74, respectivamente.

O aplicativo está disponível para quem usa Android ou iOS.

Interface do aplicativo pago Atma
É possível acompanhar o seu progresso na meditação pelo aplicativo. (Imagem: reprodução/Atma)

Zen

Outra alternativa é o Zen. O aplicativo pode ser usado em três idiomas: inglês, espanhol e português.

Além das sessões de meditação, a plataforma disponibiliza podcasts, músicas e séries ligadas a temas como saúde mental e bem-estar. O usuário ainda pode escolher a programação de acordo com sua necessidade: insônia, ansiedade, relaxamento, foco, autoestima, entre outros.

A assinatura é anual e custa R$ 97,98. Quem quiser só experimentar, pode optar pelo período de testes de 7 dias. Ainda nesse intervalo, você precisa confirmar a assinatura no Google Play ou App Store e cancelar posteriormente se não quiser ser cobrado no final.

Na ponta do lápis, ele acaba sendo mais barato que o Atma. Se você dividir a tarifa anual, o preço por mês acaba sendo de R$ 8,16, contra R$ 8,74 do app da Vivo. São centavos de diferença, mas que fazem a diferença na soma total.

O aplicativo está disponível para Android e iOS.

Interface do aplicativo de meditação Zen
Use o aplicativo Zen para buscar uma meditação de acordo com a sua necessidade. (Imagem: reprodução/Zen)

Calm

O Calm também é um aplicativo que pode ajudar o usuário a meditar e dormir melhor. Nele, é possível encontrar meditações, paisagens sonoras, músicas, atividades de respiração, entre outras soluções.

Em perfil, ainda é possível registrar estados de humor e qualidade do sono, e escrever no diário da gratidão.

O app é bem completo e também mais caro que os demais. Depois dos 7 dias grátis, é necessário pagar R$ 159,99 — a assinatura ficará válida por um ano.

Disponível em português, ele pode ser baixado na Play Store ou App Store.

Interface do aplicativo Calm
Aplicativo disponibiliza mais de 100 meditações guiadas. (Imagem: reprodução/Calm)

Mais dicas para relaxar e cuidar da saúde mental

Além do uso de aplicativos de meditação, é importante incluir outros hábitos na sua rotina.

A yoga, por exemplo, é uma ótima alternativa para quem quer ter uma qualidade de vida melhor. Além de trabalhar a mente e a respiração, o exercício se estende ao corpo e pode proporcionar resultados similares à meditação. 

Há diversos conteúdos gratuitos na internet que ensinam a meditar e a praticar yoga em casa, como o canal Pri Leite Yoga.No YouTube, a instrutora compartilha diversos vídeos com exercícios para iniciantes, para gestantes, idosos, entre outros.

Pessoa fazendo yoga.
A yoga pode proporcionar resultados similares à meditação. (Imagem: Dane Wetton/Unsplash)

Se você gosta de mais agito, procure por outros tipos de exercícios. A prática de atividades físicas é importante pois não fortalecem somente o corpo.

Os exercícios produzem a endorfina, hormônio que, segundo a professora de psicologia da Universidade Veiga de Almeida, Danielle Belo Lamarca, “está associado à sensação de bem-estar”. Já existem aplicativos que servem como guias para você se exercitar em casa. Veja alguns exemplos:

  1. Nike Training Club: Android e iPhone;
  2. Workout Trainer: Android e iPhone;
  3. Sworkit: Android e iPhone.

Canais do YouTube e sites especializados também são alternativas para aprender a se exercitar.

Além disso, é importante fazer terapia e desconectar da vida online sempre que necessário. Separe um tempinho para ficar offline, ler um livro e fazer algo que goste.