O que acontece se eu votar em branco?

Por ter participação obrigatória, o eleitor pode optar por votar em branco caso não goste dos candidatos; mas o que acontece?

Lucas Lima
Por

No Brasil, a participação na eleição é obrigatória para pessoas alfabetizadas entre 18 e 70 anos. Em caso de ausência, resta justificar o voto. Um eleitor não pode deixar de participar mesmo que não se identifique com as propostas de nenhum candidato — a solução nesse caso é votar em branco. Mas, o que acontece?

O que acontece se votar em branco. Imagem: Urna Eletrônica (Foto: Antonio Augusto/Ascom/TSE)
Urna Eletrônica (Foto: Antonio Augusto/Ascom/TSE)

O que é o voto em branco?

O voto em branco é um direito do eleitor que não se sente confortável em manifestar o apoio a algum candidato.

O voto em branco vai para quem?

O voto não vai para nenhum político ou partido e o eleitor registra a “participação” na eleição, mesmo que não faça nenhuma diferença na disputa.

Para votar em branco, basta pressionar a tecla “Branco” e depois confirmar. No caso de votações por cédulas, se ocorrer, é preciso depositar o cartão na urna de lona sem indicação de nenhum candidato ou partido.

E qual a finalidade do “branco”?

O voto em branco, como dito, garante a participação do eleitor na disputa pelo cargo político em questão. Mesmo que não queira indicar um candidato, o voto em branco atesta a regularidade do cidadão nas eleições — o contrário de uma ausência não justificada, o que o coloca em pendência com a Justiça Eleitoral e pode resultar em multas.

Você pode evitar problemas e justificar o voto pela internet. O procedimento pode ser feito pelo site do TSE e pelo aplicativo e-Título, que funciona como uma versão digital do título de eleitor e oferece vários recursos. Se precisar de ajuda, nós já explicamos como usar o e-Título.

Apesar de não ser computado como voto válido, o “branco” é registrado estatisticamente. Dessa forma, sabe-se quantas pessoas compareceram às eleições, apoiando ou não os candidatos do período eleitoral.

Qual a diferença em anular o voto?

Anular o voto é diferente de escolher o branco. Um voto é considerado nulo quando o eleitor digita uma sequência de números que não pertence a nenhum candidato ou partido (como 00.000, por exemplo), seja por erro ou vontade própria.

Da mesma forma que o “branco”, o nulo não faz diferença na disputa eleitoral. Mas, os nulos não integram a mesma estatística de votos em branco.

Vale ressaltar que a maioria de votos nulos pelos eleitores não resulta em nova eleição. Uma eleição só poderá ser convocada quando a Justiça Federal faz a anulação de mais de 50% dos votos, seja por falsidade, fraude, coação ou outras interferências.

Com informações: TSE

Lucas Lima

Editor-assistente

Lucas Lima trabalha no Tecnoblog desde 2019 cobrindo software, hardware e serviços. Graduou-se em Jornalismo em 2018 e se formou técnico em Informática em 2014, mas respira tecnologia desde 2006, quando ganhou o primeiro computador e varava noites abrindo janelas do Windows XP. Teve experiências com comunicação no poder público e no setor de educação musical antes de atuar na estratégia de conteúdo e SEO do TB.

Relacionados

Relacionados