O que é e como funciona o Omegle?

Oferecendo conversas com estranhos instantaneamente, o Omegle promete interações diretas e simples, mas será que o site é seguro?

Ricardo Syozi
Por

As salas de bate-papo foram muito relevantes durante os primeiros anos de internet para o grande público. Poder se comunicar com outras pessoas é atraente, pois assim é possível encontrar usuários com os mesmos gostos e experiências. Essa plataforma de conversas funciona de forma bastante similar, mas há muitos cuidados que devem ser pensados antes de conhecer o site. Confira o que é e como funciona o Omegle.

o que é omegle
Página inicial do Omegle (Imagem: Reprodução / Internet)

Para quem não conhece, o Omegle é um site focado em conversas online para qualquer usuário. Ele permite que as pessoas entrem em salas de bate-papo para conhecer pessoas aleatórias, ou seja, estranhos. A própria plataforma usa como seu principal slogan a frase “Talk to strangers!” (Fale com estranhos!, na tradução).

Usar o site é extremamente fácil e rápido. Ele não exige nenhum tipo de cadastro ou confirmação da identidade do indivíduo. Basta acessar a página inicial e entrar em uma sala para começar um bate-papo com um estranho.

Tudo pode ser via texto ou vídeo, dependendo da vontade dos envolvidos. Há muitas opções diferentes para o idioma, recurso que usa os dados do Google.

A qualquer momento durante o papo, a pessoa pode decidir sair e deslogar do servidor. Dessa forma, a conversa é encerrada instantaneamente.

O Omegle é seguro?

A plataforma é extremamente aberta e de fácil acesso por qualquer tipo de pessoa, seja ela maior de idade ou não. Há um guia de comunidade que exige certos comportamentos e proíbe outros.

Algumas das proibições incluem:

  • Violência e ameaças;
  • Nudez ou qualquer conteúdo sexual;
  • Crueldade com animais;
  • Discursos de ódio;
  • Impersonificação de outra pessoa.

Além disso, o site dá ao usuário a opção de ter conversas monitoradas ou não-monitoradas, deixando claro a situação escolhida pela pessoa.

Tudo parece seguro, mas não é bem assim.

Cuidado com o que acontece nas salas de bate-papo (Imagem: Reprodução / South Park)

Por não exigir nenhum tipo de cadastro ou confirmação da identidade do indivíduo, o Omegle pode ser um ponto popular para predadores ou pessoas com más intenções.

Um dos principais focos ao iniciar uma conversa no site é conhecido como ASL (age, sex, location), ou seja, idade, sexo e local. Esse ponto de partida faz com que os usuários comecem um diálogo preparados para situações diversas, mas com objetivos desconhecidos pela pessoa do outro lado.

Ademais, como não há nenhuma forma segura de impedir que menores de idade entrem em uma comunicação com adultos, fica quase que impossível de controlar quem vai falar com quem.

Por último, o próprio slogan da rede social vai contra muito do que os responsáveis ensinam às crianças, sugerindo claramente que conversar com estranhos é algo bom e divertido.

O Omegle é uma plataforma que pode ser tanto interessante quanto perigosa. Cabe aos usuários, pais, mães e demais adultos prestarem atenção e decidirem o uso ou não.

No Tecnocast 174, por exemplo, nossa equipe opinou sobre as redes sociais, seus benefícios e malefícios. Não deixe de conferir, pois o tema é pertinente ao uso do Omegle.

O que você acha desse site? Acredita que pode ser uma boa ideia? Conta pra gente na comunidade do Tecnoblog!

Ricardo Syozi

Repórter

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral. Entrou para o Tecnoblog em 2021.

Relacionados

Relacionados