O que é landing page?

Trazendo ações distintas, mas objetivos similares; entenda o que é e para o que serve a landing page no marketing digital

Ricardo Syozi
Por

Ao clicar em um anúncio espalhado pela internet, o destino mais comum do usuário é cair em uma página de um site que apresenta o seu produto. Isso serve para apresentar em maiores detalhes os itens e tentar fazer com que a pessoa consuma de alguma maneira o que é oferecido. O nome dessa parte do site é landing page, confira nas linhas a seguir o que é e para o que serve.

O que é Landing Page

É uma página de um site na qual o usuário cai assim que clica em algum tipo de propaganda pela internet. Pode ser qualquer parte do site, mas no marketing digital, quase sempre é uma página única que busca algum tipo de ação do visitante.
Definição de Landing Page (Imagem: Tecnoblog)

Não é nada incomum encontrar anúncios enquanto você navega por seus sites favoritos. Através dos algoritmos da rede, quase sempre vamos nos deparar com itens chamativos e de nosso interesse. Dessa forma, a tentação de dar aquele clique sempre surge, o que nos leva para uma página sobre o item.

É essa parte do site que chamamos landing page.

Muitas vezes isso acaba sendo a homepage do site da empresa, por exemplo. Porém, no marketing digital, é indicado que essa página seja única e feita especificamente para esse tipo de visita. Isso porque o seu objetivo é o de converter um visitante em um cliente.

Sendo assim, é comum encontrar algo para fazer nesse trecho do site. Clicar em algum botão específico como um cupom de desconto ou uma compra, inscrever o seu endereço de e-mail, assistir a um vídeo, etc. Esses são exemplos do chamado “call to action”, chamadas para que o usuário realize uma determinada ação no post ou página da empresa.

Segundo Carolina Martins, assistente de conteúdo e especialista em redes sociais do Tecnoblog:

As landing pages são páginas de conversão, nelas se esperam encontrar ferramentas que chamem a atenção para que o usuário faça algo. É essencial para atrair clientes, pois toda forma de estímulo que gere interesse de clique é visto como lucro. Porém, é importante também manter o conteúdo em dia, porque de nada vale o clique do visitante, se o que acabar encontrando é algo falho ou que não tem mais validade.

Exemplos de landing page

Desenvolver uma página desse tipo que funcione não é muito fácil, mas é válido lembrar da principal diferença em comparação a uma webpage padrão:

O foco é fazer com que o visitante realize uma determinada ação, ou seja, não adianta adicionar vários botões espalhados para objetivos distintos.

Pensando nisso, separei dois exemplos competentes de landing pages:

1. Impact

landing page
Site da Impact (Imagem: Reprodução)

Como você pode ver, há apenas dois botões grandes que pedem pelo clique do visitante: um para conversar com um especialista e outro para conferir o treinamento gratuito da empresa. Além disso, uma chamada em letras grandes e chamativas puxa a atenção do usuário. Essa página é funcional e direta.

2. Netflix

Landing Page
Site da Netflix (Imagem: Reprodução)

Sendo uma da melhores opções de landing page que já vi na vida, o site da Netflix apresenta um visual moderno e frases importantes que conseguem resumir muito bem o que a plataforma oferece. Por último, o “call to action” pede pelo e-mail do visitante para dar início à conversão da visita. Pode parecer simples, mas sua funcionalidade é excepcional.

Agora que você já conhece mais sobre o assunto, há outros exemplos que gostaria de dividir conosco? Participe de nossa comunidade e deixe a sua opinião!

Com informações: Wsiworld.

Ricardo Syozi

Repórter

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral. Entrou para o Tecnoblog em 2021.

Relacionados

Relacionados