O que é remarketing?

Conheça mais sobre o que é remarketing, uma importante estratégia de marketing digital que visa chamar mais atenção para a marca

Ricardo Syozi
Por

Manter a sua marca no pensamento das pessoas de forma constante é bastante relevante. Dessa forma, ela nunca é esquecida e ainda se mantém ativa, facilitando o reconhecimento diário. Uma estratégia de marketing digital que visa esse objetivo é conhecido como remarketing, pois é focado naquelas pessoas que já se engajaram previamente com a marca. Venha comigo para entender mais sobre o assunto nas linhas abaixo.

O que é remarketing?

O remarketing é um tipo de estratégia de marketing digital que visa trazer de volta o engajamento e reconhecimento da marca como um todo. Ele usa o Google Ads como ferramenta principal para apresentar anúncios direcionados para as pessoas que já visitaram ou conhecem o site.
Conheça a definição desse importante termo (Imagem: Tecnoblog)

Imagine que um certo dia, um usuário acessou o site de sua marca através de uma busca do Google, post de Facebook, etc. Pode ser que essa pessoa tenha adquirido ou consumido o conteúdo que você oferece, mas também pode ter ocorrido uma desistência no meio do caminho por qualquer motivo que seja.

A pergunta que logo surge é: como fazer essa pessoa se interessar novamente e retornar para sua página?

É aí que o remarketing entra. Com essa estratégia, os anúncios do Google, por exemplo, podem aparecer mais de uma vez para aquelas pessoas que demonstraram algum tipo de interesse prévio em seu site ou conteúdo. A estratégia pode vir através de outros locais como e-mail ou postagens, mas todas seguem o mesmo foco de criar engajamentos e, possivelmente, transformá-los em conversões.

Dessa forma, o usuário é lembrado da marca, criando uma segunda oportunidade de aquisição ou consumo do conteúdo.

Tipos de campanhas

Há muitas estratégias de campanhas para o remarketing. Cada uma funciona à sua própria maneira, não sendo sábio ignorar nenhuma delas. Mesmo assim, vale sempre destacar as mais comuns usadas a partir dos anúncios do Google. Separei três alternativas que funcionam bem. Confira:

  • De Display: Foca em apresentar anúncios do Google com conteúdo que o usuário já visitou ou já demonstrou grande interesse;
  • De Pesquisa: Essa estratégia usa as palavras-chave pesquisadas pelos usuários para oferecer novas propagandas pelo Google Ads;
  • De E-mail: Bastante usada por lojas online, esse tipo de campanha envia e-mails para os usuários cadastrados no site. Assim, é possível lembrá-los sobre um carrinho com itens não comprados ou novas promoções de produtos baseados na afinidade da pessoa.

Dá para notar que os benefícios desse tipo de estratégia de marketing digital são muitos, desde o reconhecimento da marca até uma conversão total. Além disso, se a empresa entregar um produto final de qualidade, é possível que esse lead se torne algo recorrente, alcançando o nível de fidelização do funil de vendas.

Por outro lado, é preciso ter cuidados como garantir que o remarketing não ocorra em um período curto, pois isso pode trazer irritação e frustração para o seu possível cliente. Outro ponto é de prestar atenção em quais outros veículos a sua campanha pode aparecer. Ninguém quer que sua marca seja associada a outra que não traga afinidade ou que tenha tópicos sensíveis.

Por último, preste muita atenção para não confundir essa estratégia com um retargeting. Ambos podem parecer semelhantes, mas há diferenças pontuais.

Remarketing X Retargeting

A primeira diferença clara entre as duas estratégias é o principal uso de suas ferramentas. O e-mail, por exemplo, é um recurso usado pelo remarketing. Já o retargeting foca mais em anúncios pagos dentro de páginas distintas de sites.

Isso pode parecer contraditório, já que mencionei acima os usos desse recurso criado pelo Google Adwords que dá nome a este artigo. Porém, vale prestar atenção nas pequenas diferenças.

Ambos usam muitas das mesmas táticas, mas com intuitos distintos. O retargeting busca novos clientes e leads, pessoas que podem nem conhecer a marca, mas que estão navegando por páginas que podem oferecer conteúdos similares. Assim, ao ver um anúncio de algo que possa interessar, o usuário poderá clicar e conhecer a empresa.

Em contrapartida, o remarketing visa pessoas que já conhecem a marca e a visitou previamente. Assim, o objetivo é trazer esse usuário de volta para o funil de negócios do produto, independente de qual for.

Na prática, ambos mostram suas marcas para as pessoas, muitas vezes da mesma maneira, porém com objetivos claramente diferentes.

remarketing
Não desista do marketing como o Homer, apenas pegue leve (Imagem: Reprodução)

O que achou desse tipo de estratégia do marketing digital? Acredita que é uma boa alternativa para uma marca ou julga que é um investimento desnecessário? Não deixe de participar de nossa comunidade com a sua opinião!

Com informações: Cyberclick.

Ricardo Syozi

Repórter

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral. Entrou para o Tecnoblog em 2021.

Relacionados

Relacionados