Início / TB Responde / Gadgets /

Quais smartwatches Android vão receber o Wear OS 3?

Saiba quais smartwatches Android vão receber o Wear OS 3; o software do Google entrega várias novidades e melhorias de desempenho

Wagner Pedro

Por

TB Responde
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Desenvolvido pelo Google em parceria com a Samsung, o Wear OS 3 engloba o que há de melhor no Wear e no Tizen, prometendo um aumento de desempenho e menor consumo de energia. Alguns smartwatches devem receber essa nova versão ainda este ano. Abaixo, vou te mostrar os modelos compatíveis e apresentar as novidades do software.

Galaxy Watch 4
Galaxy Watch 4 (Imagem: Divulgação/Samsung)

Requisitos

O Wear OS 3 estará disponível em smartwatches com chip Snapdragon Wear 4100 ou mais recente. No caso de modelos da Samsung, a atualização será entregue para dispositivos com Exynos W920 ou superior.

Isso significa que relógios com Snapdragon Wear 3100 (ou versões mais antigas) não são elegíveis.

Modelos compatíveis

Por enquanto, a lista de smartwatches compatíveis com a atualização do Wear OS 3 é bem pequena. Veja abaixo:

  • Fóssil Gen 6;
  • Michael Kors Gen 6 Bradshaw;
  • Mobvoi Ticwatch E3, Ticwatch Pro 3 e Pro 3 Ultra;
  • Skagen Falster Gen 6;
  • Tag Heuer Calibre E4.

Observação: a lista será atualizada conforme o anúncio das fabricantes.

Novidades do Wear OS 3

Segundo o Google, os aplicativos no Wear OS 3 devem iniciar até 30% mais rápido. A empresa também promete animações mais suaves para proporcionar uma experiência mais fluida.

O sistema entrega novos atalhos para funções importantes, sendo possível alternar rapidamente para programas usados por último ou abrir seus aplicativos favoritos ao pressionar os botões físicos do relógio, por exemplo.

Navegação no Wear OS 3 (Imagem: Divulgação/Google)
Navegação no Wear OS 3 (Imagem: Divulgação/Google)

O Wear OS 3 também gasta menos energia devido às otimizações. O Google melhorou a operação do sensor de frequência cardíaca e do monitoramento de sono, entre outras funções de longa duração (ou de funcionamento contínuo). Portanto, a bateria dos smartwatches deve durar mais.

Além disso, há uma API para o Tiles e um editor de design de mostradores de relógio desenvolvido pela Samsung, que facilita o trabalho dos desenvolvedores na hora de criar novas experiências.

Essa versão ainda usa tecnologias de saúde e bem-estar da Fitbit, como as metas e o monitoramento de progresso. O Google também redesenhou alguns aplicativos, incluindo o Maps e o Assistente. Por fim, a plataforma agora é compatível com o YouTube Music, que permite fazer downloads e ouvir músicas em qualquer lugar.

Com informações: Android Police.