Os reviews de smartphones do Tecnoblog têm como objetivo mostrar como o produto se comporta em condições reais de uso. Nos testes, procuramos avaliar cada detalhe do smartphone sob o ponto de vista de um usuário comum, mas também fornecemos números para que você possa fazer comparações entre dois ou mais aparelhos, especialmente em dois quesitos: desempenho e bateria.

Todos os testes de smartphones publicados a partir do dia 24 de outubro de 2012 são feitos usando os seguintes métodos:

Desempenho

No Android, onde há uma briga entre os fabricantes para ver quem lança o smartphone mais poderoso do mundo, é importante comparar o desempenho entre os vários aparelhos disponíveis. Além de contarmos nossa experiência pessoal, comentando sobre a fluidez do sistema e a rapidez no carregamento dos aplicativos, rodamos uma bateria de testes de benchmarks sintéticos:

Os testes acima são suficientes para termos uma ideia do desempenho em navegação na web, jogos 3D, leitura e escrita de dados e processamento bruto.

Todos os testes de desempenho seguem as especificações:

  • Smartphone restaurado com as configurações de fábrica e com todos os aplicativos atualizados;
  • Todos os aplicativos desnecessários ao teste são encerrados;
  • O aparelho é conectado a uma fonte de energia.

Bateria

A capacidade de processamento e a definição da tela dos smartphones aumentou consideravelmente nos últimos anos, mas a autonomia das baterias não avançou no mesmo ritmo.

Normalmente, os fabricantes divulgam a capacidade da bateria em mAh, mas essa informação é insuficiente para tirar conclusões -- vários fatores podem interferir na autonomia, como a otimização do sistema operacional, o consumo do processador e a tecnologia da tela. Alguns fabricantes também informam uma estimativa da autonomia, mas o número geralmente é alcançado apenas em cenários ideais e não reflete a realidade.

No Tecnoblog, os smartphones passam por dois testes de bateria: um de uso moderado e outro de uso intenso, simulando cenários reais. Executamos tarefas num período de tempo pré-estabelecido, de acordo com a tabela abaixo. No final do teste, anotamos a porcentagem da bateria que foi utilizada.

Todos os testes de bateria seguem as especificações:

  • Brilho da tela sempre no máximo;
  • Conexões 3G e Wi-Fi sempre ativados, exceto no teste de navegação na rede 3G, quando o Wi-Fi é desativado;
  • GPS sempre ativado, para uso imediato por aplicativos de geolocalização (esta é a configuração padrão da maioria dos smartphones);
  • Bluetooth sempre desativado (esta é a configuração padrão da maioria dos smartphones);
  • Tela sempre ligada, exceto nos testes de chamada de voz;
  • Todos os aplicativos desnecessários ao teste são encerrados;
  • Para evitar variações de acordo com a frequência da rede da operadora, todos os testes de bateria são feitos com o mesmo chip. No Tecnoblog, a operadora escolhida foi a Claro.

Streaming de vídeo
O teste de streaming é feito utilizando um vídeo padrão do YouTube. Ele será exibido através de uma conexão Wi-Fi por meio do aplicativo oficial do serviço. Se ainda não houver aplicativo oficial para o smartphone testado, o streaming é realizado a partir do site do YouTube no navegador padrão do sistema.

Exibição de vídeo local
A reprodução de vídeo local, tanto no formato *.mkv quanto no formato *.avi, é feita por meio do player padrão do sistema. Se os codecs nativos não forem capazes de fornecer uma boa experiência, o vídeo será exibido por meio do MX Player, no caso do Android.

Jogos
Para testar a autonomia da bateria com um jogo, o título escolhido foi o Fruit Ninja, que possui versões para as principais plataformas do mercado. O jogo é executado no modo Arcade.

Navegação 3G e Wi-Fi
Uma página web é aberta no navegador padrão do sistema. A página, utilizada em todos os testes de bateria, carrega a versão móvel de um grande portal brasileiro em um frame e se auto-atualiza a cada 10 segundos. O navegador é encerrado após o tempo estabelecido na tabela.

Chamadas de voz
É feita uma única chamada, de acordo com os minutos estabelecidos na tabela. A tela é desligada logo após o início da ligação.