blockchain

Artigos de blockchain

Telegram arrecada US$ 1,7 bilhão para financiar criptomoeda própria

às 11h12 por

O plano do Telegram para financiar uma criptomoeda própria, a Gram, saiu bem melhor que o esperado. O aplicativo de mensagens queria arrecadar US$ 1,2 bilhão durante a oferta inicial de moedas (ICO), mas já ultrapassou a marca de US$ 1,7 bilhão. E o valor pode subir mais. Em documento enviado à SEC, comissão d

Blockchain do bitcoin tem links para pornografia infantil e outros conteúdos ilegais

às 17h31 por

Se você fez download do blockchain do bitcoin, pode estar em posse de conteúdo ilegal sem saber. Pesquisadores alemães descobriram que, entre os registros de transações da criptomoeda, há arquivos relacionados à pornografia infantil e links para conteúdos potencialmente ilegais. Nem todo mundo precisa baixar o blockchain: isso é feito por quem minera a criptomoeda ou valida transações na rede, mas quem faz apenas compras e vendas pode dispensar os 1

IBM prepara computador menor que um grão de sal

às 10h14 por

A IBM vem criando tecnologias que ocupam menos espaço, como um HD que armazena dados em um único átomo. Na conferência Think 2018, ela anunciou o menor computador do mundo — literalmente menor do que um grão de sal. Trata-se de algo chamado "âncora criptográfica". Segundo a IBM, este computador terá "várias centenas de milhares" de transistores; custará menos de dez centavos de dólar para ser fa

Serra Leoa faz primeira eleição do mundo auditada por blockchain (ou quase isso)

às 17h57 por

Atualização em 20 de março às 18h33: a realidade é bem menos impactante do que parecia. A Comissão Eleitoral Nacional (NEC) de Serra Leoa esclareceu no Twitter que não utilizou a tecnologia de blockchain em nenhuma parte das eleições. Os cidadãos votam em cédulas de papel e a contagem é realizada manualmente, com o auxílio de um sistema desenvolvido em C++ e MS SQL. Em resposta, a Agora

BNDES e banco alemão testam blockchain para maior transparência

às 15h36 por

Estamos vendo cada vez mais bancos adotando o blockchain, tecnologia por trás do bitcoin e outras criptomoedas. O Itaú saiu na frente ao usá-la com dados reais; e em breve, o BNDES fará o mesmo. O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) firmou parceria com o KfW, banco de desenvolvimento alemão, para testarem

Telegram quer obter mais US$ 850 milhões após forte demanda por criptomoeda

às 08h54 por

Muita gente está interessada na criptomoeda do Telegram. Sua pré-venda atraiu 81 investidores, incluindo gigantes do Vale do Silício, que pagaram um total de US$ 850 milhões. Esses investidores já estão revendendo parte da criptomoeda, chamada Gram, pelo dobro do preço. Assim, o Telegram planeja fazer uma segunda rodada para convidados, antes da oferta pública de moeda (ICO).

Telegram já arrecadou US$ 850 milhões para financiar sua própria criptomoeda

às 09h58 por

O Telegram prepara uma plataforma de blockchain e criptomoeda própria, que se chama Gram. Assim como quando uma empresa abre seu capital na bolsa de valores, normalmente é feita uma oferta inicial de ações para levantar fundos — no caso do Telegram, uma oferta inicial de tokens (ICO). E o projeto está dando certo: o aplicativo de mensagens já arrecadou US$ 850 milhões. A quantia é confirmada por um

Itaú começa a usar blockchain em operações bancárias

às 12h49 por

O bitcoin pode ou não ser o futuro, mas a tecnologia por trás da criptomoeda certamente é: o Itaú anunciou nesta sexta-feira (9) que implantou blockchain em algumas de suas operações financeiras voltadas para investidores. Trata-se do primeiro banco no país a utilizar a tecnologia, segundo a empresa. Já publicamos um artigo especial para explicar o blockchain em detalhes. Em resumo, é uma rede que funciona com blocos encadeados que carregam um conteúdo junto a uma impressão digital; no caso do bitcoin, o

Kodak atira para todos os lados para tentar sobreviver

às 11h22 por

A Kodak, empresa fundada em 1888 que liderou o mercado de fotografia por décadas, chegou a atingir um valor de mercado de US$ 30 bilhões em 1997. Ela subestimou o mercado de fotografia digital, foi engolida pelas concorrentes, entrou com pedido de falência em 2012 e, atualmente, é uma companhia de apenas US$ 290 milhões. E parece que não tem mais foco nenhum. Na CES 2018, o primeiro anúncio estranho foi a KodakCoin, um

Kodak diz que vai lançar criptomoeda e ações disparam 60%

às 16h36 por

Já falamos de companhias que estão trocando de nome para aproveitar a mania das criptomoedas, como uma empresa de tabaco, uma rede de fast food e uma fabricante de chá gelado. Todas elas viram suas ações subirem depois da mudança. A nova velha empresa a aderir ao negócio é a Kodak, que vai fazer uma oferta inicial de tokens (ICO) para lançar uma criptomoe

Rede de fast food menciona blockchain e ações disparam 50%

às 11h37 por

Recentemente, notamos por aqui um fenômeno curioso: algumas empresas colocam "crypto" e "blockchain" no nome e suas ações disparam — mesmo quando elas nem mudam de ramo. É o caso, por exemplo, da Long Island Iced Tea Company, que virou Long Blockchain mas ainda vende suco e chá gelado. Desta vez, a empresa de restaurantes Chanticleer Holdings viu suas ações subirem 50% depois de anunci

Bancos brasileiros vão testar blockchain com dados reais em 2018

às 13h38 por

O bitcoin está passando por seu momento ruim no Brasil, mas a tecnologia por trás da criptomoeda, o blockchain, ganha mais adeptos no país. Os bancos brasileiros anunciaram que vão fazer testes com a tecnologia em 2018, pela primeira vez utilizando dados reais. Como explicamos, o blockchain é uma rede que funciona com blocos encadeados que sempre carregam um conteúdo junto a uma impressão digital; no caso do bitcoin, o cont

Carregar mais posts