China

Foxconn registra 13ª morte

06/08/2010 às 16h10 por

Já digna de receber algum apelido sombrio como “a fábrica maldita” ou coisa no estilo, a planta industrial da Foxconn na cidade chinesa de Shenzen registrou mais um suicídio de um de seus empregados nesta semana, fazendo com que sua conta chegasse a mais do que negativa marca de 13 mortes nos últimos 12 meses. O caso aconteceu na última quarta-feira mas só chegou aos sites de notícia sexta-feira. Apesar das diversas medidas tomadas pela companhia, que envolvem aumento de 20% nos salário e a instalação de redes de proteção entre os andares dos pr

Google: oops, nós nos bloqueamos na China

30/07/2010 às 10h53 por

Segundo o Google, dessa vez não foi o governo chinês o responsável por bloquear acesso à ferramenta de busca da empresa. O culpado, ao que parece, foi uma "falha técnica" que superestimou a falta de disponibilidade da busca. O serviço foi restaurado para todos os usuários pouco depois. Um porta-voz da empresa fez questão de lembrar que o serviço de monitoramento de disponibilidade "não é uma ferramenta que mostra informações em tempo real". Ok, ano

Google é bloqueado na China mais uma vez

29/07/2010 às 19h32 por

O Google atualizou hoje a página com disponibilidade dos seus serviços na China e ao que parece o acesso à busca foi bloqueado mais uma vez pelo governo do país. O bloqueio ocorre pouco mais duas semanas depois da empresa ter recuperado a licença para operar em território chinês. Especula-se que o motivo do bloqueio seria a presença do link para o Google.co.hk na página inicial. A busca da versão de Hong Kong do Google não é censurada como a chinesa. |

Outro funcionário da Foxconn morre

21/07/2010 às 18h02 por

Será que já existe o termo foxconncídio? Só assim para denominar os misteriosos suicídios que acontecem nas fábricas da Foxconn, gigante chinesa que produz sob contrato equipamentos para as mais variadas corporações de renome, entre elas a Apple de Steve Jobs. Somente em 2010, dez suicídios foram cometidos por funcionários da chinesa. Na verdade, onze, se contarmos com a morte ocorrida na terça-feira (20). De acordo com a Xinhua, a agência de notícias oficial - e tendenciosa - da ditadura chinesa, um jovem de apenas 18 anos morreu depois de

Tablets deverão enfraquecer mercado de notebooks, dizem especialistas

15/07/2010 às 16h05 por

Um relatório produzido pela empresa de investimento Goldman Sachs afirma que a produção global de tablets deverá atingir a marca de 16,4 milhões de unidades em 2011 e chegar a 35 milhões em 2012, o que provavelmente vai afetar cerca de 40% da demanda mundial por netbooks notebooks, afirma o jornal chinês Commercial Times. Até lá, espera-se que o líder de vendas continue sendo o hypado iPad, que deverá enfrentar a concorrência de modelos produzidos por empresas como Sony, HP, Dell e Acer, entre outros. | 

Próximo desafio do Google na China: mapas

13/07/2010 às 18h08 por

Como você já sabe, o Google finalmente obteve autorização para operar seu sistema de buscas na China. Ao menos por enquanto, a empresa mantém a posição de oferecer uma landing page (página de chegada), a partir da qual internautas podem chegar ao Google de Hong Kong, que não precisa passar pela censura que a lei chinesa impõe. Agora é a vez de pensar nos mapas. O serviço de mapas do Google, pelo menos para mim, torna-se cada vez mais essencial. É com

Licença do Google para operar na China é renovada

12/07/2010 às 15h40 por

Aê! Parece que o Google venceu a queda de braço que mantinha com o governo comunista da China desde que viu sua licença para operar na China expirar, no fim de junho. Havia a dúvida se a ditadura chinesa iria permitir que o Google continuasse a manter um site comercial no país com a maior população do mundo, mas a gigante das buscas anunciou na sexta-feira que a renovação de licença foi autorizada. Em outras palavras, isso significa que o governo chinês endossou a permanência do site Google.cn, a versão do Google na China. Anteriormente, quem acessa

Internet banda larga de 50 mbps estará disponível em aviões na China

08/07/2010 às 14h26 por

Enquanto no Brasil nós ainda engatinhamos no que diz respeito à banda larga, os chineses já contam até com acesso à Internet por meio de cabos de fibra ótica direto nas suas residências. E em 2 anos eles também passarão contar com internet banda larga com velocidades de até 50 Mbps dentro de aviões. A promessa é da linha aérea Cathay Pacific Airways que anunciou ontem que planeja levar o serviço às suas aeronaves já em 2012. O que falta é a aprovação dos órgãos regulamentadores. Invejinha? Yep. |

Licença de operação do Google na China continua em análise

07/07/2010 às 13h32 por

Desde que a sua licença para operar na China terminou, o Google não recebeu nenhuma palavra sobre uma possível renovação. A mais recente atitude do gigante das buscas foi colocar, no rodapé do Google chinês, um link com o número da licença expirada, que leva para o site do ministério responsável por isso. O diretor de propaganda do Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação disse que o processo anual está em andamento, mas que o envio do pedido aconteceu "relativamente tarde". |

Lenovo: “Apple está perdendo uma grande oportunidade na China”

06/07/2010 às 08h44 por

A Apple poderia ter mais comprometimento com o mercado que possui na China. Pelo menos é assim que pensa o fundador e presidente da Lenovo, Liu Chuanzhi. Ele expressou sua opinião sobre a Apple em entrevista ao Financial Times. "Temos sorte de Steve Jobs ter um temperamento tão ruim e não se importar com a China. Se a Apple empregasse o mesmo esforço no consumidor chinês que nós empregamos, estaríamos com problemas" disse Chuanzhi. Não é comum o presid

Google chinês lança nova página inicial e encerra redirecionamento

29/06/2010 às 14h51 por

E a novela continua. O Google anunciou nessa terça-feira que não vai mais redirecionar todo o tráfego do Google.cn (versão para China) para o Google.com.hk (versão do Google para Hong Kong). Segundo a empresa, o governo chinês avisou que tal redirecionamento é "inaceitável" e que não iria renovar a licença para a operação do Google na China caso fosse mantido. Detalhe: a licença expira amanhã, dia 30 de junho. "Sem uma licença de Provedor de Conteúdo de Internet [ICP, em inglês], nós não podemos operar um website comercial como o Google.cn. Então o Google seria

Chineses vão poder escrever domínios em… chinês

25/06/2010 às 18h01 por

Não foi somente o domínio .xxx, para conteúdo adulto, que o ICANN aprovou nessa sexta-feira. O comitê que controla a criação de novos domínios de nível superior (como .br para Brasil ou .de para Alemanha) informou que os chineses poderão usar domínios inteiramente baseados nos caracteres especiais do mandarim, inclusive o final do endereço. Até agora, os sites chineses podiam ter caracteres especiais, porém seu final era sempre .cn.

Carregar mais posts