e-books

Artigos de e-books

Como sincronizar e-books que não são da Amazon no Kindle e apps

às 09h45 por

É possível sincronizar e-books no Kindle que não foram adquiridos na loja da Amazon ou através dos dispositivos e apps para celulares e tablets. Como cada aparelho em uso possui uma conta de e-mail conectada, você pode enviar arquivos compatíveis dos livros digitais através do correio eletrônico, como arquivos anexos. Veja como fazer. O que é e-book?

Livrarias querem proteção contra lojas de e-books

às 12h26 por

A venda de livros digitais existe há anos no Brasil, mas apenas nesta semana tivemos a estreia de duas grandes empresas no setor: Amazon e Google. Isso deve ter gerado uma enorme pressão nas empresas que vendem livros impressos: a Associação Nacional de Livrarias (ANL) divulgou uma carta aberta sugerindo regras para proteger

Livraria Cultura lança e-reader Kobo Touch no Brasil

às 09h41 por

Enquanto a Amazon não inicia suas vendas no Brasil, outras empresas começam a se mexer para não ficar atrás da gigante do varejo eletrônico. A Livraria Cultura anunciou ontem que vai vender em seu site o leitor de e-books Kobo Touch no Brasil, pelo interessante preço de R$ 399. O e-reader da fabricante canadense chegará às lojas físicas da Livraria Cultura no dia 5 de dezembro.

E-books são a categoria editorial de maior venda nos EUA

às 17h29 por

No último mês de fevereiro os e-books se tornaram a categoria de maior participação nas vendas toda-poderosa indústria editorial norte-americana, informa o jornal Financial Times. De acordo com a Association of American Publishers (AAP), os livros digitais registraram vendas de razoáveis US$ 90,3 milhões (R$ 142 milhões) em fevereiro, contra os US$ 81,2 milhões (R$ 127 milhões) das "publicações adultas em brochura", segunda categoria mais vendida. No bolo total, os livros de papel ainda superam os eletrônicos por uma larga margem, contabiliza

Ironia: arquivos do WikiLeaks à venda no site britânico da Amazon

às 10h51 por

Segundo o WikiLeaks, a organização teve acesso a mais de 250 mil telegramas confidenciais (que eles chamam de Cables) das diversas embaixadas americanas ao redor do mundo. Esses arquivos, no entanto, não foram tornados públicos todos de uma vez. O site vem disponibilizando pouco a pouco, junto com seus parceiros na mídia internacional, e atualmente pouco mais de 1,2 mil foram publicados. Mas quem não quiser buscar esses arquivos no próprio site ganhou uma outra opção hoje.

Google entra na área de venda de livros digitais

às 13h22 por

Depois de muitos rumores serem atirados aos quatro cantos da internets, a tão esperada loja online de livros digitais do Google foi lançada hoje. Diferente dos rumores, no entanto, ela não se chama Google Editions e sim Google eBookstore. Como de costume em serviços que envolvem direitos autorais, a loja está disponível apenas nos EUA por enquanto. Usuários de outros países podem olhar mas não podem comprar um livro sequer, estão restritos aos e-books de domínio público. Além de permitir a leitura dos e-books pela web, a loja também conta co

Best sellers da Amazon vendem no formato digital o dobro que em papel

às 20h28 por

A Amazon divulgou hoje um press release falando do Kindle. No meio de todo aquele blá blá blá que já conhecemos — de que ele é ótimo para ler sob o sol, que sua bateria dura até um mês e que custa apenas US$ 139 — conseguimos extrair algo que ainda não sabíamos. Além das vendas do leitor Kindle estarem indo muito bem, obrigado, o grande destaque fica para a venda dos livros em versão digital na Amazon. Essas versões formadas por bits venderam nos últimos 30 dias mais do que as versões de papel para os 1.000 livros mais vendidos do site.

Kindle 3 é para quem lê muitos livros

às 09h38 por

A terceira versão do leitor de e-books da Amazon foi anunciada em julho e lançada há pouco mais de um mês. Quem não podia esperar, comprou o aparelho na pré-venda mesmo. E desde a semana passada o leitor começou a chegar nas mãos de brasileiros que os encomendaram nesse período. Um desses brasileiros, o meu amigo Ronaldo Ferreira, gentilmente emprestou o seu Kindle 3 para que eu pudesse tirar algumas fotos com o e-reader em mãos. Você as confere logo abaixo. [gallery link="file" columns="4" orderby="title" include="39737,39738,39739,39740"] A pri

Kindle só é benéfico ao meio ambiente depois de 23 livros

às 13h08 por

Se você achava que só ao comprar um Kindle já estava fazendo um favor ao meio ambiente ao diminuir a quantidade de árvores gastas para imprimir livros, pense de novo. Uma empresa chamada Cleantech fez os cálculos para descobrir quanto a produção do Kindle gera em gás carbônico. Ela percebeu que cada um deles gera 168 Kg de CO² no meio ambiente. A produção de um livro de papel gera apenas 7,5 Kg. Então é necessário comprar ao menos 23 livros para que a economia do Kindle faça diferença. |

Amazon lança Kindle 3

às 09h36 por

A gigante do comércio eletrônico americano Amazon lançou ontem uma nova versão do seu leitor de e-books, Kindle. A versão antiga já estava com estoque esgotado, o que provocou a volta dos rumores de que o leitor estava para receber uma atualização. O Kindle três recebeu uma nova cor, um novo design do teclado mas manteve a mesma tela monocromática de 6 polegadas. As modificações no design não

Venda de e-books ultrapassa a de livros físicos na Amazon

às 19h51 por

A gigante de comércio eletrônico americana Amazon anunciou hoje que as vendas de e-books através do seu leitor Kindle estão indo de vento em popa. Segundo a empresa, as vendas estão tão boas que nos últimos três meses para cada 100 livros físicos pelo site, 143 cópias da mesma versão em formato digital foram vendidas. Ao tomar apenas o mês passado como base, essa proporção aumenta ainda mais: 180 cópias digitais para cada 100 cópias de papel. Hora de aposentar a estante e investir em cartões de memória. | Masha

Carregar mais posts