Início » Motorola
Razão Social Motorola Mobilty LLC
Fundação 25 setembro, 1928
Chicago, Illinois, Estados Unidos
Website Oficial motorola.com

Motorola

A Motorola foi criada inicialmente como uma produtora de aparelhos que substituíssem pilhas, mas ficou conhecida por seu trabalho com rádios e redes sem fio. Atualmente a divisão da empresa responsável por sua área de telefonia pertence à Lenovo.

A Motorola foi criada em 1928 por Paul V. Galvin e o seu irmão Joseph Galvin em 25 de setembro de 1928 em Chicago. Nesta época a companhia ainda de chamava Galvin Manufacturing Corporation.

O seu primeiro produto foi um eliminador de pilhas, dispositivo que fazia com que os rádios nas casas das pessoas pudessem funcionar com o uso de energia elétrica.

Durante os anos de 1940 a 1950 ainda como Galvin Manufacturing Corporation, a empresa teve seu foco no desenvolvimento de rádios, fornecendo aparelhos até para o governo norte-americano no período da Segunda Guerra Mundial.

A companhia veio a se chamar Motorola Inc. somente em 1947, aproveitando a popularidade de seus rádios Motorola. Entretanto, a logo com o famoso “M”, surgiu apenas em 1955, criada pelo designer Morton Goldsholl.

Em 1973 a Motorola apresentou o primeiro telefone celular que operava nas bandas 800 — 900MHz, porém somente em 1983 a empresa lançou o seu primeiro aparelho celular vendido comercialmente, o Motorola DynaTAC.

Em 1995 a empresa criou o Tango, o primeiro pager em que era possível receber mensagens de texto, emails e respondê-las com uma mensagem padrão.

Entre os seus telefones celulares, um dos aparelhos mais famosos foi o Motorola Startac, lançado em 1996, sendo o primeiro telefone celular com flip.

Em 2011 a Motorola foi dividida em duas companhias: A Motorola Solutions Inc. focada em oferecer produtos de telecomunicações e serviços ao governo e empresas, enquanto a Motorola Mobility ficou responsável pela divisão de celulares.

A Motorola Mobility foi vendida ao Google em 2012 e depois adquirida pela chinesa Lenovo em 2014 por US$ 2,91 bilhões.

Continue lendo »

Tecnocast 130 – Os dobráveis chegaram

às 02h29 por

Eles estão entre nós! Os celulares dobráveis finalmente desembarcaram no Brasil. Nós já colocamos as mãos em todos eles e nesse episódio falamos sobre as nossas impressões. Será que vale a pena comprar um? No segundo bloco falamos sobre a dificuldade em fazer reparos em aparelhos, devido ao alto custo das peças de troca. Dá o play e vem com a gente!

Tecnocast 092 – Celulares Nostálgicos

às 19h56 por

A gente está sempre falando sobre novos lançamentos de smartphones. Hoje resolvemos inverter um pouco as coisas, e falar sobre celulares que nos marcaram. E não estou falando de Pixel, ou iPhone X. Estou falando da época onde o termo "smartphone" nem era usado, ainda. Quando ter um celular com a luzinha na cor azul era um BAITA diferencial. Será que você lembra dos modelos que citamos? Dá o play e vem com a gente.

Tecnocast 062 – Telas Infinitas

às 19h24 por

No episódio de hoje tomamos como base o lançamento dos novos Galaxy S8 e S8+ e debatemos o futuro dos smartphones. Ah, o Higa estava presente no evento em NY, então também aproveitamos o gancho para falar sobre os bastidores. Dá o play e vem com a gente!

Tecnocast 056 – O melhor e o pior da tecnologia em 2016

às 22h16 por

Mais um ano chega ao fim e não poderíamos deixar ele terminar sem a nossa tradicional retrospectiva em áudio. No último Tecnocast do ano, discutimos os fatos mais marcantes do mundo da tecnologia em 2016, fazendo também uma análise das mudanças que o mercado sofreu em relação a 2015. Dá o play e vem com a gente!

Tecnocast 008 – O duelo de ecossistemas

às 21h03 por

Na última quinzena assistimos aos lançamentos daqueles que, muito provavelmente, serão os smartphones mais desejados dos próximos 12 meses. Junto deles, Apple e Motorola lançaram seus tão aguardados smartwatches – que para funcionar dependem exclusivamente de aparelhos do seu ecossistema.Caso essa "nova" categoria de gadgets caia no gosto das pessoas, haverá uma segmentação ainda maior no mundo da tecnologia. Usuários de uma plataforma estarão completamente acorrentados a esse ecossistema, assim como já vemos hoje com alguns aplicativos e dispositivos de media center. Se você

Outras Empresas