Passaporte Américas

Artigos de Passaporte Américas

Claro inclui roaming internacional em todos os planos do pós-pago

15/04 às 18h07 por

A Claro fez um pequeno ajuste no seu portfólio de pós-pago e incluiu o Passaporte Américas em todas as versões do plano. A novidade permite que clientes utilizem o celular em 18 países das Américas sem custo extra, utilizando a mesma franquia de internet do Brasil e com ligações ilimitadas. Claro oferece franquia grátis de internet em troca de publicidade Claro e-Chip traz suporte a eSIM de i

Claro lança Passaporte Mundo com roaming internacional em 80 países

19/11/2018 às 10h01 por

Quando o assunto é roaming internacional, a Claro é uma das operadoras com as opções mais vantajosas. Depois do Passaporte Américas e Passaporte Europa, ela está lançando o Passaporte Mundo, que permite aos clientes do pós-pago utilizarem o plano brasileiro em 80 países de cinco continentes — América, Europa, África, Ásia e Oceania — pelo equivalente a R$ 29,99 mensais. Ele já vem incluso nos planos de

Claro lança pacote de roaming internacional para quem viaja à Europa

19/04/2018 às 16h35 por

Faz alguns meses que a Claro lançou o Passaporte Américas, um adicional disponível para clientes do pós-pago que permite utilizar o plano em países da América do Norte, América Central e América do Sul. A operadora anunciou hoje a novidade para quem viaja para destinos europeus. O Passaporte Europa permite que o cliente faça ligações ilimitadas e troque SMS com números do Brasil e do país visitado, além de poder receber chamadas de qualquer número sem se preocupar com a con

Países das Américas querem acabar com tarifas de roaming internacional

26/03/2018 às 10h54 por

É bem frustrante viajar para outro país e deixar o smartphone no modo avião para evitar as caríssimas cobranças de roaming internacional. No entanto, um acordo firmado entre 19 países das Américas pode acabar com isso e trazer o fim dessas tarifas para quem viajar. O compromisso foi firmado pela Comissão Interamericana de Telecomunicações (Citel) na Carta de Buenos Aires. O acordo estabelece medidas para reduzir a desigualdade digital nos países das Américas; o fim do roaming tem prioridade média, e as tarifas devem ser revistas até 2022.