patentes

Microsoft mostra como a entrada para fones poderia ocupar menos espaço

03/11 às 11h33 por

A entrada tradicional para fone de ouvido está, pouco a pouco, sendo eliminada dos smartphones. Empresas como Apple, Google, Motorola e HTC vêm seguindo essa tendência para atingir espessuras mais finas — e, de quebra, vender acessórios Bluetooth. E se fosse possível manter a entrada de 3,5 mm mesmo em espessuras menores? É o que a Microsoft demonstra

BlackBerry resolve disputa de patentes após intervenção do Google

16/10 às 10h21 por

A BlackBerry ainda investe em smartphones, mas após atingir 0% de participação de mercado, ela resolveu mudar de foco. Ela vem se envolvendo em disputas agressivas sobre patentes — tão agressivas, na verdade, que o Google precisou intervir. No ano passado, a BlackBerry processou a Blu — fabricante de dispositivos baratos com

Apple e Nokia terminam briga e firmam parceria

23/05 às 11h58 por

Mais uma briga envolvendo patentes e... Opa, desta vez, não. Seguindo um caminho contrário ao cada vez mais frequente "me processa que eu te processo também", Apple e Nokia chegaram a um acordo para terminar com uma série de disputas por patentes que se arrastava por anos. Ainda que a Nokia tenha vendido a sua divisão de dispositivos móveis para a Microsoft, a companhia continua sendo detentora de uma infinidade de patentes, afinal, foram mais de 20 anos trabalhan

Formato MP3 está livre de patentes

04/05 às 13h19 por

O formato MP3 é o grande responsável pela cultura do compartilhamento de músicas pela internet. Fazendo as faixas terem tamanho reduzido (na comparação com formatos como WAV, por exemplo), o padrão ficou tão popular que levou até ao desenvolvimento de aparelhos de reprodução de áudio. O que muita gente não sabe é que o MP3 não era um formato gratuito. Não era até recentemente. Não é que você tivesse que pagar diretamente pelo uso do MP3. Porém, o formato sempre esteve cercado de patentes. Assim, via de regra, empresas que quisessem reproduzir MP3 em software ou hardware

Nokia processa Apple por violação de patentes

21/12/2016 às 20h42 por

A Apple se envolveu em outro processo por violação de patentes, mas desta vez não é com a Samsung. A Nokia anunciou nesta quarta-feira (21) que entrou na justiça contra a empresa de Cupertino por não pagar os royalties que deve à companhia finlandesa. O processo corre nos Estados Unidos e na Alemanha, mas a Nokia já prometeu entrar com outras ações em breve.

Apple terá que pagar indenização de US$ 532,9 milhões por violar patentes

25/02/2015 às 17h20 por

Processos judiciais relacionados a patentes costumam movimentar enormes volumes de dinheiro, pelo menos nos Estados Unidos. Um exemplo recente envolve a Apple: a companhia foi condenada por um tribunal no Texas a pagar indenização de US$ 532,9 milhões a uma companhia chamada Smartflash. A Apple foi acusada de utilizar sem o devido licenciamento recursos de gestão de direitos autorais (DRM) no iTunes que, supostamente, têm relação com três patentes da reclamante. Na ação, a Smartflash alegou que a companhia fundada por Steve Jobs fez uso intencional das patentes, ou seja, sabia

Nvidia processa Qualcomm e Samsung alegando quebra de patentes de GPU

05/09/2014 às 17h33 por

A surpresa da semana não é nenhum grande lançamento na IFA 2014, mas sim uma ação judicial movida pela Nvidia. A companhia acusa Qualcomm e Samsung de estarem infringindo sete de suas patentes de GPU. O desdobramento desta disputa pode levar à suspensão das vendas de vários produtos da companhia coreana. As patentes estão associadas a técnicas de iluminação, programmable shading, shaders unificados e processamento paralelo via chip gráfico. "Nossas invenções de GPU patenteadas agregam valor significativo aos dispositivos móveis e a Samsung e a Qualcomm decidiram us

Apple e Samsung decidem parar de brigar por patentes, mas só fora dos Estados Unidos

06/08/2014 às 12h55 por

O "me processa daí que eu te denuncio daqui" entre Apple e Samsung vai chegar ao fim, pelo menos parcialmente. Ambas as companhias anunciaram um acordo nesta quarta-feira (6) para encerrar as disputas judiciais envolvendo patentes que vêm sendo travadas desde 2011. O pacto vale apenas para processos existentes nos seguintes países: Alemanha, Austrália, Coreia do Sul, França, Holanda, Itália, Japão e Reino Unido. As duas empresas fizeram questão de ressaltar que as disputas judiciais em curso nos Estados Unidos continuam a todo vapor. Este é um sinal de que a decisão está mais

Carregar mais posts