patinete elétrico

Artigos de patinete elétrico

Yellow e Grin lançam assinatura de R$ 15 mensais para bicicleta e patinete

às 10h53 por

O Grin Prime foi lançado nesta quarta-feira (11) na cidade de São Paulo: trata-se de uma assinatura de R$ 15 mensais, com o primeiro mês grátis, que isenta o usuário de pagar a taxa de desbloqueio para patinetes da Grin e bicicletas da Yellow. A Grow, empresa que comanda as duas marcas, também promete "benefícios exclusivos" que serão anunciados em breve.

Uber começa a alugar patinetes elétricos no Brasil para concorrer com Yellow e Grin

às 15h21 por

Finalmente: a Uber entrou no mercado de patinetes elétricos no Brasil: os veículos podem ser alugados em Santos (SP) a partir desta terça-feira (3), pagando R$ 1,50 pelo desbloqueio mais R$ 0,75 por minuto. O processo é feito através do aplicativo padrão da Uber, que permite solicitar viagens de carro e delivery através do Uber Eats. Uber Comfort chega ao Brasil com opção de motorista que não puxa assunto

Grin encerra app da Yellow e leva aluguel de patinete para Rappi

às 16h17 por

O aplicativo da Yellow para iPhone e Android foi encerrado: daqui em diante, será necessário acessar o app da Grin para alugar bicicletas e patinetes verdes, e o app da Rappi para desbloquear os patinetes amarelos. Essa mudança pode ser ligeiramente confusa, mas é temporária: no futuro, será possível utilizar todos os patinetes elétricos através da Grin. Os usuários estão sendo avisados via notificação e e-mail.

Ex-diretor da Uber cria startup para difundir patinetes semi-autônomos

às 17h36 por

Os patinetes elétricos compartilhados precisam ser recolhidos todos os dias pelas empresas para serem recarregados e redistribuídos pela cidade. A tarefa é bastante trabalhosa, mas poderá ser facilitada pela startup de um ex-diretor da Uber. Uber demite 350 funcionários nas divisões do Eats e de carros autônomos FedEx avalia parceria com Correios e investe para crescer no Brasil

Segway-Ninebot lançam patinete elétrico que vai sozinho à estação de recarga

às 15h49 por

Muitos serviços de compartilhamento de patinetes elétricos adotam o modelo dockless, em que usuários não precisam ir à estação de recarga no início ou no final de seus trajetos. O formato obriga as empresas a recolherem os veículos, mas a tarefa pode acabar com um novo patinete da Segway-Ninebot. São Paulo regulamenta patinetes elétricos com bolsões de estacionamento

Audi E-Tron Scooter é híbrido de patinete elétrico e skate

às 18h56 por

A fabricante de automóveis Audi apresentou nesta segunda-feira (5) um veículo elétrico focado em transporte de última milha: chamado de Audi E-Tron Scooter, o produto incorpora os conceitos de patinete e skate, diferenciando-se por ser guiado com uma só mão. Ele tem autonomia de 20 km e atinge velocidades de até 20 km/h; seu lançamento está previsto para 2020 na Europa.

Yellow e Grin terão fábrica de patinetes e bicicletas elétricas em Manaus

às 11h44 por

A despeito das polêmicas envolvendo serviços de compartilhamento de patinetes e bicicletas, a Grow continua apostando alto nesse mercado: a companhia, que responde pelas operações da Yellow e Grin, vai investir R$ 25 milhões em uma fábrica em Manaus (AM) para produzir patinetes e bicicletas elétricas. Uber testa assinatura com viagens de carro, bike e delivery do Eats

Lime lança patinetes elétricos em SP e RJ para competir com Grin e Yellow

às 09h14 por

A Lime inaugurou nesta terça-feira (2) seu serviço de compartilhamento de patinetes elétricos nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. A empresa americana, que já opera em mais de 100 cidades no mundo, entra no Brasil para competir principalmente com a Grow, formada por Grin e Yellow, num momento em que as prefeituras trabalham para regulamentar o serviço. São Paulo proíbe patinete elétrico na calçada e obriga uso de capacete

Yellow e Grin chegam a 10 milhões de viagens de bicicleta e patinete

às 18h25 por

A Grow, que resultou da fusão entre as empresas de micromobilidade Grin e Yellow, registrou 10 milhões de viagens de patinetes elétricos e bicicletas compartilhadas no Brasil e em mais 6 países da América Latina, informa o TechCrunch. Ela atua em 23 cidades, e vem enfrentando desafios com a regulamentação da atividade em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Carregar mais posts