SNES

Artigos de SNES

O novo Super Nintendo deixará você “rebobinar” jogos para terminar fases difíceis

às 10h45 por

O Super Nintendo será relançado no final de setembro, e alguns sites já tiveram a oportunidade de experimentá-lo. Há alguns detalhes interessantes que não estavam no anúncio original: por exemplo, você pode "rebobinar" o jogo para mudar de estratégia e avançar em uma fase. O SNES Classic Edition permite suspender o jogo em qualquer ponto, onde ele é automaticamente salvo — isso já e

Eu quero: Super Nintendo será relançado com 21 games

às 13h56 por

O Super Nintendo está de volta! Depois de fazer bastante sucesso com uma versão em miniatura do NES, a Nintendo revelou nesta segunda-feira (26) que vai relançar o sucessor de 16 bits. Ele chega ao mercado americano em setembro, com 21 games clássicos na memória, incluindo, obviamente, nomes como Super Mario World, Super Mario Kart e The Legend of Zelda: A Link to the Past.

Nintendo PlayStation enfim consegue rodar jogos de CD-ROM

às 10h42 por

Há alguns anos, um protótipo do lendário Nintendo PlayStation foi descoberto em uma caixa com objetos que deveriam ser jogados no lixo. O modder Ben Heckendorn passou o último ano trabalhando no console, e enfim conseguiu fazer a unidade de CD-ROM funcionar. No começo dos anos 90, Nintendo e Sony anunciaram uma parceria para

Um alemão criou uma gambiarra para que você jogue online com seu Super Nintendo

às 17h35 por

Beirando a nova geração em que chegarão PlayStation 4 e Xbox One, com a iminência de um novo console da Valve e tantas outras empresas entrando no ramo dos videogames, a gente quase se esquece da era de ouro, lá atrás, quando o Super Nintendo figurava em 10 de 10 listas para o Papai Noel, certo? Errado. Mesmo com tanta tecnologia chegando por aí, jogadores "retrô" criaram uma forma de trazer para os tempos atuais seu console mais adorado. E foi com uma gambiarra digna de MacGyver que Michael Fitzmayer, um programador alemão, deu um jeito de conecta

Ouya roda jogos de Nintendo 64 e Super Nintendo

às 16h48 por

Criado a partir de uma arrecadação de fundos no Kickstarter, o console Ouya já tinha tudo para ser um sucesso: ele vai custar US$ 99, é leve, pequeno e roda os mais diversos jogos disponíveis para Android na tela da TV, em HD. Mas... por que não aproveitar o sistema operacional do aparelhinho e instalar alguns emuladores nele? É o que algumas pessoas já estão fazendo, descobrindo um novo mundo de possibilidades para esse pequeno brinquedo. [embed]http://

Quando o assunto é jogo, ignorância nem sempre é uma benção

às 15h56 por

Quando a internet começou a ganhar espaço na nossa consciência coletiva lá pelos anos 90 (seja através de matérias na Veja ou na trama daquela novela com ciganos que curtiam mIRC e mutantes), uma das maiores promessas era a democratização da informação. Eu mal sabia o que "informação" era, e sabia menos ainda o que "democratização" significava. Entretanto, hoje eu imaginei uma forma perfeita de explicar democratização da informação pro Izzy Nobre de 1995. Bastava dizer que eu não precisaria mais compra

Estamos no século 21 e nada de realidade virtual decente

às 17h33 por

Sabe uma coisa que eu tinha saudade nos anos 90? A promessa da realidade virtual. Lembram disso? Eram joguinhos com menos polígonos que o primeiro Virtua Fighter. Compensava a falta de definição com a experiêcia de estar "dentro" do jogo. Houve uma época em que a cultura popular estava enamorada da tecnologia de realidade virtual, o que a fazia aparentar

Lembro de quando os games me deixavam com raiva

às 16h50 por

Jogos, como outras formas de arte (defendo constantemente a concepção de que games são um meio artístico) costumam produzir diversas emoções. Empolgação é evidentemente a mais predominante, e esta começa às vezes antes mesmo de começar a jogar o game. Cheats e Códigos de GTA San Andreas (PS2, Xbox 360, PC e Android) Cheats e códigos GTA 4 [PS3, Xbox 360 e PC] Eu estive no lançam

Batman e outros quadrinhos que deram origem a games

às 17h14 por

Existe uma tríplice sagrada dos interesses nerds: cinema, games e histórias em quadrinhos. E embora ocorra uma considerável interseção entre os fãs dos três meios, o mundo das HQs me parece o mais underground dos três.  Geralmente quem é fanático por um costuma ao menos ter um domínio leve no outro, porque ocorre uma certa polinização cruzada entre os três (filme virando game, quadrinho virando filme, e por aí vai). Isso é curioso porque os quadrinhos são a arte mais antiga entre as três preferidas pelos geeks. Sim, meu caro,

Gamer também tem suas próprias gírias

às 16h16 por

Uma das primeiras coisas que uma subcultura desenvolve é um dialeto próprio. Skatistas tinham suas gírias características, assim como os surfistas -- ou pelo menos era o que a revista Veja tentava nos convencer sempre que faziam matérias sobre essa turma. Eles costumavam colocar um infográfico no cantinho da página, com as "traduções" dos termos mais comumente usados. Até hoje lembro de uma dessas reportagens; segundo a qual o termo "morte horrível" significava pros surfistas tombar da prancha e ter o corpo rudemente jogado contra a própria pela força das ondas

Carregar mais posts