Início » Xiaomi
Razão Social Xiaomi Technology Co., Ltd.
Fundação 6 abril, 2010
Yingu Mansion, Pequim, China
Website Oficial mi.com

Xiaomi

A Xiaomi é uma das maiores fabricantes de eletrônicos do mundo, conhecida principalmente por seus smartphones de baixo custo. A empresa foi fundada na China em 2010 por Lei Jun, atual CEO e a 25ª pessoa mais rica do país, segundo a revista Forbes.

O nome da marca vem da combinação “Xiao” (pequeno em mandarim) e Mi (arroz em mandarim). Apesar de nunca ter sido confirmado, rumores sugerem que a escolha do nome deve-se ao objetivo da Xiaomi de estar tão presente na vida das pessoas como o arroz.

A proposta inicial da empresa era bem simples: vender smartphones bons e baratos através da internet, aplicando uma ótima estratégia de marketing nas redes sociais para atrair os consumidores.

Em novembro de 2014, a Xiaomi tornou-se a empresa recém-criada de tecnologia mais valiosa do mundo após ter recebido US$ 4,1 bilhões de financiamento, aumentando sua valorização para mais de US$ 46 bilhões. Em outubro de 2020, a chinesa ultrapassou a Apple no ranking de maiores fabricantes de celulares do mundo, obtendo a terceira posição e ficando atrás apenas de Samsung e Huawei.

O primeiro produto da marca foi lançado em abril de 2010. Tratava-se da primeira versão da MIUI, uma interface personalizada baseada no Android 2.2 Froyo e que até hoje é atualizada.

Quanto ao primeiro smartphone, ele chegou ao mercado em agosto de 2011 como Xiaomi Mi 1. Esse modelo foi o primeiro da China com processador dual-core e preço bem abaixo da concorrência. Desde então, a Xiaomi já lançou outros celulares mais potentes, todos registrando um imenso sucesso.

Além do setor mobile, a Xiaomi também atua em outras áreas da indústria, com produtos para casa inteligente, televisores, smartwatches, impressoras, câmeras de segurança, notebooks e muito mais.

Continue lendo »

Fotos

Produtos

Lançamento do Xiaomi Mi 11: o que esperar de preço e ficha técnica

às 13h53 por

O lançamento do Xiaomi Mi 11 foi confirmado para o dia 28 de dezembro de 2020, na China. E alguns rumores já sugerem o que esperar sobre a ficha técnica do próximo celular premium da marca. Entre os possíveis destaques do sucessor do Mi 10, estão o processador Snapdragon 888, a câmera tripla com sensor principal de 108 MP e tela com taxa de atualização de 12

5 fatos sobre gadgets em 2018: celulares com (e sem) notch, muitas câmeras, wearables e mais

às 17h09 por

Você se cansou dos celulares com notch em 2018? Melhor ir juntando energias para o ano que vem, porque essa tendência ainda deve durar mais um pouco. Felizmente, diversas empresas da China se uniram para adotar novidades tecnológicas que ainda não apareceram nos celulares da Apple e da Samsung, como leitor de digitais sob a tela e bordas sem entalhe. 5 fatos que marcaram a Apple em 2018: bateria do iPhone, briga com a Qualcomm, US$ 1 trilhão e mais

Como a Xiaomi consegue vender barato

às 18h42 por

Estreante no Brasil, a Xiaomi ainda não é muito conhecida entre o público em geral, mas os que conhecem a marca sabem que uma das principais características da chinesa é vender produtos por preços menores que os dos concorrentes. Exemplo disso é o Redmi 2, primeiro smartphone da empresa no Brasil, que chegou ao

Xiaomi, a empresa que conquistou o ex-VP do Android

às 17h30 por

Há poucos dias, Hugo Barra, brasileiro que ocupava o posto de VP do sistema operacional Android, anunciou sua saída do Google para assumir a vice-presidência global da chinesa Xiaomi. Fofocas do mundo de tecnologia à parte - quem quiser ler sobre o assunto pode se esbaldar nos vários links da "Caras" do Vale do Silício - o que foi que atraiu a atenção de Barra para o oriente? A

Outras Empresas