Zelda

Artigos de Zelda

Nintendo revela novo Zelda da saga Hyrule Warriors para Switch

às 11h35 por

A Nintendo anunciou Hyrule Warriors: Age of Calamity, novo game da série Zelda, em parceria com a produtora KOEI Tecmo. A novidade segue o estilo da saga “Hyrule Warriors”, mas se passando dentro da cronologia e do universo de The Legend of Zelda: Breath of the Wild. O lançamento é aguardado para 20 de novembro, somente no Switch. Como ganhar dinheiro no Zelda Breath of the Wild [Rupees]

Eu quero: Nintendo relança NES, agora em miniatura e com 30 jogos

às 11h21 por

Existe um mercado de games, paralelo ao mainstream, que atende um exército de jogadores saudosistas. Desde videogames usados até modificações de hardware em projetos geeks, fato é que existe uma geração inteira que ainda consome desde jogos do Atari até dos consoles de 16-bit, e mesmo versões atualizadas desses videogames, a exemplo do

O Twitch está jogando Pokémon, Tetris e Zelda, tudo ao mesmo tempo

às 11h16 por

Há algumas semanas, nós vimos nascer uma possível nova febre no mundo da internet: milhares (literalmente) de pessoas se uniram em uma só aba do Twitch para zerar, coletiva e simultaneamente, Pokémon Red. A jornada, ainda mais épica, ainda está rolando, e, como não poderia deixar de ser, inspirou que pessoas expandam seu estilo para outros jogos. O sucesso da empreitada foi tão absurdo, que, até o momento, mais de seis milhões e meio de pessoas estiveram na audiência do ca

Expectativas para o mundo dos games em 2012

às 17h50 por

O ano novo chegou e toda a atenção está voltada para a suposta profecia maia que afirma que no fim de 2012 todo mundo vai fazer companhia para os nossos amigos dinossauros. O assunto tem sua importância, mas e quanto ao mundo dos games? Depois da retrospectiva sobre os principais lançamentos de 2011, é hora de olhar pra frente e ver o que esse ano guarda pros gamers ansiosos por novidades. 2011 foi marcado por grandes lançamen

Trazendo a namorada para o mundo gamer

às 15h26 por

Ainda existe (especialmente no Brasil, pelo que percebo) um sentimento generalizado de que videogame é coisa "de criança" ou, pior ainda, coisa "de nerd". E enquanto na internet se identificar como nerd é não apenas aceitável como até encorajado, no mundo real o termo ainda é um estigma. E isso é particularmente verdade em relação às garotas. As meninas, falando de forma geral, não são o público-alvo dos videogames. É por isso que observa-se uma curiosa disparidade: enquanto mulheres compõem aproximadamente 50% da população, a fatia de garotas gamers é uma porcentagem