ULTIMATO

“Trabalho remoto não é mais aceitável”, diz Elon Musk

Em um e-mail enviado aos funcionários da Tesla e SpaceX, o CEO informou que quem não concordar em cumprir com, no mínimo, 40 horas semanais no escritório, deve deixar a empresa e "fingir trabalhar em outro lugar".

Em um segundo comunicado, afirmou que quase morou em uma de suas fábricas, e que foi graças a isso que a Tesla sobreviveu.

Elon ainda acrescentou: "há empresas que não exigem isso, mas, quando foi a última vez que elas entregaram um produto novo excelente? Já faz um tempo".

Com a decisão, a Tesla, que adotou o trabalho remoto logo no início da pandemia, agora vai contra a tendência de outras companhias, que apesar dos avanços na luta contra a COVID-19, vêm adiando o retorno presencial devido à alta nos casos.

Fique por dentro de tudo o que acontece no mundo da tecnologia