Testamos Celular

HTC Ultimate, o primeiro Windows Phone do Brasil

Rafael Silva
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O HTC Ultimate lançado hoje é o primeiro Windows Phone no Brasil, mas nem por isso quer dizer que ele não vai ter forte concorrência no país. Seja contra Androids ou contra os dois modelos de iPhone que ainda são vendidos por aqui, o Ultimate enfrenta uma competição forte na área de smartphones top de linha, que é onde ele encaixa. Confira abaixo o que ele oferece em termos de design e minhas primeiras impressões.

Já havia brincado com um Windows Phone no passado, quando a Microsoft apresentou o sistema aqui no Brasil, durante a atualização para o Mango. De lá pra cá, algumas coisas mudaram mas nem tanto. O Windows Phone continua sendo um sistema poderoso e que oferece bastante, principalmente desde a última atualização que serviu para ele se igualar à concorrência. A interface é bem diferente do que estamos acostumados a ver mas não é por isso que teremos uma curva de aprendizado muito alta.

O aparelho por sua vez é bem diferente dos outros Windows Phones que já havia mexido. Ele tem uma tela gigante, que assusta inicialmente mas que é bem aproveitada pelo sistema. O HTC Ultimate também é impossivelmente fino, bastante leve e incrivelmente rápido, seja na multitarefa ou na abertura de aplicativos. Isso é, ao menos nos poucos minutos que consegui brincar com ele. Essa tela, no entanto, não me deu a impressão de que a vida de bateria será muito alta.

Mas a HTC pede R$ 1,8 mil pelo privilégio de tê-lo no bolso aqui no Brasil. Se ele vale isso tudo, não tenho certeza. Mas quem sabe um review em breve não responde essa pergunta.

Rafael Silva

Ex-autor

Rafael Silva estudou Tecnologia de Redes de Computadores e mora em São Paulo. Como redator, produziu textos sobre smartphones, games, notícias e tecnologia, além de participar dos primeiros podcasts do Tecnoblog. Foi redator no B9 e atualmente é analista de redes sociais no Greenpeace, onde desenvolve estratégias de engajamento, produz roteiros e apresenta o podcast “As Árvores Somos Nozes”.

Relacionados

Em destaque