Início / Testamos / Celular /

LG retorna aos tablets com o G Pad 8.3, que chega ao Brasil por R$ 1.099

G Pad 8.3 tem tela de 8,3 polegadas de 1920x1200 pixels e traseira de alumínio.
LG voltou após três anos sem anunciar nenhum tablet novo.

Por

lg-g-pad-8-3-abre

Nos últimos anos, a LG tem focado seus esforços no mercado de smartphones e deixou os tablets em segundo plano. O último que temos conhecimento é o Optimus Pad, anunciado em 2011, que nem chegou a ser vendido oficialmente no Brasil. Agora, a fabricante sul-coreana voltou com o G Pad 8.3, um tablet que foi lançado nesta quarta-feira (15) no Brasil com preço sugerido de R$ 1.099. E claro, nós fomos dar uma olhada nele de perto.

O LG G Pad 8.3, como o nome sugere, tem uma tela IPS de 8,3 polegadas com resolução de 1920×1200 pixels. Nós já dissemos em reviews de smartphones da LG que, embora eles possam decepcionar em alguns pontos, os aparelhos topo de linha nunca tiveram problemas com tela. Com o G Pad 8.3, a história se repete: temos um display com ótima definição, cores vivas, pretos profundos e um brilho altíssimo.lg-g-pad-8-3-frente

Mas por que uma tela de 8,3 polegadas? O gerente de produtos da LG, Marcel Inhauser, diz que a empresa fez pesquisas para colocar uma tela do maior tamanho possível em um tablet, desde que o aparelho pudesse ser segurado com apenas uma mão. De fato, dá para segurar o G Pad 8.3 em uma das mãos, semelhante à maneira mostrada pela Apple nas fotos de divulgação do primeiro iPad mini, que conta com tela de 7,9 polegadas.

O design também parece ter ganhado atenção especial. Diferente do G2 e do Optimus G Pro, os últimos smartphones da LG lançados no Brasil, que abandonaram materiais sofisticados para adotar predominantemente o plástico, o G Pad 8.3 tem uma traseira de alumínio. Parece um tablet bem construído. Ele tem a leveza e finura que se espera de um tablet desse tamanho: de acordo com a LG, o G Pad 8.3 pesa 338 gramas e tem 8,3 mm (olha só!) de espessura.

lg-g-pad-8-3-traseira

A LG fez questão de destacar que o tablet possui dois alto-falantes na traseira: um deles emite sons graves e outro toca médios e agudos. Isso, em teoria, faz com que a qualidade do som seja superior, mas ficou claro que não dá para fazer milagres em um corpo tão compacto: durante a demonstração, o G Pad 8.3 realmente deu a impressão de “falar mais alto” que a concorrência, mas a sensação de radinho de pilha ficou bastante presente.

O Android 4.2 vem com as modificações típicas da LG e decisões estranhas de design, como o botão de menu na barra inferior (outros tablets Android costumam vir com o botão de multitarefa no lugar). Há alguns aplicativos de utilidade duvidosa e outros interessantes, como o QPair, que mostra notificações de um smartphone conectado ao tablet por Bluetooth. Tem também o QRemote, que usa infravermelho para transformar o tablet em um controle remoto para TVs, inclusive de outras marcas.

O software das unidades de teste não estava finalizado. Alguns aplicativos estavam em coreano, como o assistente de voz QVoice. Uma versão em português do Brasil está planejada para o início do segundo semestre do ano, fazendo o QVoice se juntar ao Google Now e S Voice, que já entendem o nosso idioma, ainda que com limitações. Não há previsão para que o modelo Google Play Edition, com Android sem modificações e atualizações rápidas, seja lançado no Brasil. A LG afirma que planeja atualizar o tablet (e seus smartphones mais caros) para o KitKat em breve.

lg-g-pad-8-3-lateral

No hardware, não há o que reclamar: ele vem com chip Snapdragon 600 quad-core de 1,7 GHz, GPU Adreno 320, 2 GB de RAM e 16 GB de armazenamento interno, sendo que há uma entrada para cartão de memória de até 64 GB na parte superior. Infelizmente, durante os minutos em que brinquei com o tablet, percebi algumas travadinhas e animações rodando a uma taxa de frames menor que a ideal, mas torço para que isto seja apenas devido ao software ainda inacabado.

Fabricado em Taubaté, no interior de São Paulo, o LG G Pad 8.3 começa a ser vendido hoje em espaços da LG em lojas físicas e está chegando aos poucos nas lojas online. Ele será vendido por R$ 1.099, inicialmente apenas no modelo Wi-Fi e nas cores preto e branco, com 16 GB de armazenamento interno.

A LG se dá bem no mercado brasileiro de smartphones (é a segunda fabricante que mais vende aparelhos no país, apenas atrás da Samsung); vamos ver como o G Pad 8.3 se comportará entre seus fortes concorrentes. Nosso review completo será publicado nas próximas semanas.