Nada de iPhone de 1.500 reais no aeroporto: Fnac não conseguiu autorização da Receita

Paulo Higa
Por

Na semana passada, foi muito repercutida a notícia de que a Fnac teria uma loja no terminal 3 do aeroporto de Guarulhos, onde venderia eletrônicos sem impostos de importação, o que faria produtos como o iPhone 5s, que custa R$ 2.799 no Brasil, ser comercializado por menos de 1,5 mil reais. Pois bem, o terminal 3 foi inaugurado no domingo (11) e… nada de produtos baratos: a Fnac ainda não conseguiu autorização da Receita Federal para atuar como free shop.

iPhone 5s mais barato no Brasil do que nos EUA? Sem autorização da Receita, não vai rolar

iPhone 5s mais barato no Brasil do que nos EUA? Sem autorização da Receita, não vai rolar

De acordo com a Folha de S.Paulo, que visitou a loja na quinta-feira (15), os iPhones já estavam esgotados. A Fnac não diz se honrou o preço baixo do iPhone 5s no Brasil, mas outros produtos da Apple estavam com os valores normais.

O iPad Air Wi-Fi de 16 GB, que custa o equivalente a R$ 1.106 (US$ 499) nos Estados Unidos, era vendido a R$ 1.749, valor inclusive mais alto que na loja online da própria Fnac. No MacBook Pro de entrada, também havia grande diferença: R$ 4.299 na loja da Fnac no aeroporto e R$ 2.657 (US$ 1.199) nos EUA.

Apesar de ter aberto uma loja na área restrita do terminal 3 do aeroporto de Guarulhos, onde só podem entrar pessoas com cartão de embarque para voos internacionais, a Fnac ainda não conseguiu obter autorização para atuar como free shop. Portanto, a empresa não pode vender produtos em moeda estrangeira nem isenção de impostos — por enquanto, apenas a Dufry e a joalheria Sauer podem vender sem impostos no terminal 3.

Se a empresa tivesse o aval da Receita, o iPhone 5s de 16 GB poderia ficar mais barato no Brasil do que nos Estados Unidos. É que, apesar de ofertar pelo mesmo valor de 649 dólares (R$ 1.438), a loja da Fnac no terminal 3 poderia vender o smartphone diretamente em reais, evitando a incidência do IOF de 6,38% no cartão de crédito. Além disso, nos Estados Unidos há ainda uma taxa local, que varia de estado para estado e fica em torno de 7% ou 8%.

Como a loja da Fnac fica na área de embarque, não desembarque, o que for adquirido lá entra na cota de US$ 500 para produtos comprados no exterior — a cota adicional de US$ 500 para free shops só vale no momento em que você estiver retornando ao Brasil. Inaugurado a tempo da Copa do Mundo, só três companhias aéreas operam no novo terminal 3 do aeroporto de Guarulhos até o momento: Lufthansa, TAP e Swiss.

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista, com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Relacionados

Relacionados