Notícias Jogos

The Sims 4 vai virar jogo grátis (você só precisa pagar pelos 57 DLCs)

Famoso jogo da EA vai se tornar free-to-play em outubro, porém, a empresa vai oferecer conteúdo extra para quem comprar o game base antes desse período

Ricardo Syozi
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A Electronic Arts anunciou que seu jogo de simulador de vida, The Sims 4 se tornará gratuito a partir do dia 18 de outubro. Assim, usuários das plataformas PlayStation 5, PlayStation 4, Xbox Series X|S, Xbox One e PCs, poderão fazer o download do game base. Contudo, 57 DLCs continuam sendo pagos e somam um gasto de quase R$ 5 mil; apenas dois conteúdos extras são gratuitos.

The Sims 4 (Imagem: Divulgação/EA Games)
The Sims 4 (Imagem: Divulgação/EA Games)

Com o anúncio, qualquer pessoa poderá baixar o título e se aventurar pelo dia a dia da franquia da EA. Por outro lado, quem comprar o título até o dia 17 de outubro, receberá o Kit Paraíso Deserto como um mimo. Ele adiciona um oásis moderno com muitos móveis externos e internos, todos inspirados nos desertos do sudoeste.

No entanto, não podemos deixar de ressaltar que há, no momento de publicação desta notícia, 57 DLCs pagos e 2 gratuitos disponíveis para The Sims 4. Ou seja, a experiência completa ainda exigirá que a carteira do jogador seja amplamente aberta.

Ademais, se você nunca se aventurou por um dos simuladores de vida mais conhecidos do mundo, pode ser interessante aguardar pacientemente até que o game se torne gratuito. O conteúdo extra via download fica para um outro momento.

DLCs de The Sims 4 somam um gasto de R$ 4.773,90

É sempre válido ficar de olho quando empresas usam o termo “de graça”. A versão base de The Sims 4 realmente ficará gratuita no dia 18 de outubro, mas se o jogador quiser ter toda a experiência, então bastante dinheiro precisará ser gasto. R$ 4.773,90 mais precisamente.

No total, há 4 tipos de DLCs disponíveis no jogo:

  • Pacotes de expansão: traz outras experiências e estilos de vida, como empregos diferentes e animais de estimação;
  • Pacote de jogo: adiciona locais temáticos e missões focadas em histórias. Por exemplo, é possível se tornar um vampiro ou um mago;
  • Coleção de objetos: introduz itens diversos, desde peças de Halloween ao tema natalino;
  • Kits: oferece minicoleções de objetos, como utensílios de cozinha ou roupas de algum estilo em específico.

A página do game no Steam indica cada DLC que pode ser adquirido. Colocamos cada um em nosso carrinho, inclusive os gratuitos. O resultado você pode conferir abaixo:

De qualquer forma, R$ 4.773,90 é bastante dinheiro (Imagem: Reprodução / Steam)
De qualquer forma, R$ 4.773,90 é bastante dinheiro (Imagem: Reprodução / Steam)

É claro que é possível curtir boas horas de jogatina na versão base de The Sims 4, ainda mais com ela se tornando gratuita. Porém, é impossível não notar a quantidade gigantesca de conteúdo extra que exige gastos por parte do jogador.

Você acredita que a brincadeira vale mesmo sem o pacote completo do título?

Ricardo Syozi

Repórter

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral. Entrou para o Tecnoblog em 2021.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque