TransferWise poderá atuar como corretora de câmbio no Brasil

TransferWise recebeu autorização do Banco Central para atuar como corretora de câmbio; custo de transferências deve diminuir

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
TransferWise

A TransferWise vai ficar mais competitiva no Brasil. A empresa, que atua como uma plataforma online para envio rápido de dinheiro ao exterior, recebeu recentemente autorização do Banco Central para atuar como corretora de câmbio no país.

De origem britânica, a TransferWise está no Brasil desde 2016. O seu principal atrativo é a realização de transferência internacional de recursos com custos mais baixos do que os existentes em serviços tradicionais do ramo.

A fintench informa que, desde que chegou por aqui, já movimentou mais de R$ 26 bilhões de e para o Brasil. Mas, como a empresa atua como correspondente cambial, precisa ter suas operações suportadas por bancos locais.

Com a autorização concedida pelo Banco Central, a fintench poderá reduzir ainda mais os seus custos e, com efeito, se tornar mais competitiva no país. Isso porque, podendo atuar como corretora, a TransferWise não precisará mais depender de outras empresas do ramo para realizar as suas transações.

Hoje, o custo de envio de dinheiro ao exterior praticado pela plataforma corresponde, em média, a 1,5% do valor da operação. A empresa estima que, sem intermediários, poderá fazer a porcentagem se aproximar da média global do serviço, atualmente em 0,74%.

Aumentar o leque de serviços deverá ser o próximo passo. A fintech já planeja, por exemplo, ampliar as opções de envio, permitindo transferências de pessoas físicas para instituições de ensino no exterior, por exemplo (pode ser útil para quem faz intercâmbio).

O processo de autorização não foi imediato. A TransferWise teve que esperar mais de dois anos para obter a licença do Banco Central. Mas, como dá para perceber, a espera valeu a pena.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados