O melhor do bombardeiro azul: conheça 10 jogos marcantes do Mega Man

Entre jogos que envolvem elementos de plataforma, tiro e até um pouco de metroidvanias, saiba mais sobre jogos da franquia Mega Man

André Leonardo
Por

Mega Man é uma das franquias mais antigas em atividade no mundo dos games. O bombardeiro azul teve seu primeiro título lançado em 1987. Atualmente a série conta com mais de 50 títulos, divididos em diversas séries para quase todas as plataformas. Essa presença constante e qualidade dos jogos fizeram com que o azulão tenha garantido seu espaço na história dos videogames. Para matar a saudade ou conhecer alguns títulos, confira uma lista com 10 jogos marcantes do Mega Man para jogar nos consoles ou no PC. 

Imagem Mega X4
Mega Man X4 (Imagem: Divulgação/ Capcom)

Importante: Mega Man tem um número expressivo de títulos divididos em diversas séries. Algumas delas como Mega Man Legends ou Mega Man Battle Network ficaram presas em plataformas do passado como Playstation, Game Boy Advance, Nintendo DS, entre tantas outras.

Sei que muita gente conhece outras maneiras de rodar esses jogos, porém o foco aqui são os games que podem ser encontrados com facilidade nas plataformas mais recentes e de forma oficial. Explicações dadas, vamos começar.

10. Mega Man 2

Imagem Mega Man 2
Mega Man 2 (Imagem: André Leonardo/ Tecnoblog)

A lista começa com um clássico. Mega Man 2 apresentou uma grande evolução em relação ao primeiro game da série ao contar com oito chefes memoráveis, trilha sonora marcante e um bom design de fases.

Para aqueles que assim como eu, começaram na série a partir de Mega Man 3, jogar sem o cachorro Rush, sem rasteira e sem o tiro carregado pode ser uma experiência um pouco difícil e até meio frustrante. Contudo, a coletânea Mega Man Legacy Collection conta com um sistema de “checkpoints” permitindo que você continue as fases do ponto onde morreu, algo que facilita e deixa a experiência mais agradável.

9. Mega Man 10

Mega 10
Mega Man 10 (Imagem: André Leonardo/ Tecnoblog)

Mega Man 9 foi visto por muitos como uma espécie de sucessor direto de Mega Man 2 por trazer o visual dos 8 bits, mas também por apresentar uma gameplay mais simplificada, sem elementos como o tiro carregado e o Rush. Isso poderia ser algo negativo se o game não fosse tão bem executado.

Mega Man 10 deu continuidade à fórmula e apesar de não apresentar novidades significativas em relação ao título anterior, ele oferece a oportunidade de jogar com Mega Man, Proto Man e Bass no mesmo jogo. 

Prepare-se, pois o desafio é pesado, mas o sistema de “checkpoints” de Mega Man Collection 2 deixa a experiência um pouco mais equilibrada.

8. Mega Man 3

Imagem Mega Man 3
Mega Man (Imagem: André Leonardo/ Tecnoblog)

Mega Man 3 foi lançado em 1990 após um processo de produção conturbado, tendo alguns desfalques na sua equipe e um prazo apertado para entrega. Entretanto, foi um título que apresentou novidades significativas para a série. 

Além de melhorias gráficas, surgiram novidades como o slide(rasteira) que deixou a progressão nas fases mais rápida e gerando novas estratégias contra os chefes. Falando em chefes, o game traz não apenas oito robot masters como padrão, mas também os oito chefes de Mega Man 2 em suas últimas fases. 

Mega Man 3 marcou a estreia de Rush, o cachorro de Mega Man que pode ser bastante útil para ajudar a atingir locais altos com o Rush Coil ou ainda superar desafios de plataforma e fases aquáticas com suas transformações em Rush Jet e o Rush Marine.

7. Mega Man 8

Imagem Mega 8
Mega Man 8 (Imagem: André Leonardo/ Tecnoblog)

Mega Man 8 marcou a chegada da série clássica à geração 32-bits. Com seu visual bastante colorido e sprites bem animados, esse é um dos games mais bonitos da série.

A adição de cenas em formato de anime funcionam para cativar o jogador, mesmo que a qualidade das dublagem em inglês seja bem inferior quando comparada ao original japonês.

Muitos fãs reclamam que esse jogo não adicionou nada particularmente novo na fórmula. De fato, não há muitas novidades, mas o conjunto visual em combinação com o sistema de saves e uma dificuldade mais equilibrada fazem desse título um bom ponto de entrada na série. 

6. Mega Man ZX

Imagem Mega Man ZX
Mega Man ZX (Imagem: André Leonardo/ Tecnoblog)

A série Mega Man ZX acontece centenas de anos após os eventos da saga Mega Man Zero. Diferente dos jogos anteriores, não assumimos o controle de X ou Zero, mas sim personagens compatíveis com biometais que trazem características de personagens clássicos, gerando a possibilidade de criar um personagem com habilidades únicas.

Mega Man ZX é um título que tem uma jogabilidade que mistura elementos de exploração e lembra um pouco um “metroidvania”. A série passou pelo radar de muita gente e pode valer a sua atenção. 

5. Mega Man 11

Imagem Mega Man 11
Mega Man 11 (Imagem: André Leonardo/ Tecnoblog)

Mega Man 11 foi lançado em 2018, se tornando o último game inédito da franquia. Diferente do que muitos poderiam imaginar, a Capcom decidiu apresentar um novo capítulo da série clássica ao invés de investir nas séries Mega Man X e Mega Man Zero

O game apresenta fases mais longas, com design inspirado e muitas batalhas desafiadoras contra chefes.

A grande novidade na jogabilidade é o “Double Gear System”, que utiliza engrenagens que permitem alternar a gameplay do bombardeiro azul, aumentando a potência de seus tiros ou deixando o game em câmera lenta. Essa mecânica pode ser utilizada tanto nas fases, quanto nos combates contra chefes e garantiu um sopro de novidade e estratégia que a série precisava.

4. Mega Man X2

Imagem Mega Man X2
Mega Man X2 (imagem: André Leonardo/ Tecnoblog)

Tudo o que havia de bom Mega Man X foi melhorado nesta sequência. Gráficos, design de fases, modificações na jogabilidade que deixaram o jogo mais rápido e dinâmico, como o dash ter se tornando um recurso padrão, sem a necessidade de upgrades. 

Além de contar com as clássicas cápsulas para encontrar partes das armaduras, o jogo também apresenta confrontos secretos contra três mavericks que guardam as partes de Zero, falecido em Mega Man X. Sim, Zero morre algumas vezes na série, mais ou menos como o Kuririn em Dragon Ball. 

Essas batalhas influenciam diretamente no gameplay e na narrativa, pois são ligeiramente mais difíceis, obrigando o jogador a treinar ou buscar por as armas mais efetivas. Ao optar por encarar essas batalhas é possível reconstruir Zero, evitando o confronto contra uma versão maligna do herói no final do game.

3. Mega Man Zero 2

Imagem Mega Man Zero 2
Mega Man Zero 2 (Imagem: André Leonardo/ Tecnoblog)

Novamente temos o segundo título de uma série entre os melhores jogos. A série Mega Man Zero foi lançada originalmente para o Game Boy Advance e se passa muitos anos após os eventos da série Mega Man X

Mega Man Zero 2 mantém a narrativa mais séria, conserta muitos pontos problemáticos do jogo original ao melhorar o tratamento visual e tornar a progressão mais orgânica. A dificuldade do game também foi reduzida para deixar o título mais equilibrado do que o anterior. 

2. Mega Man X 

Imagem Mega Man X
Mega Man X (Imagem: André Leonardo/ Tecnoblog)

Mega Man X foi um ponto de grandes mudanças na série. Seu lançamento em 1993 foi uma decisão inteligente por parte da Capcom, pois a fórmula utilizada na série clássica já se mostrava desgastada. 

O jogo tomou rumos mais sérios, amadureceu a narrativa, colocando uma versão mais adulta de Mega Man como protagonista. Neste jogo, nosso personagem se chama X. Esse Mega Man serviu de base para a criação de robôs com livre arbítrio, chamados reploids que convivem em sociedade com humanos.

O título trouxe gráficos muito bonitos e coloridos, aproveitando a paleta de cores do Super Nintendo. Além disso, há muitas mudanças importantes na gameplay, como o uso do pulo apoiado na parede, o famoso “wall jump”, e um sistema de evolução baseado em upgrades para a armadura de X que ficam escondidos pelas fases.

Cada upgrade garante a X uma habilidade nova como: poder usar tiros carregados mais fortes ou usar um dash que permite avançar mais rápido e pular mais longe. Isso para não falarmos do maior segredo de todos: a possibilidade de habilitar um poderoso hadouken. 

YouTube video

Pois é, a Capcom fez um crossover entre Mega Man e Street Fighter muito antes de os crossovers virarem moda.  

1. Mega Man X4

Imagem X4
Mega Man X4 (Imagem: André Leonardo/ Tecnoblog)

Mega Man X4 aproveitou o poder dos consoles de 32-bits e a capacidade de armazenamento dos CDs para colocar muitas cutscenes em formato de anime que ajudam a explicar melhor a história e aumentar a imersão do jogador. O trabalho de dublagem na versão japonesa é muito bom, diferente das versões ocidentais em que o trabalho tem uma qualidade um tanto contestável.

A maior mudança de Mega Man X4, no entanto, é a possibilidade de finalmente jogarmos com Zero o jogo inteiro. Foi preciso esperar quatro títulos para isso, mas valeu a pena. 

Embora as fases sejam as mesmas que jogamos com X, as histórias se desenrolam de maneiras diferentes. Na campanha de Zero ficamos conhecendo mais sobre o misterioso passado do personagem, sua relação com caos que acontece na história e como os fantasmas do passado assombram o robô vermelho.

A jogabilidade também funciona de forma diferente, pois X é um personagem para jogar a média e longa distância, enquanto Zero leva vantagem em curta distância. Essa mudança também influencia nas armas e habilidades obtidas ao derrotar cada chefe. 

Mega Man X4 foi o ápice da série X e deve ser jogado, mesmo que você não tenha jogado os títulos, pois grande parte da história da série é explicada neste game e as mudanças na jogabilidade fazem com que você jogue duas campanhas de formas bem diferentes.

Em quais plataformas jogar os títulos de Mega Man

Você consegue jogar os títulos de Mega Man citados neste texto nas seguintes coletâneas que estão disponíveis para Nintendo Switch, PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series S|X e PC. 

  • Mega man Legacy Collection 
  • Mega man Legacy Collection 2 
  • Mega Man X Legacy Collection 
  • Mega Man X Legacy Collection 2 
  • Mega Man Zero/ ZX Legacy Collection

A exceção é Mega Man 11, lançado de forma individual, mas que pode ser encontrado nas plataformas citadas. 

Essa foi uma das listas mais difíceis que montei aqui no Tecnoblog, devido à quantidade enorme de títulos e o número de jogos bons com características diferentes. Espero que tenha ajudado você a conhecer ou quem sabe dar uma chance a outros títulos da franquia Mega Man.

Provavelmente deixei algum dos seus jogos favoritos de fora, mas comente aí e compartilhe sua opinião sobre os seus títulos preferidos da série Mega Man.