criança

Artigos de criança

O que as crianças buscam na Internet?

às 11h10 por

Crianças usam a Internet, nos computadores de casa e do colégio, nos celulares e também nos tablets. Elas, que já nasceram em um mundo conectado, estão completamente em casa no espaço digital. O mercado de produtos e aplicativos infantis é vasto, incluindo recursos de controle de pais e bloqueio de sites inadequados. O que você deve saber sobre a lei de proteção de dados pessoais do Brasil

Toshiba lança notebook especialmente para a molecada

às 19h36 por

A japonesa Toshiba e a rede norte-americana Best Buy lançaram no começo desta semana o notebook Satellite L735D, "desenvolvido especialmente para crianças". Em comum com os computadores "adultos", o modelo tem sua tela de 13,3 polegadas LED com a curiosa resolução de 1300x708 pixels, processador AMD E-Series de humilde 1,3 GHz, webcam e uma bateria capaz de trabalhar (no caso, estudar) por 5 horas e meia com uma única carga.O lado infantil do aparelho aparece em seu acabamento "com cores vivas a resistentes a impressões digitais", que alt

Bebê é batizado de "Like" em homenagem ao Facebook

às 18h46 por

O onipresente botão "curtir" que o Facebook conseguiu disseminar pela web inspirou um casal israelense na dura hora de escolher um nome para sua mais nova recém-nascida. Filha de Lior e Vardit, Like Adler nasceu na semana passada na cidade de Hod Hasharon, próxima a Tel Aviv. "O Facebook se tornou um símbolo desta geração. As pessoas batizam seus filhos com nomes bíblicos por causa do que eles representam, e este é um dos ícones mais famosos do mundo", afirmaram os orgulhosos pais ao jornal local

Mãe mata bebê por causa de videogame

às 14h29 por

Apesar de hoje ser um 1º de abril, aí está uma notícia que gostaríamos que fosse mentira. Uma menina de apenas 3 anos de idade foi assassinada no Japão depois de atrapalhar sua mãe enquanto jogava videogame com o namorado. O caso aconteceu em 30 de março na cidade de Osaka. As autoridades locais encontraram o corpo da bebê com as mãos e os pés amarrados dentro de um saco de lixo lacrado. Momentos depois a mãe da menina, uma jovem de 26 anos chamada Yui Tanaka confessou que cometeu o crime com a ajuda de seu namorado, um rapaz de 20 anos, porque a

Facebook vira nome de recém-nascida

às 17h32 por

Tem gente por aí que já colocou o nome do cachorro de Google, o do gato de Yahoo e está seriamente pensando em nomear o papagaio de Foursquare. Tudo bem, são bichos de estimação, então não há tanto problema em dar esse tipo de nome. Mas teve um pai egípcio que resolveu homenagear uma rede social ao chegar no cartório e escolher o nome para a filha recém-nascida. Sim, Facebook foi a escolha desse egípcio. O sujeito em questão está na casa dos vinte anos, com as emoções à flor da pele por ter participado de uma revolução popula

Guri de 11 anos torna-se analista da Microsoft

às 14h49 por

Alguns indivíduos nascem virados para a lua, disso eu não tenho a menor dúvida. Mas tem alguns prodígios que merecem ainda mais a nossa atenção, pelo muito que eles conseguem alcançar com tão pouca idade. Um egípcio de 11 anos é o que está dando o que falar ultimamente, pois o guri conseguiu simplesmente se tornar um analista tecnológico da Microsoft. Sim, o pré-adolescente já tem ligação com uma das maiores empresas de TI do mundo. Mahmoud Wael sempre teve facilidade para raciocinar. Logo ao

25% dos bebês têm perfis na web antes de nascerem

às 12h14 por

Pesquisa realizada pela empresa de segurança AVG mostra que um em cada quatro bebês já tem um perfil em redes sociais antes de seus nascimentos, mantidos, obviamente, por seus pais babões. Segundo o levantamento - feito no Reino Unido, França, Alemanha, Itália, Espanha, EUA, Canadá e Austrália - no exato instante de seu nascimento uma criança já tem em média seis meses de "vida online" em sites como o Facebook ou Twitter. Os números ainda mostram que 7% dos recém-nascidos já têm contas de e-mail,

Rede social para crianças

às 16h03 por

Convenhamos, uma rede social normal pode não ser o ambiente adequado para uma criança. Existem comunidades que evocam a criminalidade, banalizam o consumo de álcool e por aí vai. Pensando nisso, uma startup americana desenvolveu o que, ao menos por enquanto, é a rede social voltada especialmente para crianças. Trata-se da Togetherville.