Há quase 12 anos um mod de Half-Life surgia na rede desencadeando uma nova mania. Lan houses ficavam entupidas de jogadores que passavam horas jogando Counter-Strike. Quem nunca aqui virou a noite nos chamados corujões? Mais de uma década depois, CS está de volta na versão Global Offensive. E o game, por mais que seja uma cara nova pra um velho conhecido, já me deixou com vontade de chamar os amigos pra virar a noite jogando mais uma vez.

CS: Global Offensive não muda muita coisa em relação ao CS: Source ou o Counter-Strike 1.6 que todos devem conhecer. Ainda usando a Source Engine, mas dessa vez com os gráficos atualizados. Mais bonito e com uma interface atualizada, o game não tem nenhuma novidade. As armas são quase todas as mesmas e os modos de jogo se resumem aos mapas DE, de Defuse, aonde os terroristas devem plantar uma bomba, e CS, de resgatar os reféns.

Todas as armas do jogo. Quantas você lembra de nome?

Logo de cara ao jogar, me deparo com velhos conhecidos. Mapas clássicos como DE_Dust, DE_Aztec, CS_Italy e DE_Inferno ganharam uma cara nova. Todos mais realistas, mas sem perder os layouts e as formas de jogar conhecidas. A portinha na Aztec por exemplo continua sendo um lugar muito perigoso.

Fora os modos clássicos, uma arma nova chamou atenção. Chamada de Zeus, é um taser de um único tiro. Pra que matar na faca se você pode descarregar alguns milhares de volts no CT mais próximo? Outras duas novidades foram as granadas. A granada decoy é a mais barata da lista e não faz nada, senão enganar o inimigo de que alguma coisa pode explodir bem próximo. Já o Molotov é uma bomba que ao explodir deixa uma área do chão em chamas, causando dano a todos os jogadores que pisarem por ali. Bem útil para corredores pequenos e portas.

Também foram adicionados dois modos de jogo bem parecidos. O Arms Race é uma corrida em que ganha o primeiro jogador a matar um adversário com cada arma do jogo. Sem times, é um estilo de jogo nos moldes de um Deathmatch. Já Demolition é outro modo parecido em que os jogadores começam com as melhores armas do jogo e a cada sucesso ao matar um adversário, ele vai recebendo armas progressivamente mais fracas até o desafio final com a faquinha.

Outra novidade é com relação aos bots. Além de mais inteligentes agora enquanto você espera o fim de uma partida, você pode assumir o controle de um dos bots. Bom pra quem quer entrar na ação rapidamente e não quer ficar esperando o jogo acabar. Muito útil naquelas partidas online em que o time adversário inteiro resolve campear. Os menus também foram simplificados pra compra de armas. Agora ao invés de 8 categorias diminuíram para 6: pistolas, SMGs (submetralhadoras), rifles, heavy (armas pesadas como shotguns e metralhadoras), gear (equipamento) e granadas.

O sistema de matchmaking facilita bastante a procura de servidores. Em nenhum momento tive que esperar mais do que alguns segundos para encontrar um servidor de baixa latência dentro do modo de jogo que procurava.

Pra quem procura um jogo novo, CS Global Offensive pode decepcionar um pouco, mas, pra quem está buscando algo familiar e passar boas horas jogando um upgrade do velho conhecido, CS:GO pode ser uma bela escolha. O game está disponível por US$ 14,99 (aprox. R$ 31) na Steam para PC e Mac, como também para Xbox 360 e PS3 na Live e PSN respectivamente.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Pone

Já existem hacks e tudo http://csgohacks.me/free-cs...

Agronopolos
Quando tiver o mapa CS_Rio me chame que jogaremos
Seqko
Por 15$ não dá nem vontade de piratear....
Diego
Bem que a MS podia refazer o AOE2 :P
UgOw
o segredo do sucesso...
Walter Afini
Quer gráfico, jogue crysis. =P
Matheus
Qual a configuração minima para rodar o cs.go ?
Smess
As fotos desta postagem estão com configurações gráficas muito baixas. Qual placa de vídeo foi usado para tirar esses screens?
@mlhz
não vi o cs rio no ps3
@mlhz
joguei ontem, a psn liberou 1 hora de testes. NO ps3 deu uns erros estranhos, falta um zoom na mira (pelo menos eu não consegui). gráfico mediano. Mas a jogabilidade é muito boa. Lembrei os velhos tempos.
Rodrigo
Comprei para PC, 1 hora antes de ser lançado por isso paguei o preço de promoção pre-venda R$26 reais U$13 pelo steam. Esse jogo não é para vc ficar babando nos gráficos, é um jogo para players, não é para passar tempo ou diversão sem proposito (vc até pode fazer isso) mas o foco principal são jogadores com estrategias e esquemas algo um pouco mais "serio", isso só para o pc, consoles ficam de fora não tem qualquer chance contra a precisão de um mouse e teclado. Eu até achei os gráficos detalhados de mais, isso prejudica na jogabilidade, acaba camuflando os personagens ainda mais quando a distancia é longa desliguei tudo em pro do FPS, mesmo para quem tem uma placa de 2 mil reais, a musica enjoa depois q vc fica 6 horas jogando, esta bem legal como em 1999!
Guilherme Harrison
tem TUDO a ver com o CS:S. hehe. É o bom e velho engine Source que foi publicado em 2004 com o HL2 e vive bem até hoje. Joguei o beta dele e, pra mim, pouca coisa me incomodou, quando diz respeito à gráficos (só a reação dos inimigos morrendo que está meio ultrapassado, não usando o Euphoria). Quando se compara com os jogos antigos (que é o que você faz quando joga), você fica impressionado. Quando se compara com CoD, aí sim ele é feio.
@kadugaspar
Quem nunca juntou os amigos para jogar Counter-Strike 1.6 na lan house não sabe o que é viver!
Devlon
Algumas caneladas da matéria: - DE significa Demolition - Arms Race tem times, mas a vitória é individual; - Em Arms Race as armas são agrupadas por categorias (Rifles, Shotguns, Snipers, Pistolas e faquinha) e não são necessariamente cada vez mais fracas. - Demolition é o clássico CS sem a possibilidade de escolha de armas - Você pode assumir os Bots "livres" não só quando entra atrasado na partida, mas quando você morreu também.
Devlon
Eu realmente achei o jogo BEM melhor do que o Source, mas dizer que não tem nada a ver com o CS:S é meio que um exagero. Acho que o jogo está mais equilibrado. Sempre que morro, percebo que fiz alguma caquinha e não necessariamente que um cidadão deu um headshot impossível a 300m de mim enquanto pula de uma esquina. Uma das principais alterações destinadas ao equilíbrio é que as armas estão com o recoil mais aleatório, o que impede aquelas técnicas de "mire na coxa esquerda que o terceiro tiro é headshot" que tinha no CS:S.
Exibir mais comentários