Início » Celular » Descanse em paz: Twitter descontinua Vine

Descanse em paz: Twitter descontinua Vine

A matança já começou

Por
3 anos atrás

Depois de anunciar um crescimento fraco e a demissão de 350 funcionários, o Twitter informou nesta quinta-feira (27) que está descontinuando os aplicativos móveis do Vine, rede social de vídeos lançada em 2013. Em termos mais diretos, o Twitter está matando o serviço, que não conseguiu enfrentar a concorrência pesada do Snapchat e Instagram.

Em comunicado, o Vine afirma que os aplicativos para Android, iPhone e Windows Phone, única forma de enviar os vídeos para a rede social, serão descontinuados “nos próximos meses”, sem revelar uma data específica. No entanto, o site deverá permanecer no ar por tempo indeterminado, com todo o conteúdo que já foi produzido pelos usuários.

vine-logo

O Vine surgiu originalmente como uma rede social de vídeos de seis segundos; os vídeos curtos eram reproduzidos em loop e havia um contador de “loops” embaixo de cada conteúdo. Em julho, o Vine flexibilizou as regras para permitir vídeos de até 140 segundos. Um dos usuários mais ativos do serviço era o ator canadense King Bach: ele tem 16,2 milhões de seguidores e mais de 6 bilhões (!) de loops.

Apesar de matar o Vine, o próprio Twitter está apostando fortemente em vídeos para tentar salvar sua vida: mesmo depois de 10 anos de operação, a empresa ainda não é lucrativa. O Twitter já suporta vídeos de até 10 minutos e deverá investir bastante em streaming de vídeos ao vivo — por enquanto, a rede social está nesse mercado com o Periscope.

Será que o Twitter vai sobreviver?

Mais sobre: ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.