Início » Finanças » McDonald’s testa Pix para pagar via autoatendimento no Brasil

McDonald’s testa Pix para pagar via autoatendimento no Brasil

Pix pode ser usado em totens do McDonald's para pagamento de sanduíches e combos de fast food; saiba como funciona

Felipe Ventura Por

O Pix, sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central, não é apenas uma forma de transferência alternativa ao DOC e TED: ele pode ser usado para quitar faturas da Claro e TIM, adquirir créditos da Uber e realizar compras via maquininha de cartão. O McDonald’s está testando este recurso em algumas unidades no Brasil, e um leitor do Tecnoblog conta como foi a experiência.

McDonald's (Imagem: Divulgação)

McDonald’s (Imagem: Divulgação)

Como é pagar com Pix no McDonald’s

César de Tassis Filho, analista de projetos no NIC.br, encontrou a opção Pix nos totens de autoatendimento do McDonald’s no Shopping Morumbi, em São Paulo. A novidade aparece ao lado dos botões para pagamento via débito ou ticket, crédito e carteira digital (Mercado Pago).

Ao tocar no botão Pix, apareceu um QR Code dinâmico na tela da maquininha de cartão, explica César; no caso do Mercado Pago, ele pode aparecer no display do totem ou ser impresso em um recibo.

Para usar o Pix, é necessário pegar o celular, abrir o app do banco ou fintech, escolher a seção Pix e tocar no botão QR Code para escanear o código com a câmera.

Pix no McDonald's (Imagem: César de Tassis Filho)

Pix no McDonald’s (Imagem: César de Tassis Filho/Twitter)

O pagamento foi confirmado de forma instantânea: “foi questão de 1 segundo após colocar a senha no aplicado do banco e liberar a compra no totem do McDonald’s”, afirma César. No extrato, aparece que o dinheiro foi para a Arcos Dorados, maior franquia McDonald’s do mundo; a conta é do Santander, e a maquininha é da Getnet.

Para experimentar o Pix, César preferiu não arriscar e fez uma transação de valor baixo. “Meu almoço desse dia, eu paguei no bom e velho cartão de crédito”, ele diz ao Tecnoblog, “mas fiquei curioso, decidi voltar e testei o pagamento por Pix comprando algo barato; peguei uma promoção de duas tortinhas por R$ 7,90 — se desse problema, meu prejuízo não seria tão grande”.

Pix no McDonald's (Imagem: César de Tassis Filho)

Pix no McDonald’s (Imagem: César de Tassis Filho)

Não é todo McDonald’s que aceita o Pix ao comprar uma casquinha ou Big Mac. Por exemplo, eu fui até a unidade da Henrique Schaumann, também em São Paulo, que costumava receber novidades primeiro, mas o totem não incluía essa opção.

Em comunicado ao Tecnoblog, o McDonald’s afirma que os experimentos ficam restritos neste momento a “algumas unidades da rede para verificação do funcionamento da nova tecnologia e as eventuais adaptações necessárias para sua adoção”.

Segundo a rede de fast food, os testes da opção Pix como meio de pagamento em restaurantes começaram em 16 de novembro de 2020. Ela promete comunicar aos clientes quando o recurso estiver mais amplamente disponível.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

João Almeida (@Joao_Almeida)

Pix tem tudo pra ser nosso WeChat e o melhor é que não precisa ser concentrado num único app