Pix

Artigos de Pix

Pagamento via Pix no iFood vai ficar mais fácil para quem tem conta no Itaú

às 15h24 por

O Pix é bastante descomplicado: na maioria dos casos, basta digitar uma chave ou ler um QR Code, colocar o valor da transferência e pronto. O iFood e o Itaú, porém, querem deixar isso ainda mais fácil. Agora, será possível fazer um pedido no app de delivery, escolher o Pix nas opções e digitar a senha do banco para concluir o pagamento. A troca entre aplicativos é automática. Como com

Mercado Pago lança seguro para Pix com indenizações de até R$ 10 mil

às 19h04 por

O Mercado Pago anunciou nesta quinta-feira (14) o lançamento de um novo seguro contra transações indevidas feitas por Pix. A novidade chega em um momento de crescimento de golpes e crimes envolvendo a ferramenta financeira. Agora, clientes podem contratar o serviço e contar com indenizações de até R$ 10 mil reais mensais contras perdas envolvendo envios realizados sob coação. Pix tem mais um recorde d

Saque via Pix não cobra taxa nem exige cartão na rede Saque e Pague

às 12h34 por

A Saque e Pague liberou a retirada de dinheiro gratuita via Pix e QR Code. O serviço da rede de caixas eletrônicos, que é conhecido como QR Saque, está disponível para ser utilizado sem custos por pessoas físicas de qualquer instituição financeira. Segundo o site da companhia, o benefício pode ser usufruído até 28 de novembro de 2021. 25 perguntas e respostas sobre o Pix

Posso mudar uma chave Pix? [Telefone ou e-mail]

às 14h12 por

Existem quatro tipos de chaves Pix que podem ser cadastradas para validar as transferências bancárias em sua conta: CPF/CNPJ, chave aleatória, número do celular e e-mail. Com a possibilidade de alterar seu endereço eletrônico ou telefone, é normal que apareça o questionamento sobre mudar uma chave Pix. Confira abaixo como seguir caso aconteça com você. 

Quais as regras de limites do Pix para transferências noturnas?

às 15h08 por

O Banco Central definiu novas medidas para transferências noturnas via Pix. A resolução, que entrou em vigor no dia 4 de outubro de 2021, afeta todas as instituições financeiras cadastradas no órgão e visa coibir fraudes e crimes que usam a ferramenta de pagamento instantâneo. Abaixo, vou te explicar quais as regras de limites do Pix para transferências noturnas. O que fazer com

O que fazer com a chave Pix ao trocar o número de celular?

às 13h21 por

O Pix vem batendo recorde de transações, sendo um dos meios de pagamento mais utilizados do momento. Há quatro tipos de chaves, sendo que uma delas é o número de telefone. Mas ao trocar de chip, o que fazer com o número antigo cadastrado no banco? Abaixo, vou te explicar qual ação deve ser tomada para evitar problemas. 5 dicas de segurança para não cair em golpes do Pix

Pix tem recorde de transações em meio a vazamento de chaves

às 12h05 por

O Pix se tornou o queridinho dos brasileiros na hora de pagar ou transferir dinheiro. Na sexta (1), a ferramenta do Banco Central bateu recorde de operações financeiras realizadas em um único dia. Foram mais de 40 milhões de pagamentos instantâneos efetuados, e um montante de mais de R$ 26,8 milhões movimentados. Na quinta-feira (30), o BC comunicou o vazamento de 395 mil chaves de Pix, uma brecha que veio do Banese.

BC comunica vazamento de 395 mil chaves Pix sob responsabilidade do Banese

às 20h00 por

O Banco Central (BC) acaba de comunicar, na noite desta quinta-feira (30), o vazamento de 395 mil chaves Pix que estavam sob responsabilidade do Banco do Estado de Sergipe S.A (Banese). Segundo a nota enviada à imprensa pela autoridade, as informações foram expostas devido a "falhas pontuais" nos sistemas da instituição financeira. 5 dicas de segurança para não cair em golpes do Pix

Alexandre Frota propõe suspensão do Pix em novo projeto de lei

às 19h03 por

Mais um projeto de lei para derrubar o Pix, ferramenta do do Banco Central. Dessa vez, o autor da proposta é o deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP), que a apresentou no plenário da Câmara dos Deputados nessa quinta-feira (30) . Ele propõe que bancos e demais instituições financeiras suspendam as transferências pela opção de pagamento instantâneo do BC, sob a justificativa de que criminosos estão usado o Pix em vez da "saidinha do banco".

Pix: BC anuncia bloqueio preventivo por fraude e mais medidas de segurança

às 20h48 por

O Banco Central (BC) anunciou, na noite desta terça-feira (28), as novas medidas de segurança para o Pix, seu sistema de pagamentos instantâneos. Entre as soluções, está o bloqueio preventivo de recursos por até 72 horas e a obrigatoriedade de notificação em caso de suspeita de fraude. O BC afirma que as medidas entram em vigor no dia 16 de novembro — quando o Pix completa um ano de lançamento.

Limite de R$ 1.000 no Pix já tem data para entrar em vigor, diz BC

às 11h17 por

O limite de R$ 1.000 para transferências noturnas do Pix vai começar a valer a partir do dia 4 de outubro. Em nota divulgada na tarde de quinta-feira (23), o Banco Central (BC) aprovou a resolução com as novas regras, que devem afetar todas as instituições financeiras cadastradas no órgão, de bancos a operadoras de pagamento. Inter Cel, operadora do Banco Inter, é relançada em parceria com a Vivo

Transações via celulares crescem no Brasil, mas caem no desktop, aponta BC

às 17h30 por

Um novo estudo realizado pelo Banco Central do Brasil (BC) indicou um aumento significativo nas transações financeiras realizadas em dispositivos móveis em 2020. Os dados revelam que o brasileiro está cada vez mais digitalizando suas finanças, movendo o pagamento de contas, impostos e transações entre contas bancárias para aplicativos. O levantamento também revelou um aumento expressivo no uso de cartões pré-pagos.

Pix: Itaú, Bradesco e BB cobram até R$ 150 de clientes PJ; veja tarifas

às 12h52 por

Enquanto o Pix é totalmente gratuito para pessoas físicas, pessoas jurídicas (PJ) podem pagar caro pelo serviço de transferências instantâneas. Alguns dos principais bancos presentes no mercado brasileiro podem isentar as contas empresariais tanto no recebimento quanto no envio como a Caixa, Inter, C6 e Nubank. Porém, o Itaú, Banco do Brasil e Bradesco podem cobrar até R$ 150 por operação.

Procon-SP pede ao Banco Central que Pix tenha limite mensal de R$ 500

às 15h17 por

Em reunião na quarta-feira (15) com representantes do Banco Central (BC), o Procon-SP pediu para que fosse imposto um novo limite de transferência via Pix. O órgão pró-consumidor quer que o usuário transfira apenas R$ 500 ao mês. O intuito da medida é criar um mecanismo de segurança para coibir fraudes. Exclusivo: Brasileiros que operavam fazenda de bitcoin entram na mira do MPF

Aumentar limite do Pix no Nubank e grandes bancos é mais fácil do que deveria

às 12h31 por

Os casos de sequestros-relâmpagos para roubos através de transferências do Pix vêm causando preocupação. Segundo um especialista em segurança da informação, reduzir os limites para transações feitas na plataforma pode ajudar a evitar que os criminosos "limpem" as contas das vítimas. Ainda assim, durante os testes realizados pelo Tecnoblog, instituições como o Nubank, Bradesco e C6 Bank autorizaram o aumento desses valores imediatamente após a solicitação pelos apps para celular.

TSE pode investigar atos pró-Bolsonaro por financiamento via Pix e bitcoin

às 18h31 por

Deputados da oposição estão pedindo que se investigue como os protestos a favor do atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, foram financiados, sugerindo que manifestantes teriam sido premiados com valores enviados através de Pix e criptomoedas como o bitcoin (BTC). Uma petição foi feita para solicitar a abertura de um inquérito para apurar os fatos, que poderiam caracterizar uma série de condutas proibidas a agentes públicos.

Segurança no Pix: deputado pede explicações a Paulo Guedes e BC

às 12h48 por

Pix e criminalidade: a associação entre o uso da ferramenta de pagamento instantâneo e o aumento de sequestros-relâmpago foram o motivo para um requerimento do deputado federal Lucas Vergílio (Solidariedade-GO). Ele pediu explicações ao ministro da Economia, Paulo Guedes, e ao presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, sobre os mecanismos de prevenção a fraudes no Pix adotados por seu criador.

Deputado quer banir Pix em SP após aumento de crimes: “tentação do bandido”

às 16h25 por

A onda de sequestros-relâmpago relacionados ao Pix, sistema de pagamento instantâneo do Banco Central (BC), levou o deputado estadual de São Paulo, Paulo Campos Machado (Avante), a propor um projeto de lei que bane o uso do Pix no estado. O texto proíbe todas as instituições financeiras, como bancos e empresas de pagamento, de oferecerem a ferramenta do BC aos usuários. PF deflagra nova operação contra p

5 dicas de segurança para não cair em golpes do Pix

às 10h00 por

O Pix bateu a marca de 743 milhões de transações realizadas de novembro de 2020 — período que foi implementado pelo Banco Central — até junho deste ano, com movimentações ultrapassando R$ 441 bilhões. Esse crescimento tem atraído a atenção de fraudadores, que já aplicaram diversos tipos de golpe. Por isso, é importante ficar atento para evitar que seu dinheiro seja roubado. Abaixo, vou te mostrar 5 dicas de segurança para não cair em golpes do Pix.

Pix: BC vai implementar mais limites em transações a pedido de bancos

às 18h24 por

A crescente onda de sequestros e crimes envolvendo o Pix levou o Banco Central a considerar o apelo de bancos para flexibilizar as regras de uso da ferramenta. Lançada em novembro de 2020, a opção de pagamento instantâneo vem sendo usado por criminosos; eles exigem que a vítima faça grandes transferências durante assaltos, ou aplicam golpes via mensagens de WhatsApp, prática que ficou conhecida como “Golpe do Pix". Prefe

Banco não tem que devolver Pix feito após furto de celular, decide Justiça

às 15h12 por

Não são raros os relatos de pessoas que tiveram o celular furtado ou roubado e, em seguida, descobriram que valores foram subtraídos de sua conta bancária via Pix. Muitas vítimas tentam responsabilizar judicialmente a instituição que mantém a conta, mas, em um processo do tipo, uma juíza entendeu que o banco não tem culpa pelo Pix indevido. Pix é usado como isca em novos golpes via SM

Pix é usado como isca em novos golpes via SMS para roubar dinheiro

às 16h39 por

Criminosos estão inventando novas formas de roubar dinheiro usando o Pix, sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central. Desta vez, a ferramenta é usada como isca em um golpe via SMS. Segundo um relatório da empresa de cibersegurança Kaspersky, o novo esquema é uma evolução de outra tática usada há alguns anos: a fatura falsa por e-mail. Golpes com Pix: Febraban lista

Pix bate recorde e ultrapassa 40 milhões de transferências em um dia

às 19h28 por

O Pix, sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central (BC), bateu um novo recorde na última sexta-feira (6) ao registrar 40,46 milhões de transferências em um único dia. A situação aconteceu às vésperas do Dia dos Pais, comemorado no último domingo (8), e movimentou R$ 24,8 bilhões, com um valor médio de R$ 614,72 por transação. Como criar um QR Code do Pix para receber pagamentos

AliExpress agora aceita Pix para pagamento de compras internacionais

às 07h51 por

O AliExpress anunciou uma nova forma de pagamento para compras internacionais. Desde terça-feira (3), a loja virtual liberou o Pix a todos os seus consumidores, garantindo mais uma opção para fazer as transações na plataforma. O boleto bancário, cartões de débito e crédito e a transferência continuam disponíveis aos clientes. Como comprar no AliExpress [5 Dicas] O que é

Transporte público no Rio terá pagamento via Pix com novo bilhete digital

às 12h49 por

A Secretaria de Transportes da prefeitura do Rio de Janeiro anunciou na quarta-feira (23) um modelo de bilhetagem eletrônica para quem usa transporte coletivo na capital fluminense. O novo sistema de passagens vai contar com pagamentos por QR Code, cartão bancário, celular — com uso do Riocard ou carteiras digitais — e Pix. A previsão da prefeitura é deixar de usar totalmente dinheiro físico até 2023. BC cria serviço de iniciação no Pix que facilita paga

Pix pode ser usado para pagar custas judiciais, primeiro na Paraíba

às 12h32 por

Despesas de disputas judiciais no Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) vão poder ser pagas usando o Pix a partir de setembro. Mais de 700 instituições financeiras devem permitir que o cidadão utilize o meio de pagamento do Banco Central (BC) para cobrir custas judiciais no TJPB, que antes só poderiam ser pagas em agências bancárias. Bitcoin cai para abaixo dos US$ 30 mil e quase zera valorização de 2021

Fraude em ligações e no uso de cartões são principais golpes na pandemia

às 19h07 por

Uma nova pesquisa da Febraban (Federação Brasileira de Bancos) constatou que quase metade dos brasileiros já sofreu alguma tentativa de golpe via ligação ou mensagem por redes sociais durante a pandemia. A maioria tem medo de ser vítima de armações financeiras de criminosos pela internet. Falha grave no Windows é explorada devido a código liberado por engano

Pix supera soma de transações em TED, DOC e boleto, diz Banco Central

às 14h24 por

O Pix não tem nem um ano de operação, mas já é seguro afirmar que o sistema de transferências e pagamentos instantâneos caiu no gosto dos brasileiros. De acordo com Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, há alguns meses que transações via Pix superam a soma de operações baseadas em TED, DOC, cheque e boleto bancário. Nubank leva Conta PJ gratuita para mais clientes microempreendedores

Banco Central planeja lançar cartão Pix para pagamentos offline

às 15h35 por

Para que você possa pagar uma compra via Pix na farmácia, por exemplo, seu celular precisar de uma conexão à internet. Mas o Banco Central já fala em uma alternativa offline: em um evento realizado nesta quarta-feira (30), o presidente da instituição, Roberto Campos Neto, deu a entender que o "cartão Pix" pode chegar em breve. Transações pelo celular já são metade das operações bancárias, diz Febraban

Pix do Nubank ficou fora do ar nesta quarta (30); fintech sugeria usar TED

às 13h09 por

O Pix do Nubank esteve fora do ar nesta quarta-feira (30), conforme avisava o aplicativo oficial para Android e iPhone: ou seja, clientes não podiam fazer transferências instantâneas para outros bancos. Em vez disso, a fintech recomendava usar o TED para enviar dinheiro. Além disso, alguns usuários se queixaram que não conseguem receber Pix na conta, nem conferir o extrato. Os problemas foram resolvidos.

Transações pelo celular já são metade das operações bancárias, diz Febraban

às 19h31 por

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) divulgou nesta quinta-feira (24) uma pesquisa que aponta transações feitas pelo celular como metade das operações bancárias feitas em 2020. O mobile banking, como foi chamado pelo setor, já acumula mais transferências do que todos os outros meios financeiros, como internet banking e POS (ponto de venda). O estudo foi feito em parceria com a consultoria Delloite. Moedas digitais estatais, em estudo até no Brasil, recebem

Senhas salvas no celular facilitam roubo via apps de banco, diz Febraban

às 18h22 por

Os golpes de quadrilhas que roubam celulares e acessam contas bancárias das vítimas já motivou o Procon-SP a notificar bancos, fintechs e associações bancárias; e as fabricantes de celular Apple, Samsung e Motorola. Agora, a Febraban – Federação Brasileira de Bancos – avisa que a maior parte dos criminosos usa informações salvas em aparelhos, como senhas, e dá

Golpe do Pix agendado já rouba dinheiro de vítimas; saiba como evitar

às 14h55 por

O Pix, serviço digital que facilita a transferência e pagamentos por meio de uma chave, está sendo cada vez mais utilizado entre brasileiros. Com ritmo de uso acelerado, criminosos também criaram golpes em torno da ferramenta; um deles é conhecido como golpe do Pix agendado, em que golpistas usam uma transferência falsa como isca para pedir dinheiro à vítima. Quadrilha em SP furta celulares para roubar dinheiro de contas bancárias

Carregar mais posts