Rumores que surgiram em sites especializados nesta segunda-feira apontam que a Amazon tem planos de iniciar a venda do Kindle no Brasil ainda em 2012.

Segundo o site brasileiro PublishNews, os escritórios da Amazon no país têm planos de oferecer a versão mais barata do leitor de ebooks por R$ 199 ao público local, “podendo num segundo passo baixar para R$ 149”. A versão mais simples do aparelho é vendida nos EUA com preços a partir de US$ 79 (R$ 135).

Segundo o site Publishin Perspectives, em janeiro a empresa norte-americana contratou um executivo de contas, chamado Mauro Widman, para a missão de negociar a distribuição de livros pelo Kindle com as editoras tupiniquins. Até o momento em treinamento na sede da Amazon, Widman deverá iniciar as conversas com as empresas brasileiras “mês que vem”, podendo se extender até a metade do ano.

Até o momento não existe qualquer data ou versão do aparelho confirmadas para chegar de maneira oficial às lojas brasileiras. No ano passado, os Kindle 1 e Kindle 2, lançados em 2007 e 2009, respectivamente, foram homologados pela Anatel e receberam autorização para serem comercializados no país. Atualmente o modelo mais simples da linha atende apenas pelo nome de Kindle, tem tela tela e-Ink de 6 polegadas e é capaz de acessar a internet por WiFi.

Outro país que deverá receber o Kindle ainda este ano é o Japão. O aparelho irá chegar ao país pelas mãos da operadora de telefonia NTT DoCoMo, e os usuários não deverão ser cobrados pelo tráfego de dados ao comprar conteúdo de sua loja oficial.

Com informações: The Next Web, Reuters, PaidContent

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@LBKatan
Verdade, cara. Dá pra fazer muita coisa com o mundo digital. Ainda mais se ele for aberto para o povão. \o/
Rodrigo Fante
Se acontecesse de vir a R$199,00 compraria na hora.
Arthur Novello
Isso é bom até para livros já concretizados na forma física, pois assim os autores poderiam lançar historias "alternativa", como uma passagem de algum personagem do livro principal, etc...
@AntonioVeras
Nâo sei não. Trabalhei num hipermercado e carga mais pesada que eles tinham era a de resma papel. É monstruoso o peso daquilo. E isso levado em consideração na cobrança de frete.
@AntonioVeras
O que adianta um leitor barato, se os livros digitais são os olhos da cara? Por incrível que pareça já vi livro digital mais caro que o físico e no mesmo site. Como um livro que não usa papel, não usa frete e nem espaço em depósitos ou estante poder ser mais caro? Alguém me explica esse DRM aí, porque eu faltei no dia que a professora passou isso.
G.Holmes
Esse é o meu medo...
@LBKatan
Isso pode até ajudar na formação cultural. Quem gosta de escrever e não tem alcance com o próprio livro por causa dos custos, vai ficar mais livre. Até eu me empenharia mais em meus escritos. Provavelmente não cobraria, só pra ter um alcance maior =D
@LBKatan
"It's scary because it's real." Pode mesmo acontecer, mas mantenhamos a esperança.
@LBKatan
Mas, com o incentivo do preço, e o chamariz da tecnologia, aliados a algumas estratégias usando o "grátis!", dá pra mudar isso. É só os grandes se interessarem pela ideia.
Chok0s
Então logo teremos escritores com seu próprio "e-comerce" sem precisar passar pelas livrarias... o cara escreve transforma em pdf e vende no próprio site ? rsrsr pode isso Arnaldo ?
Ramon Melo
Não vão conseguir, o lobby da Positivo é muito forte. O governo federal vai meter imposto para "manter a competitividade da indústria nacional".
Alexandre
Se chegar a esse preço seria muito bom, mas dada a nossa economia e os tributos, sei nao. Outra coisa é o "ecossistema" amazon que nao tem no Brasil. Ia ser bem brochante ter o kindle e nao tem loja de livros para o pais, a exemplo da app store android da amazon. Ate cheguei a baixar o app mas nao pode dada a regiao... Para quem nao conhece o kindle, é muito interessante. É absurdamente leve e a tela, embora monocromatica, é impressionante... a bateria entao, nem se fala.
André Catapan
Tô doido por um Kindle. Por esse preço - 199, eu comprava até na pré-venda. Se você considerar que e-readers nacionais possuem preços acima de 500 reais, e o Kindle no Mercado Livre raramente sai por menos de 400 reais, 199 é um ótimo negócio. Espero que dê certo, mas se demorar muito vou tentar importar ou então comprar no ML mesmo.
bawlaw
legal.. pena que venderia apenas umas 15mil unidades visto que o Brasil não é nem de perto um país letrado e com cultura de leitura
Gaba
Espero que as outras empresas realmente baixem os preços!!
Exibir mais comentários