Nesta segunda-feira (17), o Google Play Música (lá fora, Google Play Music) fez a sua tão esperada estreia oficial no Brasil. O serviço já havia aparecido por aqui antes, mas funcionava de maneira completa apenas em determinados aparelhos da Samsung (ainda assim, sob certas condições). Agora, o Play Música está disponível para qualquer interessado, incluindo usuários de PCs e dispositivos iOS.

O Google destaca que a versão brasileira do serviço disponibiliza mais de 30 milhões de músicas, incluindo acervos de artistas locais (Paralamas do Sucesso, Arlindo Cruz, Valeska Popozuda e por aí vai).

Além de criar as suas próprias playlists, o usuário poderá encontrar recomendações dadas por especialistas contratados pelo Google e, claro, descobrir canções a partir das listas de gêneros.

O Play Música também permite ao usuário enviar para as nuvens o seu acervo particular de músicas para ouví-lo via streaming. Mas esta funcionalidade está limitada a 20 mil arquivos.

Caso queira experimentar, o Play Música pode ser testado gratuitamente por 60 dias, segundo o comunicado do Google (embora o site do serviço informe 90 dias). Após este período, o serviço passará a custar R$ 12,90 por mês, mas apenas para assinaturas efetuadas até 7 de janeiro de 2015. Usuários que se registrarem após esta data pagarão R$ 14,90 mensais e terão acesso a apenas um mês gratuito de testes.

O pagamento pode ser feito com cartões de crédito nacionais e internacionais.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Relacionados