Sony confirma PS4 mais caro e com resolução 4K

É a primeira vez que a Sony vai lançar um console mais potente no meio do ciclo de vida

Paulo Higa
Por

Os rumores eram verdadeiros: a Sony realmente está desenvolvendo uma nova versão do PlayStation 4. A informação foi confirmada nesta sexta-feira (10) por Andrew House, presidente da Sony Interactive Entertaiment, em entrevista ao Financial Times. Segundo o executivo, o console terá gráficos melhores e será mais caro que o atual modelo, vendido por US$ 349 nos Estados Unidos.

É a primeira vez que a Sony vai lançar um console atualizado, com mais poder de processamento, no meio do ciclo de vida. Ele vem sendo chamado informalmente de PS4.5 e PS4 Neo, mas ainda não há um nome oficial. House confirma que o novo console será vendido juntamente com o PS4 padrão, complementando e não substituindo o atual modelo.

O novo console rodará jogos com resolução 4K. A Sony diz que isso não deverá criar problemas de compatibilidade: “Todos os jogos vão ter suporte no PS4 padrão e estamos adiantando que todos ou uma grande maioria dos jogos também vai suportar o PS4 high-end”, afirma House.

Assim como o atual modelo, o novo console terá suporte ao PlayStation VR, headset de realidade virtual que chega às lojas em outubro, custando US$ 399 nos Estados Unidos, mais barato que concorrentes como o Oculus Rift (US$ 599) e o HTC Vive (US$ 799). A Sony também vai tentar fortalecer seus serviços, como o PlayStation Vue, que permite assistir canais de TV pela internet, e o PlayStation Music, integrado ao Spotify.

Resta saber quando o console será lançado: a Sony adiantou que ele não será revelado durante a feira E3, que acontece na próxima semana.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Relacionados