Considerado principal responsável pelas operações do site Megaupload, o empresário Kim Dotcom foi solto da cadeia em que permanecia desde que as polícias dos Estados Unidos e da Nova Zelândia deflagraram grande apreensão de equipamentos, veículos e outras posses dos envolvidos com o site. Naquele mesmo dia o Megaupload saiu do ar para nunca mais voltar — até o presente momento.

Kim Dotcom não precisou pagar fiança para deixar a cadeia. O juiz que decidiu sobre o caso determinou que ele não poderia fugir do país porque todos os recursos financeiros de que dispõe estão bloqueados na justiça. Dessa forma, qualquer chance de sumir da Nova Zelândia foi desconsiderada pelo magistrado.

Fora do ar desde então

O mentor do Megaupload deverá aguardar em liberdade enquanto é processado nos Estados Unidos. O governo americano certamente tentará a extradição de Kim, para que ele responda pelas acusações de facilitação para o download de milhões de arquivos ilegais por meio do site que mantinha.

O Megaupload era um dos mais importantes e utilizados serviços de compartilhamento de arquivos no mundo (não vou entrar no mérito sobre a procedência dos arquivos).

Opinião: E se roubassem o seu salário com um clique?

“Estou aliviado de ir para casa ver minha família, meus três filhos pequenos e minha mulher grávida”, declarou Kim Dotcom aos repórteres presentes no momento de sua soltura.

Dotcom permaneceu um mês encarcerado. Compareceu à cadeia em 20 de janeiro e só foi liberado agora.

Com informações do Yahoo News

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Thássius Veloso

Thássius Veloso

Editor

Thássius Veloso é jornalista especializado em tecnologia e editor do Tecnoblog. Desde 2008, participa das principais feiras de eletrônicos, TI e inovação. Também atua como comentarista da GloboNews, palestrante, mediador e apresentador de eventos. Tem passagem pela CBN e pelo TechTudo. Já apareceu no Jornal Nacional, da TV Globo, e publicou artigos na Galileu e no jornal O Globo. Ganhou o Prêmio Especialistas em duas ocasiões e foi indicado diversas vezes ao Prêmio Comunique-se.

Relacionados