Android 11 é chamado internamente de Red Velvet Cake

Red Velvet Cake (RVC) é usado pelos desenvolvedores do Android 11; é pouco provável que nome seja adotado publicamente

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 2 anos
Android 11 Red Velvet Cake

O Android 10 rompeu uma tradição na plataforma: a de batizar cada nova versão do sistema operacional com o nome de uma sobremesa. Mas existe uma diminuta chance (diminuta mesmo) de que o Android 11já a caminho — traga esse costume de volta: sabemos agora que o Google chama internamente essa versão de Red Velvet Cake.

A informação foi dada por Dave Burke, vice-presidente de engenharia do Android, em entrevista ao canal All About Android: “estamos indo para o 11, então é Android 11. No entanto, se você perguntar para algum integrante da minha equipe ‘no que eles estão trabalhando agora’, eles responderão ‘RVC’ e RVC significa Red Velvet Cake”.

É um codinome interessantíssimo. Primeiro porque foi revelado justamente quando a brincadeira do “tudo é bolo” ganhou as redes sociais. Segundo porque, convenhamos, bolo Red Velvet (ou “veludo vermelho”) é uma delícia!

Apesar disso, as chances de o Android 11 ser publicamente chamado de Red Velvet Cake são realmente pequenas. Vale lembrar que o Android 10 também recebeu um codinome interno, usado pelos desenvolvedores da plataforma: Quince Tart (torta de marmelo). Porém, no fim das contas, o sistema operacional foi lançado sem apelido.

Convém nos apegarmos ao que mais importa, então: o Android 11 deve ser anunciado oficialmente em setembro e trazer funcionalidades interessantes, como priorizar conversas na lista de notificações, exibir chats em bolhas flutuantes, facilitar o acesso a controles de música, melhorar parâmetros de privacidade e até facilitar a conexão a redes Wi-Fi públicas.

Com informações: XDA Developers.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Relacionados