Início / Notícias / Demais assuntos /

Ucrânia pede que donos de drones ajudem a monitorar exército russo

Além de apoio com drones, governo da Ucrânia vem pedindo à população do país para reagir ao avanço das tropas russas

Emerson Alecrim

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O governo da Ucrânia vem solicitando à população do país ajuda no enfrentamento da guerra iniciada pela Rússia, inclusive de maneiras inusitadas. Nesta sexta-feira (25), por exemplo, o Ministério da Defesa ucraniano usou o Facebook para pedir que donos de drones que residem em Kiev ajudem a monitorar o avanço das tropas russas na região.

Drones (imagem: André Fogaça/Tecnoblog)
Drones (imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

Como mostra a tradução a seguir, a mensagem também é dirigida a proprietários de drones que não têm prática na operação desse tipo de equipamento. Para esses casos, o Ministério da Defesa da Ucrânia pede que as aeronaves sejam repassadas a quem possui experiência no assunto (em tradução do ucraniano para o inglês e do inglês para português):

Você é dono de um drone? Forneça-o para pilotos experientes usá-los!

Você sabe como pilotar um drone? Junte-se à patrulha que atua junto às unidades 112 da Brigada Separada de Defesa da Cidade de Kiev!

Kiev é a nossa casa, defendê-la é uma tarefa de todos!

Kiev precisa de você e seu drone neste momento complicado!

A mensagem é acompanhada de um link para uma página também dentro do Facebook onde as pessoas dispostas a colaborar podem obter mais detalhes sobre como fazê-lo.

Embora a mensagem peça para que o colaborador informe o tipo de drone que possui, não há nenhuma informação sobre os requisitos mínimos que a aeronave deve ter. O Ministério da Defesa também não aponta a quantidade de equipamentos que precisa obter, o que dá a entender que toda ajuda será bem-vinda.

Nos comentários da postagem, é possível perceber que muita gente está disposta a contribuir com drones, inclusive pessoas que vivem em outros países. No momento da publicação desta notícia, o post tinha quase mil compartilhamentos no Facebook, a grande maioria com a intenção clara de divulgar a mensagem (em vez de simplesmente expressar alguma opinião a respeito).

Governo também pede que ucranianos reajam contra russos

Os pedidos de colaboração por parte do governo ucraniano vão muito além dos drones. Na mesma página no Facebook, o Ministério da Defesa do país faz outros tipos de solicitações.

Em uma mensagem também publicada nesta sexta-feira, o órgão pede que ucranianos que se depararem com equipamentos e militares russos dificultem a sua movimentação. “Deixe-os saber que eles não são bem-vindos aqui, que eles encontrarão forte resistência de todos”, diz um trecho da nota.

O governo da Ucrânia também tem distribuído armas à população do país. O presidente Volodymyr Zelensky declarou que qualquer pessoa que se sentir apta pode receber armamento para se defender e defender o país da invasão russa.

Com informações: Gizmodo, Business Insider.