Adobe encerrará contas na Venezuela devido a sanções dos EUA

Os usuários na Venezuela têm até 28 de outubro para usar os serviços da Adobe de forma legal

Victor Hugo Silva
Por
• Atualizado há 2 anos e 4 meses
Scott Belsky, chefe de produto da Adobe, em evento realizado em 2018 (Foto: Divulgação)
Scott Belsky, chefe de produto da Adobe, em evento realizado em 2018 (Foto: Divulgação)

A Adobe começou a informar aos usuários na Venezuela que eles terão suas contas encerradas a partir de 28 de outubro. Em e-mail enviado nesta terça-feira (8), a empresa diz que deixará de oferecer serviços no país para cumprir uma sanção do governo dos Estados Unidos.

O e-mail indica que, por conta da ordem executiva que proíbe empresas americanas de terem negócios na Venezuela, a Adobe não tem permissão para fornecer acesso a software e serviços ou permitir que usuários na Venezuela façam novas compras.

“Para acomodar o impacto dessa alteração, estamos fornecendo um aviso prévio e um período de carência que dura até 28 de outubro de 2019, para que você baixe qualquer conteúdo armazenado em sua conta Adobe”, afirma a empresa.

Após essa data, os usuários na Venezuela não terão mais acesso legal a programas como Photoshop, Illustrator, InDesign e Acrobat. Eles também não conseguirão encontrar arquivos que armazenaram na nuvem da Adobe ou no Behance.

Ainda pior é o fato de que não haverá reembolso para os usuários afetados. Segundo a empresa, a sanção ordena a interrupção de todas as atividades, incluindo vendas, serviços, suporte, reembolsos, créditos, entre outros.

Em nota ao The Verge, a Adobe afirmou que, devido à sanção, está avaliando acordos com indivíduos e organizações para garantir que seguirá em conformidade com as leis. A empresa informa que seguirá oferecendo o suporte permitido pela ordem executiva, mas que interromperá atividades proibidas.

“Lamentamos qualquer inconveniente que isso possa causar aos clientes, e continuamos monitorando e avaliando cuidadosamente a situação. Compartilharemos mais detalhes sobre como nossas operações e atividades do cliente podem ser afetadas à medida que esses detalhes estiverem disponíveis”.

Receba mais sobre Adobe na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Victor Hugo Silva

Victor Hugo Silva

Ex-autor

Victor Hugo Silva é formado em jornalismo, mas começou sua carreira em tecnologia como desenvolvedor front-end, fazendo programação de sites institucionais. Neste escopo, adquiriu conhecimento em HTML, CSS, PHP e MySQL. Como repórter, tem passagem pelo iG e pelo G1, o portal de notícias da Globo. No Tecnoblog, foi autor, escrevendo sobre eletrônicos, redes sociais e negócios, entre 2018 e 2021.

Canal Exclusivo

Relacionados