Facebook Live permite transmitir vídeo ao vivo também de seu computador

Felipe Ventura
Por
• Atualizado há 3 dias

Desde o final de 2015, todo mundo pode usar o Facebook Live, mas você só conseguia realizar transmissões ao vivo através do app para iOS, Android ou Windows 10. Isso muda a partir de hoje.

A transmissão ao vivo em desktops já estava disponível para páginas há algum tempo, e agora chega a todos os usuários. Com isso, a rede social quer se transformar em um forte concorrente ao Twitch.

Essa parece ser a intenção do Facebook: o release à imprensa começa com essa imagem de uma usuária fazendo livestream de League of Legends, e diz que “se você é um gamer, este novo recurso torna mais fácil do que nunca transmitir seu gameplay de PC para amigos e seguidores, e se envolver com eles enquanto joga”.

Dessa forma, o Facebook chama os concorrentes para a briga, especialmente o Twitch (da Amazon), o YouTube Gaming (do Google) e o Beam (da Microsoft). Claro, o Facebook Live também poderá ser usado para tutoriais, apresentações musicais, ou qualquer tipo de uso.

Você pode criar um Live direto de sua webcam: vá até o Feed de Notícias em seu navegador, clique na parte superior e depois em “Vídeo ao vivo”. Então, escreva uma descrição e escolha seu público-alvo (todo mundo, só amigos etc.).

Também é possível utilizar câmeras profissionais e software especializado para transmissões de alta qualidade, permitindo alguns truques como compartilhar sua tela, inserir gráficos e alternar entre câmeras. O recurso é compatível com Open Broadcaster Software, Wirecast e XSplit; clique aqui para saber mais.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Ventura

Felipe Ventura

Ex-editor

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. No Tecnoblog, atuou entre 2017 e 2023 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados