Spotify testa controles por voz e prepara “seus primeiros produtos físicos”

Felipe Ventura
Por
• Atualizado há 2 dias

Hoje em dia, toda grande empresa tem um assistente de voz: Google Assistente, Amazon Alexa, Samsung Bixby, Siri, Cortana… O Spotify também está testando controles por voz, e eles funcionam relativamente bem.

Segundo o The Verge, a busca por voz permite acessar mais rapidamente seus artistas favoritos, faixas, álbuns e playlists. O recurso — disponível apenas em inglês — aparece para um pequeno número de usuários dentro do aplicativo para iOS.

Para acessá-lo, o usuário toca em “Buscar” e depois no ícone de microfone. Surge um breve passo-a-passo e, após conceder acesso ao seu microfone, é possível falar os comandos.

O Spotify entende comandos de voz para músicas, artistas, álbuns e listas de reprodução — nada além disso por enquanto. Por exemplo, se você perguntar “Quem são os Beatles?”, ele vai apenas tocar uma playlist da banda, em vez de contar detalhes sobre ela.

Ou, como mostra o vídeo abaixo do TechCrunch, se você perguntar “como estará o tempo amanhã?”, ele vai tocar a música “What’s the Weather Like Tomorrow”:

Por que o Spotify está preparando comandos de voz? Algumas vagas de emprego mostram que a empresa “está criando seus primeiros produtos físicos” — provavelmente alto-falantes. É uma forma de ampliar seus negócios e sua base de assinantes.

O Spotify vai estrear na bolsa de valores para arrecadar dinheiro; a empresa nunca teve lucro. São 159 milhões de usuários registrados, e 71 milhões de assinantes Premium — é o dobro do Apple Music. Seus três maiores mercados são os EUA, Brasil e Reino Unido; será que também teremos comandos de voz em português?

Com informações: The Verge, TechCrunch.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Ventura

Felipe Ventura

Ex-editor

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. No Tecnoblog, atuou entre 2017 e 2023 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados