Wi-Fi 6E

Artigos de Wi-Fi 6E

Wi-Fi 6E mais rápido e confiável começa a virar realidade

às 19h31 por

Um ano após o anúncio do padrão Wi-Fi 6E para internet sem fio, a Wi-Fi Alliance começa a certificar a primeira leva de produtos que suportam a tecnologia – ou seja, que podem operar na frequência de 2,4 GHz, 5 GHz e 6 GHz. A previsão da IDC é que smartphones, PCs e notebooks compatíveis com o novo padrão cheguem ao mercado já nos primeiros meses de 2021. Por que o Wi-Fi acaba de receber a

Anatel quer destinar faixa de 6 GHz para Wi-Fi mais rápido

às 16h15 por

A Anatel apresentou nesta quinta-feira (10) a proposta para destinar integralmente a faixa de 6 GHz para o Wi-Fi 6E, que compreende 1.200 MHz de espectro e pode deixar as redes sem fio domésticas mais rápidas. A medida não agrada fornecedoras de equipamentos para operadoras móveis, que queriam parte do espectro para uso com 5G. Wi-Fi 6E é novo padrão para internet sem fio em 6 GHz

Anatel aprova uso de frequências do Wi-Fi 6E no Brasil

às 15h36 por

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) liberou o uso de frequências de 5,9 GHz a 7,1 GHz no Brasil: elas são importantes para o Wi-Fi 6E, novo padrão para redes sem fio mais rápidas. A Wi-Fi Alliance espera que isso ajude em setores como educação, saúde e realidade aumentada, além de melhorar a experiência em downloads, jogos online e streaming de vídeo.

Por que o Wi-Fi acaba de receber a maior novidade em décadas

às 17h06 por

A maior atualização do Wi-Fi em décadas foi aprovada nesta quinta-feira (23) nos Estados Unidos pela Comissão Federal de Comunicações (FCC, na sigla em inglês), equivalente à nossa Anatel. O órgão autorizou o uso do Wi-Fi na frequência de 6 GHz, o que deverá ampliar tanto a velocidade quanto a confiabilidade da conexão sem fio nos futuros roteadores. Como saber quem está usando o seu Wi-Fi

Wi-Fi 6E é novo padrão para internet sem fio em 6 GHz

às 16h18 por

Poucos meses após oficializar o Wi-Fi 6, a Wi-Fi Alliance anunciou um novo padrão para internet sem fio: o Wi-Fi 6E. A ideia é sinalizar dispositivos, como roteadores e smartphones, que podem operar na frequência de 6 GHz, que deve começar a ser liberada em vários países nos próximos meses. Governo decide que 5G irá conviver com TV aberta via satélite O que