Início » Celular » Amazon revela Kindle Fire HDX com maior definição de tela e um recurso de suporte técnico bem bacana

Amazon revela Kindle Fire HDX com maior definição de tela e um recurso de suporte técnico bem bacana

Por
6 anos atrás

A Amazon anunciou hoje a nova geração de tablets Kindle Fire. Eles se chamam Kindle Fire HDX e estarão disponíveis em modelos com telas de 7 e 8,9 polegadas. Ambos vêm com sistema operacional atualizado e possuem chip Snapdragon 800, o mais poderoso da Qualcomm até o momento. Mas talvez o recurso mais inesperado seja um botão Mayday, que aciona o suporte técnico da Amazon.

Hardware e preços

Assim como na geração anterior, um dos principais atrativos do novo Kindle Fire HDX é a combinação entre hardware premium com um preço não tão premium. Eles possuem, processador quad-core Snapdragon 800 de 2,2 GHz, GPU Adreno 330, 2 GB de RAM, dois alto-falantes com Dolby Digital Plus, câmera frontal HD e, no modelo de 8,9 polegadas, câmera traseira de 8 MP que filma em 1080p.

kindle-fire-hdx-jeff

As telas ficaram ainda mais definidas. O Kindle Fire HDX de 7 polegadas tem resolução de 1920×1200 pixels (323 ppi), enquanto o modelo de 8,9 polegadas tem absurdos 2560×1600 pixels (339 ppi). Apesar disso, a Amazon diz que a bateria dura bastante: nos modelos de 7 e 8,9 polegadas, respectivamente, eles aguentam até 11 ou 12 horas de uso misto e 17 ou 18 horas se você usá-los somente para ler.

O Kindle Fire HDX de 7 polegadas custa US$ 229 (16 GB), US$ 269 (32 GB) e US$ 309 (64 GB), enquanto o de 8,9 polegadas pode ser comprado por US$ 379 (16 GB), US$ 429 (32 GB) e US$ 479 (64 GB). Eles mostram anúncios na tela de bloqueio; se você não quiser propagandas, é necessário pagar um adicional de 15 dólares. Versões com 4G da AT&T ou Verizon custam 100 dólares a mais.

E no Brasil? Bem, os tablets Kindle Fire já podem ser comprados diretamente da Amazon.com em mais de 170 países há algum tempo, mas nosso querido país não está na lista. Mesmo assim, como a Amazon ainda não vende oficialmente aplicativos, músicas e filmes no Brasil, por enquanto ele ainda não faz muito sentido por aqui.

Ah sim: com corpo de magnésio, eles são muito leves, especialmente o modelo de 8,9 polegadas, que pesa só 374 gramas no modelo com Wi-Fi. O caçula da família, com tela de 7 polegadas, tem 303 gramas – mas já vimos outros tablets desse tamanho com peso semelhante, então isso não impressionou muito.

Software e Mayday

Nós sabemos que o Kindle Fire roda Android desde sua primeira versão, mas ele é tão modificado (a interface é muito diferente e não há nem acesso ao Google Play) que podíamos dizer que a Amazon havia criado um sistema operacional novo. E agora ele tem nome oficial: Fire OS.

kindle-fire-hdx

O Fire OS 3.0 dos novos Kindle Fire HDX são baseados no Android 4.2.2 Jelly Bean, o que pode significar uma melhoria no desempenho, graças ao Project Butter. A versão anterior do Fire OS era construída em cima do Ice Cream Sandwich.

As novidades do Fire OS 3.0 incluem um botão para liberar espaço com um toque (o conteúdo que estiver no tablet e não for muito usado pode ser movido para a nuvem); melhorias de acessibilidade para pessoas com deficiência visual; espelhamento de tela em TVs que suportam Miracast; letras de músicas exibidas linha por linha no player de áudio; e suporte a redes Wi-Fi corporativas e VPN.

Agora existe um botão chamado Mayday, que a Amazon divulga como sendo um “suporte técnico revolucionário direto no dispositivo”. Quando você estiver com algum problema ou quiser tirar alguma dúvida, basta tocar no botão e um atendente da Amazon iniciará uma conversa em vídeo. O suporte é totalmente gratuito e funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana.

mayday

O atendente da Amazon pode visualizar a sua tela e fazer rabiscos à mão para orientá-lo sobre como fazer algo. Se você permitir, ele também poderá controlar seu Kindle Fire HDX e fazer as tarefas por você. Apesar da chamada ser em vídeo, apenas você poderá vê-lo na tela do tablet; o atendente ouvirá somente a sua voz.

O vídeo abaixo mostra como o Mayday funciona:

Segundo a Amazon, a ideia é que um atendente esteja disponível em no máximo 15 segundos. Mas é claro que, nos primeiros dias de vendas ou nas festas de fim de ano, a Amazon deve ser inundada com chamadas de usuários querendo testar o novo recurso, então talvez o tempo aumente um pouco.

De qualquer forma, trata-se de uma forma de suporte muito prática para o usuário, o que deve ajudar especialmente quem não tem muita facilidade com tecnologia, como a sua vó, por exemplo. O próprio CEO Jeff Bezos diz que o Mayday é o “melhor recurso que a Amazon já fez”.