A Lenovo anunciou nesta quarta-feira (31) um terceiro integrante da linha Moto Z. Com foco em bateria, o Moto Z Play suporta os mesmos módulos do Moto Z e Moto Z Force, mas traz hardware mais econômico e um preço mais acessível, de US$ 449. E, curiosamente, ele mantém a entrada de fone de ouvido de 3,5 mm que foi removida nos irmãos mais caros.

moto-z-play

O Moto Z Play sofreu algumas baixas. Em vez do Snapdragon 820, temos um bem menos impressionante Snapdragon 625, o mesmo que equipa o Zenfone 3, com oito núcleos Cortex-A53 de 2,0 GHz. A RAM diminuiu para 3 GB, a tela AMOLED de 5,5 polegadas tem resolução de 1920×1080 pixels e ele acompanha 32 GB de armazenamento (com slot para microSD). É basicamente um Moto X Play melhorado.

A bateria de 3.510 mAh não parece tão grande à primeira vista, mas é bem maior que os 2.600 mAh do Moto Z, que precisam lidar com um processador mais potente e uma tela de 2560×1440 pixels. Por isso, a Lenovo promete longa autonomia, com uma duração que varia de acordo com o humor da população local. Nos Estados Unidos, a bateria dura 50 horas. Para os brasileiros, são 45 horas.

moto-z-play-mod

Quanto às câmeras, nada além do comum: sensor frontal de 5 megapixels e traseiro de 16 megapixels com foco auxiliado por laser. Até por ser mais gordinho, o calombo não é tão pronunciado quanto no Moto Z; está mais para um Moto Z Force. Os pinos característicos estão na traseira, adicionando o suporte aos Moto Snaps, que incluem bateria externa, projetor e alto-falantes. Já brinquei com alguns deles:

Com Android 6.0.1 Marshmallow de fábrica, o Moto Z Play começará a ser vendido mundialmente a partir de setembro. A Lenovo ainda não anunciou se ele chegará ao Brasil ao mesmo tempo que o Moto Z, mas o novo modelo, ao que tudo indica, já passou pela homologação da Anatel.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

SCCP_BR80
Concordo com vc, acho esse negócio de módulos ridículo
SCCP_BR80
Isso ao meu ver é questão de gosto, eu mesmo prefiro na frente
Danilo Schreiner
Será que sou apenas eu que acha que esse negócio de módulos "não pega". O cara tem que ter muita grana para ficar investindo em algo provavelmente vai ser trocado dentro de um ano.
Rodrigo Gommes
já chegou o seu? estou pensando em cancelar a compra e pegar o RN4P
Blind
Leitor.biométrico.ao.meu.ver.em.90%.dos.casos.o.ideal.é.na.traseira. Prático.
Blind
RN4 P Já
Tobias
"Nos Estados Unidos, a bateria dura 50 horas. Para os brasileiros, são 45 horas." Fiquei desvanecido e estupefato c/ o seu apuro de pesquisar e checar dados; parabéns, PH. Mas, voltando à enigmática diferença de humor, um palpite: o brasileiro que adaptou o material pressupôs que na terra da jabuticaba a cobertura de sinal fosse mais esparsa, e levou em conta que sinal mais fraco, ou pior, ausente, demanda mais bateria do celular. (Apenas lembrando: numa chamada a um celular, não é a torre que chama o celular —teria que ser todas as torres do mundo—, e sim o celular que, a cada 2 segundos, chama qualquer torre à mão p/ perguntar à rede GSM se tem chamada p/ ele. E o celular vai aumentando SUA potência de transmissão até ser ouvido pela dita cuja e obter resposta.) Aí, no seu melhor educated guess (chute), ele descontou 10%.
betones
Tem um módulo que engorda o aparelho e tira o calombo.
Green Hell

kkkkkkkk. Pagou caro demais num HW bastante duvidoso e bateria sem noção de 3000 mAh. Dois RN3 Pro e mais alguns bons trocos...Mas cada um com sua sentença.

AnumPreto
kkkkkkkk. Pagou caro demais num HW bastante duvidoso e bateria sem noção de 3000 mAh. Dois RN3 Pro e mais alguns bons trocos...Mas cada um com sua sentença.
Green Hell

Já eu achei decente. Vi de perto um Morto G4 Plus e achei bem OK.

AnumPreto
Já eu achei decente. Vi de perto um Morto G4 Plus e achei bem OK.
Green Hell

A Lenovo samsunguezou legal. Lançando qualquer aparelho com HW ora ruim, ora bom.

AnumPreto
A Lenovo samsunguezou legal. Lançando qualquer aparelho com HW ora ruim, ora bom.
Glauber Silva

Não sei vocês mas já tô cuidando do meu rim aqui pra vendê-lo em breve

Exibir mais comentários