O Spotify confirmou que removeu bandas com discurso de ódio do catálogo do serviço de streaming. A empresa tomou a atitude depois de uma publicação do Digital Music News, na segunda-feira (14), que encontrou 37 artistas que publicavam músicas defendendo a supremacia branca.

Spotify

A maioria das bandas removidas estava na lista do Southern Poverty Law Center, uma organização americana de advocacia especializada em direitos civis. A SPLC publicou uma lista de artistas com discursos de ódio em 2014, exigindo que a Apple removesse as músicas do catálogo. O iTunes logo atendeu o pedido, mas o Digital Music News notou que, três anos depois, boa parte das obras permanecia no acervo do Spotify.

O serviço de streaming se pronunciou na quarta-feira (16), afirmando à Billbord que “conteúdo ilegal ou material que favorece o ódio ou incita violência contra raça, religião, sexualidade ou algo parecido não são tolerados por nós”. Uma porta-voz do Spotify informou que a empresa tomou medidas imediatas para remover o conteúdo assim que soube do problema.

É mais uma empresa de tecnologia a combater discursos de ódio apenas na última semana, quando uma marcha em Charlottesville (EUA) que atraiu centenas de neonazistas terminou em cenas de terror. Um site neonazista teve seu domínio banido pela GoDaddy e Google Domains; grupos racistas foram expulsos do Facebook e Reddit; e o Discord excluiu contas relacionadas ao desastre de Charlottesville.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jorge Luis

Beleza Matheus Gonçalves, como eu já disse antes eu respeito o seu ponto de vista. O que eu levantei é que tanto o meu quanto o seu ponto vista são baseados na premissa da orientação ser genética ou não. Essa resposta guia todo o pensamento a frente e até enfraquece sua afirmação no segundo parágrafo. Essa discussão está bem longa, talvez vc não tenha visto o que escrevi em outra ocasião. Colocarei abaixo. Valeu.

1 - sobre ter o direito de discordar
"Nem se for perguntado?
Acho idiota eu abrir um canal de comunicação público para ficar dizendo que não concordo com algo relativo à vida privada de uma pessoa. Nesse caso concordo que cause prejuízos psicológicos aos afetados.
Agora, uma reportagem me para na rua e pergunta: - O que você acha do homossexualismo? Certo ou Errado?
Acho que nesse caso tenho liberdade de pensamento e opinião. Não vivemos numa ditadura."

Perceba: o meu ponto de vista leva em conta que a orientação sexual é pura escolha ou quaisquer outros fatores pós-nascimento. Acredito que se todos entendessem o real motivo do ponto de vista do outro não haveria tanta guerra de ideologia por aí e aumentaria o respeito entre todos.

Matheus Gonçalves

@disqus_J71OlZqZhM:disqus acho que o ponto é simples, não cabe a você concordar ou discordar sobre o que outra pessoa faz. Você pode não concordar pra si, e aí tá simples, basta não se envolver com alguém do mesmo sexo.

No mais, esse "não concordo" para o outrem é similar a dizer "Respeito quem é negro e acha que pode ser igual branco, mas não concordo"... não cabe ao branco discordar de algo que não lhe cabe, saca?

Bills

Bom... Cada um tem o direito de estragar sua própria vida ao se casar.

Bills

Ainda bem que faço uso do bom e velho torrent.

Neto

Saudades UDR.

Neto

Isso não serve só para gays. Uma vez eu li que a maior taxa de suicídio é entre os transgêneros, mais que os gays.

KARALBPIN
Todas as pessoas deveriam ter o direito de manifestar sua ideias fossem elas quais fossem. Proibir discursos desses ou de outros grupos é censura.
Ligeiro
É uma péssima analogia, mas vamos lá: Pense em um ser vivo que possa causar danos, seja uma bactéria ou parasita. Se ignora a presença do parasita apenas isolando a área onde ele está ou não dando atenção ao fato de ele estar vivo, a mesma pode uma hora adentrar o corpo de alguma forma, contaminando e causando o dano que ele costuma causar. Ou ele pode fugir da área de controle também e ir para outros lugares e assim contaminar alguém. No caso de bactérias ou parasitas, a sua extinção do local é o que resta para evitar que ele contamine novamente. Isso vale para "comportamentos inadequados": uma pessoa que desconforta, ao ser ignorada, pode ser que aumente seu grau de desconforto. Ou procurar outras formas que ele possa ganhar força e assim tirar àqueles que ele não gosta do caminho. Para mudar a cultura de desconforto, de opressão, de incomodo, só justamente tentando extinguir este comportamento de opressão - tentar mudar a educação da mesma para mostra-la que tal metodologia não resolverá o problema dela, e nem a fará ser melhor que ninguém.
ʞǝʌǝɥs

o que acho interessante é o vitimismo desse pessoal de extrema-direita, coitadinhos, tão perseguidos :)

Jose X.
o que acho interessante é o vitimismo desse pessoal de extrema-direita, coitadinhos, tão perseguidos :)
ʞǝʌǝɥs

rodrigo constantino...bleargh...me lembro desse cara apanhando no orkut, depois tirou a sorte grande e foi adotado pelo mídia reacionária...tem um vídeo famoso dele levando uma surra do ciro gomes

ps. me lembro também que ele vivia babando ovo pra economia da irlanda, que era uma maravilha e tal, dali uns meses depois a irlanda quebrou :)

Jose X.
rodrigo constantino...bleargh...me lembro desse cara apanhando no orkut, depois tirou a sorte grande e foi adotado pelo mídia reacionária...tem um vídeo famoso dele levando uma surra do ciro gomes ps. me lembro também que ele vivia babando ovo pra economia da irlanda, que era uma maravilha e tal, dali uns meses depois a irlanda quebrou :)
PeX
Não entendi seu último parágrafo. Poderia, se achar que não vai desvirtuar o assunto, discorrer um pouco sobre?
Chato Resto
"Discurso de ódio" não mata coisa nenhuma. Isso é coisa inventada por essa geração "palavras ferem". Quem mata são as pessoas, então quem se suicida faz isso por sua própria responsabilidade. E já que você aparentemente estuda bastante, deve saber que geralmente quem faz isso tem problemas psicológicos ou até mais sérios. Hoje em dia as pessoas estão sendo incentivadas a serem fracas, intolerantes com opiniões divergentes e sensíveis ao extremo.
Chato Resto
Como sempre acontece, estão promovendo essas bandas ao divulgarem essa lista. Aliás eu agradeço, pois já comecei a ouvir algumas e são boas, nada de chocante.
Exibir mais comentários