Início » Computador » Lenovo Ideapad 320: o modelo básico para os exigentes

Lenovo Ideapad 320: o modelo básico para os exigentes

Notebook da Lenovo tem processador Intel Core i7, 8 GB de RAM e placa gráfica dedicada da NVIDIA

Lucas Braga Por
Nota Final 7.7

Os notebooks da Lenovo são populares no mercado brasileiro, impulsionados principalmente pela linha Ideapad, que engloba os modelos mais acessíveis da fabricante chinesa. Um deles é o Ideapad 320, que atende a diversos públicos com suas diferentes especificações de hardware.

Passei os últimos dias testando a versão de 15 polegadas com processador Intel Core i7 de 8ª geração, 8 GB de RAM, 1 terabyte de disco rígido e chip gráfico NVIDIA MX150. Será que vale a pena? Eu conto tudo nos próximos parágrafos.

Design e acabamento

A linha Ideapad 320 já está no mercado há anos, com o mesmo design simples e discreto. O acabamento externo é todo feito de plástico fosco na cor cinza, enquanto a parte interna também apresenta plástico, mas com um acabamento que tenta imitar aço escovado.

Ter acabamento fosco é ótimo, uma vez que arranhões passam despercebidos com maior facilidade. Ao mesmo tempo, as impressões digitais e marcas de mãos ainda ficam no produto, e não há muito como fugir disso.

Eu tentei, mas aquelas marcas de dedo não saíram nem pra tirar a foto.

A conectividade se concentra no lado esquerdo do notebook, com conector do adaptador de energia, porta Ethernet (com uma engenhosa porta que abre para o padrão RJ-45), HDMI, duas entradas USB-A, conector de fone de ouvido de 3,5 mm, uma USB-C e leitor de cartão SD. Também se encontra ali um botão de reset que pode ser acionado com um objeto pontiagudo, algo raro em notebooks.

Na lateral direita há apenas o slot para trava tipo Kensington e uma tampa falsa para cobrir o buraco onde ficaria um leitor óptico, que não existe na unidade em questão.

O modelo com tela de 15,6 polegadas pesa 2,05 kg e tem 22,9 mm de espessura. Não é um notebook leve e nem compacto; uma borda menor na tela provavelmente permitiria um tamanho reduzido. A espessura também deixa o Ideapad 320 longe da categoria dos ultrafinos.

Hardware e desempenho

A variante testada é a 81G30000BR. Ela conta com processador Intel Core i7-8550U com quatro núcleos de 1,8 GHz, podendo chegar a 4 GHz com Turbo Boost. De fábrica, há 8 GB de RAM, sendo 4 GB soldados e outros 4 GB num slot removível DDR4 2.133 MHz. É possível colocar até 16 GB no slot removível, deixando o computador com 20 GB de RAM.

Ele também conta com uma placa gráfica NVIDIA GeForce MX150 com 4 GB DDR5, o que é um excelente diferencial para quem precisa rodar aplicações gráficas ou quer jogar algo não muito pesado.

No geral, o notebook possui excelentes especificações, mas isso não significa que ele tenha um excelente desempenho — a culpa disso é a presença de armazenamento em HD em vez de um SSD. Até mesmo tarefas simples como navegar por pastas no Windows Explorer exigem certa paciência. É muito comum abrir o Gerenciador de Tarefas do Windows e encontrar a atividade de disco beirando a 100%, mesmo com tarefas básicas.

O HD tem 1 terabyte de armazenamento e velocidade de rotação de 5.400 RPM. Testes utilizando o CrystalDiskMark 6.0.1 apontaram 91,34 MB/s de velocidade de leitura e 62,63 MB/s para escrita, utilizando uma amostra de 32 GB. Com uma amostra de 2 GB, os resultados são ainda piores. Não bastasse isso, o HD também é bem barulhento mesmo em momentos de inatividade. Se você pensa em comprar um Ideapad 320, sugiro comprar um SSD e trocá-lo por conta própria o mais rápido possível.

Para quem gosta de benchmarks sintéticos, o Ideapad 320 desse review atingiu 4.685 pontos em singre-core e 15343 pontos em multi-core no Geekbench 3. No 3DMark, o notebook chegou a 1.068 no Time Spy 1.0 e 10.320 pontos no Cloud Gate 1.1. Todos os testes foram realizados com os drivers de fábrica, pré-instalados pela Lenovo.

Tela, teclado e trackpad

O modelo testado pelo Tecnoblog apresenta uma tela de 15,6 polegadas, com tratamento antirreflexo e resolução Full HD. A qualidade é decente. Mesmo se tratando de um painel TN, o ângulo de visão não decepciona. As cores são equilibradas: não são tão vibrantes, mas ao mesmo tempo não são lavadas.

O maior ponto negativo ao meu ver é o brilho máximo, que poderia ser mais forte. Talvez isso incomode quem trabalha em ambientes com muita iluminação, mas não deve ser um problema no dia a dia de um usuário doméstico.

O teclado do Ideapad não foge muito do padrão da categoria. A Lenovo optou por incluir também o teclado numérico, ótimo para quem trabalha muito com números e planilhas. Mas a falta de teclas retroiluminadas é um ponto negativo — e algo presente em diversos notebooks de marcas concorrentes.

Já o trackpad é algo que incomoda. Além de ter um clique muito rígido, ele é pouco preciso. Por diversas vezes cliquei no botão direito e o dispositivo acionou como se tivesse clicado com o botão esquerdo. O que ajudou foi o painel de configuração da ELAN, que permite configurar cada tipo de ação no trackpad e assim consegui remapear o botão direito para um clique com dois dedos. Mesmo assim, continuei passando raiva e apelei para um mouse sem fio depois de muita insistência.

Bateria

O Ideapad 320 tem uma bateria não removível de duas células com 30 Wh. Na prática, não espere muita coisa: dificilmente você atingirá mais do que três horas de uso mesmo utilizando tarefas básicas.

Foi o caso no meu teste, em que fiz navegação leve pela web usando o Opera, ouvindo uma música pelo Spotify com fone de ouvido e ocasionalmente respondendo emails pelo aplicativo Newton. Em outro teste, fui editar umas fotos de viagem utilizando o Adobe Lightroom e a bateria caiu de 100% a 10% em menos de uma hora e meia.

Mas um detalhe que vale a pena mencionar é a fonte de alimentação. Ela é compacta e tem um único fio, como se fosse um carregador de celular. Para quem transporta o notebook com frequência, isso é uma mão na roda, pois ocupa pouco espaço na mochila e é um fio a menos para embolar sozinho. Uma tira de velcro está presente e ajuda muito na hora de organizar o cabo.

Demais observações

  • O notebook possui uma webcam com resolução HD. A definição não é boa, mas quebra um galho em conferências e chamadas de vídeo.
  • Um grande diferencial é o leitor de digitais, que se encontra abaixo do teclado do lado direito. Ele se integra com o Windows Hello e funciona muito bem. Fiquei com vontade de ter isso no meu notebook.

  • O modelo testado apresenta placa Wi-Fi compatível com padrão 802.11ac. O problema é o padrão 1x1, que só permite até o máximo de 433 Mb/s teóricos.
  • A Lenovo incluiu dois alto-falantes de 1,5 watt com certificação Dolby Audio. Eles estão localizados na parte inferior, próximo da borda da tampa. A qualidade de som não é ruim, mas também não impressiona.
  • O Windows 10 da Lenovo não veio com muitos softwares desnecessários e é fácil remover todos eles.

Conclusão

O Ideapad 320 testado tem preço sugerido de R$ 4.359, mas no momento da publicação é possível encontrá-lo por cerca de R$ 3,6 mil. O produto apresenta boas especificações técnicas e deve atender perfeitamente a maioria dos usuários domésticos e também mais exigentes, como desenvolvedores, designers e quem utiliza aplicações mais pesadas.

Mas não posso deixar de afirmar que desempenho final é abaixo do esperado para um notebook dessa categoria. O motivo é a ausência de SSD. A Lenovo errou em não incluir esse tipo de memória para esse modelo, que entrega melhores tempos de resposta. Infelizmente, diversas fabricantes têm cometido o mesmo erro com notebooks da categoria, deixando a cargo do usuário comprar a peça e fazer o upgrade.

Com um SSD no lugar de um HD, tenho certeza que o Ideapad entregaria um desempenho excelente. Na data da publicação desse post, é possível encontrar unidades de 240 GB por cerca de R$ 300.

De acordo com a própria Lenovo, o cliente pode fazer upgrade tanto de RAM como de armazenamento sem violar a garantia, contanto que as outras peças do computador não sejam danificadas. A empresa também informa que não dá garantia para as peças modificadas pelo cliente.

O peso, tamanho, qualidade do trackpad e autonomia de bateria são fatores que devem afastar usuários que precisam de mobilidade constante, mas o Ideapad pode ser útil para quem deixa o notebook em um único lugar na maior parte do tempo ou se movimenta pouco com o computador. O teclado é confortável e não exige gambiarras para digitar alguns tipos de caracteres, e a tela tem uma boa qualidade no geral.

Lenovo Ideapad 320

PRÓS

  • Bom processador e GPU
  • Leitor de digitais facilita muito a vida
  • Tela com qualidade decente

CONTRAS

  • Faltou um SSD no lugar do HD
  • Bateria com baixa duração
  • Trackpad pouco responsivo
Nota Final 7.7
Design
7
Tela
9
Teclado
9
Touchpad
6
Desempenho
7
Bateria
7
Software
9

Especificações técnicas

  • Processador: Intel Core i7-8550U com quatro núcleos de 1,8 GHz (até 4 GHz com Turbo Boost) e 8 MB de cache
  • Memória: 8 GB de RAM, sendo 4 GB soldados na placa-mãe e outros 4 GB DDR4 2.133 MHz (expansível até 20 GB)
  • Armazenamento: HD de 1 terabyte, 5.400 RPM
  • Placa gráfica: Nvidia GeForce MX150 4 GB GDDR5 e Intel UHD Graphics 620
  • Tela: 15,6 polegadas, painel TN, resolução Full HD (1920x1080 pixels)
  • Conectividade: Wireless 1x1 AC, Bluetooth 4.1, Gigabit Ethernet
  • Bateria: duas células, 30 Wh
  • Sistema operacional: Windows 10 Home Single Language
  • Dimensões: 378 x 260 x 22,9 mm (largura x profundidade x altura)
  • Peso: 2,06 kg

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Robson Bastos
Não precisa comprar a baia. Há uma peça que só faz o encaixa do hd na placa-mãe e você só precisa fixar o hd na baixa original. Na época havia comprado a minha no Aliexpress, mas creio que venda no mercado livre.
Thiago Adomaitis
Querendo entender por que raios a Lenovo lançou agora o IdeaPad 330 com tela HD, quando esse tinha tela FullHD.
Raul Craveiro
O valor recomendado é 4300, mas você acha por aí esse modelo por 3k
Vânia Cristina Gomes Garcia Bo
Mas qual note vc recomenda? Usar para trabalhos escola, netflix jogos não pesados, uso bem básico. Gosto de boa tela e bom teclado. Será que um Macbook air seria legal?
Felipe Liʍa
foi facil trocar pelo SSD? ou foi numa assistência...
Felipe Liʍa
meu i3 saiu quase isso
Felipe Liʍa
meu lenovo ta de boa... um mais básicao com i3 da 6th
Kleverson Marques Bernardo
Tenho um de 2017 com i3 + 4gb de ram.Coloquei um ssd de 128 e não tenho do que reclamar. É excelente pro meu uso. Paguei 1500 + 250 no SSD.
Nicolas_RS
O Asus da sua filha está durando? O meu não durou 1 ano, com 6 meses soltou uma peca que ficava entre a base e a tela, e por consequência começou a soltar a tela. Fiquei com preguiça de acionar a garantia, pois tinha comprado no site da Asus e demoraram mais de 20 dias par MANDAR, então para arrumar ia fácil os 30 dias que pedem alem do risco deles alegaram mal uso.
Nicolas_RS
Não exagera, SSD faz a diferencia mesmo quando tem muitos arquivos para transferir, coisa que a maioria usa como ligar e mexer no Foicebook, vai economizar só alguns segundo, ainda mais em um notebook de "entrada", não precisa.
Hugo Dias
Sem falar q no teclado numérico tiraram a tecla . pra aumentar o espaço da tecla + em 2 vezes, quem teve essa idéia idiota
Magnosama
Bacana.
JR
Não tenho certeza se tem conector m2 (mas acho que sim), mas tem espaço para colocar um outro hd ou ssd no espaço que era do leitor de dvd. Mas precisa instalar um suporte.
César
Entendido. Bem, o modelo analisado é o i7, então fiquei com dúvidas hahaha
JR
A tela do i7 é full HD, a tela da versão com i5 é HD apenas.
Marcos Megda
Nao comprem! O meu está no terceiro defeito antes de um ano. Lenovo nunca mais
Elias Fernandes
4.000 da paradá para montar um bom desktop, é melhor desempenho, mas notebook sao mas práticos cabe ao gosto e nesse idade de cada um.
Elias Fernandes
Ate hj nao conseguiram colocar HD de 7200 rpm em notebook? Ou não é possível ? Alguem pode responder?
Cameron Poe
No caso o meu foi o 2017 com i5 (me arrependi um pouco por não ter pego logo o com i7) mas até que caiu muito bem. coloquei um pente de 16gb + um ssd m.2 de 256gb (patriot hellfire) e está voando. E trabalho com design também, supre a maioria dos apps bem (ps, ai, cdr, after, premiere....) e alguns jogos também (claro, dando uma mexida ali e aqui nos gráficos...). Ótima tela, qualidade muito boa. Único ponto ruim que achei da bateria de 42Wr bem fraquinha (comparada as 72Wr do dell na época concorrente, era bem complicado - aí dura em média 2:30h ~ 3h uso mais normal, 1:30h no mais pesado).
Magnosama
Ele tem um slot para o SSD, sem precisar tirar o HD?????
Lagosta
Esse valor tá bem estranho mesmo, porem eu tenho um, paguei 1.900,00. E uma i5 Geração 7, 4 GB de Ram DDR4, Tela HD, é veio com o HD de 500 GB. Pelo preço que paguei estou satisfeito com o produto, esta melhor por que tenho um SSD... Porem quando analiso todos os critérios, infelizmente aqui é Brasil, é o que temos...
Qaiq Alves
Qual é o modelo do seu Odyssey? Estou na busca por algum laptop de até R$4000 mas que eu certamente não precise me preocupar em trocar pelo menos nos próximos 3 anos. Sou professor e faço freelas de design, então meu uso não vai muito além de alguns softwares de design. Mas queria um em que eu pelo menos pudesse jogar um futebol sossegado, hahaha.Imagino algum I7 com SSD e algo entre 8-16GB de RAM. Atualmente tenho um iMac mas a falta de mobilidade me pega.
Tiago Maciel
Cara tem lugar que vc acha modelos a vista custando uns R$ 1.300,00 à vista, parcelando da uns R$ 1.399,90 no total. Claro que onde vi era o modelo mais simples, mas mesmo assim o custo-benefício, nesse caso, deve compensar.
Rodrigo Germano
Ainda bem que paguei 3500 no aspire vx 15, melhor negócio nesses tempos de crise.
Gabriel Moraes
Paguei 3100 na Fast Shop nesse mesmo modelo. Já tinha o SSD e fiz o upgrade direto.Um negócio interessante nesse laptop é que a "tampa" do drive óptico na vdd é um suporte pra HD. Precisa apenas da placa adaptadora, que se acha fácil no Aliexpress (eu fiz a minha própria). Ai vc faz o upgrade por um SSD e usa o HD original como um drive secundário. Bem legal.O sistema de arrefecimento dele tem uma margem considerável, permitindo aumentar a potência do processador sem aquecer demais o laptop (dupliquei a potência do processador de 15 pra 30W e ainda assim ele consegue manter abaixo de 80 graus). Aumentando a potência do processador, ele consegue ser mais potente que um i7 7700HQ, da geração anterior.A GPU, apesar de não ter sido o objetivo da minha compra, dá conta bem até demais dos jogos. Pelos testes que vi, ela é comparável ao GT1030 dos desktops, o que é razoável e permite jogar jogos modernos sem passar perrengue.Rodou todos os jogos que meu antigo 860M rodava, praticamente no mesmo nivelPor esses absurdos 4500 ele realmente não vale, mas por 3 é até um bom valor pra um produto comprado no Brasil.---Ah, e o carregador é uma porcaria. É curto demais. Normalmente quando isso acontece, eu só troco o cabo que vai da tomada pro carregador, mas nesse caso não teve jeito. Eu tive que criar uma extensão pro cabo que conecta no laptop pra poder usar confortavelmente nas tomadas que eu encontro no dia a dia. Não entendi como foi elogiado nesse review
­­­­­­­­­­­­­­­
Apesar de que os SSDs são muitos mais rápidos, econômicos e silenciosos, a quem precise muito de bastante espaço de armazenamento, já que um SSD com bastante espaço, sai muito caro, um SSD de 960 GB custa uns 3 mil reais!O ideal seria usar HD junto com SSD, mas nesse notebook, não tem como usar dois dispositivos de armazenamento.
César
Uma coisa que não é extremamente necessária mas é interessante de citar principalmente agora que quase todos notebooks são super finos (com exceção dos ditos 'gamers') e a nova geração intel vai a clocks altíssimos seria a refrigeração de cada marca/modelo. Apesar de anunciar que vem com um i7 se o projeto não aguenta a maior quantidade de núcleos e clock muitos notebooks i7 ficarão aquém de uns i5 8th bem dimensionados. Não sei se vocês tem permissão para tirar a tampa traseira e fazer comentários a respeito, mas seria uma adição interessante e praticamente essencial a essa nova geração "fornalha portátil".
César
Totalmente de acordo, o valor cobrado pelo modelo é simplesmente ridículo! Porém, pelo que entendi a tela é FullHD, não?
Trovalds
Pelo jeito alguns fabricantes adotaram esse tipo de fonte agora. Minha filha tem um ASUS que tem modelo de fonte parecido com esse da foto. É bem prático, de fato, em se comparando com os modelos comuns de 2 peças (cabo de energia + fonte com cabo pra ligar no aparelho).
Pedro Zanini Pretto
Puts! Falou tudo sobre o teclado! Que bom ouvir isso de mais alguém. Tenho um Inspiron 14 7460 com o mesmo layout, com a diferença que as setas para direita e esquerda são ainda menores, então sobra espaço para teclas dedicadas para pg up, pg down, end e home... Essa colocar em função secundária é pra matar. Pra quem usa Excel, nem se fala. Que solução mais burra!Uso um Vostro 3300 (velhiiiinho) no trampo com as 4 teclas dedicadas, uma pertinho da outra, junto ainda da tecla que simula o botão direito do mouse. O Excel véio de guerra voa que só!
Marcus Araújo
Achei caro, mas sei que é reflexo dos preços atuais. Antigamente por uns R$ 3,5 mil encontrava-se coisa melhor (inclusive que não fosse da Lenovo, que não é lá uma excelente marca...)
JR
Em lojas já vi por R$3.200,00. Mas achei o painel (TN) bem ruim, mas pelo menos é full hd (para o I7). Duro de ver alguma coisa. E teclado sem retroiluminação, trackpad ruim.Tem espaço para colocar um novo hd ou um ssd SATA. Me parece que dá para por um m2 também.Não acho uma boa compra.
Drax
verdade. Tenho um i3 com SSD e é muito bom, nem se compara quando ele tinha HD
Daniel Amado
Tenho um desse (modelo do fim do ano passado, sem o leitor de digitais), com 16 gb de ram e um SSD no lugar do HD... é uma máquina boa, não tenho do que reclamar, nem do touch (que praticamente não uso, pois sempre tenho um mouse sem fio junto), nem da tela (me atende bem), nem da bateria (que me atende para as emergências que preciso usar enquanto estou longe da tomada). A única coisa que odeio nele é o TECLADO!!! Não compreendo como conseguem dar nota 9 para um teclado que as teclas PG UP, PG DOWN, HOME e END são tão fora do padrão!!! Elas ficam juntas com as setas (SIM, SETAS) e precisam ser pressionadas junto da tecla FN... eu uso o note para programação e algumas manutenções remotas (conectar a outros servidores para efetuar backup de bases de dados, por exemplo) e esse teclado simplesmente me tira do sério!
kadu
Esse modelo aí me parece BEM caro pelo que entrega. Tenho uma variação dessa linha mais simples, com Core i5 e sem leitor de digital. O desempenho é realmente muito prejudicado pela falta do SSD, mas, no geral, é um notebook que me atende bem. Detalhe: paguei R$ 2.000, um preço que considero justo pelas configurações.
Mickão
Quase 4k num notebook com acabamento de plástico, HD de 5.400 rpm, sem teclado retroiluminado e com trackpad ruim. Pelamor, Lenovo.
Thomaz Todeschini
Dá até pena da pessoa quando eu abro um notebook Lenovo e vejo a chacota total que é meu deus, tem que ser muito bobo pra comprar notebook ''barato'' dessa marca.
Cameron Poe
Enquanto as empresas pararem de ser "overpriced" em questão de modelos já com ssd, melhor vender assim mesmo (o usuário que troca pra um ssd mesmo, que sai bem mais em conta).
Cameron Poe
Totalmente overpriced. Ainda bem que peguei meu odyssey na promoção por 3500. i7 ainda renomeado, desempenho mínimo por esse valor.... E eu ainda quero entender essa maluquice que as empresas fazem ao vender modelos com ssd bem acima do preço que eles realmente são, como na parte: (Com um SSD no lugar de um HD, tenho certeza que o Ideapad entregaria um desempenho excelente. Na data da publicação desse post, é possível encontrar unidades de 240 GB por cerca de R$ 300) - aí vai ver um modelo com ssd, R$600~800 mais caro. (ao menos o mínimo de vir com tela full hd, ao invés de 1366x768).
betacaroteno
Prefiro a fonte no meio, com cabo duplo.Essa fonte gigante ocupa espaço demais no filtro de linha.
grande_dino_2
HD ainda é uma boa opção para armazenamento de dados.Pra sistema, realmente não deveria ser uma opção que as empresas deveriam usar nos lançamentos atualmente.
I7 com HD é Ferrari com bomba de combustível de Uno. HD tinha que ja estar quase morto ou em unidades ultra low cost.
Robert Rey
Tenho um 310-15ISK Core i3 desde 2016 e o notebook atende bem para tarefas básicas, o problema era mesmo o HD, que eu já troquei por um SSD, a bateria, mas como eu uso como um desktop eu deixo conectado na tomada mesmo, e a tela, que no meu caso é de 1366 x 768. Mas pelo preço que eu paguei na época (1.6k) acabou compensando.
Robson Bastos
Tenho um só que a versão com I5. Esse HD que vem é complicado, poderiam ter colocado um HD hibrido. Coloquei um SSD porque já sabia do problema e deixei esse HD só pra arquivos. Assim o notebook fica um desempenho bom.
Gustave Dupré
Isso se você tiver paciência para vender.
Junior
Se não fosse pela memória soldada seria um ótimo Laptop, o problema é q vc paga relativamente caro e existe um risco considerável de dar pau na memória e vc ter de jogar o laptop fora ou vender por peças.