Início » Negócios » Netflix, HBO e NBC Universal pagam milhões para levar séries antigas ao streaming

Netflix, HBO e NBC Universal pagam milhões para levar séries antigas ao streaming

Em guerra do streaming, empresas teriam investido US$ 2,4 bilhões em quatro séries de TV

Victor Hugo Silva Por

Devido à briga por direitos de transmissão, a guerra do streaming chegou a níveis estratosféricos. Nos últimos dias, Netflix, Warner e NBC Universal teriam investido ao menos US$ 2,4 bilhões em apenas quatro séries de TV. O que chama mais atenção é o fato de a mais recente delas ter estreado em 2007.

Netflix, HBO e NBC Universal chegaram a acordos que somam US$ 2,4 milhões

Com 279 episódios, The Big Bang Theory estará disponível no HBO Max, futuro serviço de streaming da Warner. A companhia teria investido mais de US$ 1 bilhão para obter os direitos de transmissão da série por cinco anos, segundo o Hollywood Reporter.

Anteriormente, a Warner concordou em pagar US$ 425 milhões em cinco anos para obter novamente a exclusividade sobre os 236 episódios de Friends. A sitcom estava no catálogo da Netflix que, em 2018, pagou US$ 100 milhões para oferecê-la aos seus usuários em 2019.

Com a iminente perda de Friends, a Netflix comprou os direitos de cinco anos de Seinfeld por US$ 500 milhões. A Comcast, por sua vez, pagou os mesmos US$ 500 milhões para manter The Office por cinco anos no Peacock, futuro serviço de streaming da NBC Universal.

Os altos valores pagos a séries antigas – Seinfeld completou 30 anos em 2019 – geram dúvidas sobre o critério usado para as empresas chegarem a tais acordos. E, além disso, para calcularem qual o retorno as produções lhe darão.

Como destaca o Washington Post, as plataformas não parecem ter muita certeza sobre como avaliar se uma produção foi comprada pelo valor ideal. Isso faz com que séries antigas se tornem muito mais caras de uma hora para outra.

Seinfeld, por exemplo, foi comprada pelo canal a cabo TBS em 1998 por US$ 200 milhões e pelo Hulu em 2015 por US$ 160 milhões. Agora, a Netflix aceita pagar um valor três vezes maior pela série. Os detalhes do acordo não foram revelados, é verdade, mas a alta é bastante considerável.

Ao mesmo tempo, a Netflix investe em acordos por novas séries de produtores como Shonda Rhimes, Ryan Murphy e Kenya Barris. A Warner, por sua vez, se junta a J.J. Abrams. Nenhuma das negociações custou menos de US$ 100 milhões.

A Apple parece ser a única que não pretende investir em produções antigas. A empresa até tentou obter os direitos de Friends em 2018, mas retirou sua proposta. A Disney também não fez acordo por direitos de transmissão, mas dará grande destaque para suas próprias produções clássicas.

Mais sobre: , ,