Netflix

Sobre

Netflix é um serviço de streaming de filmes, séries e programas de TV. Foi fundado em 1997 e inicialmente funcionava como um serviço online de aluguel de filmes em mídia física. Posteriormente os criadores adotaram o conceito de assinatura mensal, tornando o serviço popular por não cobrar taxas por atraso na devolução ou entrega de filmes. Em abril de 2011, 23,6 milhões de pessoas eram assinantes do serviço, gerando uma receita total de US$ 1,5 bilhão no ano. O Netflix está disponível o Brasil desde setembro de 2011, fornecendo também o streaming de seriados e programas exibidos no país, como Chaves, Chapolin e Polícia 24h.

Estas são as séries mais maratonadas na Netflix em 2017

13/12 às 11h55 por

Todo ano, a Netflix reúne as séries mais maratonadas na plataforma, ou seja, as que foram vistas por mais de 2 horas em um dia — também chamadas de "séries devoradas". Neste ano, não foi diferente; o serviço de streaming listou até as séries que causaram "traição" entre casais. Além da clássica categorização entre séries devoradas (sessões de mais de 2 horas por dia) e séries saboreadas (sessões de menos de 2 horas por dia), o serviço de streaming listou as séries que fizeram os

Netflix testa stories no aplicativo para divulgar séries originais

05/12 às 09h09 por

O recurso "stories" se espalhou por diversos aplicativos em 2017. Fotos e vídeos efêmeros começaram a aparecer no Instagram, WhatsApp, e chegaram até ao Skype e ao YouTube. Se você achou que a Netflix iria ficar de fora dessa, pensou errado. A Netflix está testando um recurso semelhante aos stories, chamado "Prévias", com trechos de seu conteúdo original. São diversos círculos na parte superior do app;

Tecnocast 078 – Um bundle de bundles

23/11 às 19h17 por

No começo, havia apenas trevas sobre a face do abismo. E também as operadoras de TV por assinatura, que transmitiam o seu programa favorito sempre no horário que você não podia assistir. A Netflix e outros serviços de streaming mudaram isso, permitindo ver apenas o que você quer, no momento em que você pode. Só que todo mundo resolveu ter a mesma ideia. Hoje existe uma fragmentação do streaming. As empresas de

TIM dá 100 GB para streaming de vídeos na Black Friday

22/11 às 09h12 por

Faz pouco mais de uma semana que a TIM disponibilizou os novos planos do pós-pago com franquia de dados adicional para Netflix e outros serviços de streaming, mas a operadora entrou na onda da Black Friday e dará um bônus de 100 GB para vídeos para quem aderir à promoção entre 24 a 27 de novembro. A promoção é válida para

Netflix não vai repassar cobrança de ISS aos assinantes

08/11 às 10h21 por

Na semana passada, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou um projeto do prefeito João Doria para incluir as plataformas de streaming na cobrança de Imposto Sobre Serviços (ISS). Pela lei, serviços como a Netflix começarão a pagar uma alíquota de 2,9%. Mas o custo das assinaturas não deverá mudar para os usuários. “Em relação à atual versão do ISS, a Netflix não irá repassá-lo aos consumidores”, diz a empresa em comunicado à

Câmara de São Paulo aprova imposto para Netflix e afins

01/11 às 13h03 por

Por 31 votos a favor e 12 contra (além de duas abstenções), a Câmara Municipal de São Paulo aprovou, na terça-feira (31/10), o projeto de lei da gestão do prefeito João Doria (PSDB) que inclui plataformas de streaming na cobrança do ISS (Imposto Sobre Serviços). Com a decisão, serviços como Netflix e Spotify poderão começar a pagar o imposto a partir do próximo ano. A alíquota é de 2,9%.

Netflix vai gastar US$ 8 bilhões para ter 50% de conteúdo original em 2018

18/10 às 16h48 por

Chefe da área de conteúdo da Netflix, Ted Sarandos já havia adiantado que, em 2018, a companhia irá investir US$ 7 bilhões em produções próprias e licenciadas. Mas, durante uma videoconferência realizada no início da semana para investidores, a Netflix revelou que o valor a ser investido pode chegar a US$ 8 bilhões. A razão é uma só: tornar o acervo do serviço imbatível no mundo todo.

Rio de Janeiro aprova lei para cobrar ISS de serviços como Netflix e Spotify

17/10 às 16h40 por

O Rio de Janeiro já está entre as cidades que estabeleceram cobrança de ISS (Imposto Sobre Serviços) sobre plataformas de streaming. Conforme nota publicada no Diário Oficial do município na segunda-feira (16), o prefeito Marcelo Crivella (PRB) sancionou o projeto de lei que oficializa a cobrança do imposto a empresas como Netflix e Spotify. A cobrança é baseada na lei complementar nº 157, sancionada pelo presidente Michel Temer (PMDB) no final do ano passado. A lei estende a cobrança do ISS a vá

Prefeitura de São Paulo quer cobrar ISS da Netflix e afins

20/09 às 20h36 por

Na semana passada, a gestão do prefeito João Doria (PSDB) enviou à Câmara Municipal de São Paulo um projeto de lei (630/2017) que inclui vários serviços na cobrança do ISS (Imposto Sobre Serviços), inclusive plataformas de streaming. Isso significa que, se a proposta for aprovada, serviços como Netflix e Spotify poderão ficar um pouco mais caros, pelo menos para quem mora na capital paulista. A proposta tem como base a lei complementar nº 157 que, sancionada pelo presidente Michel Temer no final do ano passado,

Operadora nos EUA oferece plano com assinatura da Netflix e não desconta da franquia

06/09 às 17h28 por

A operadora americana T-Mobile adotou uma estratégia agressiva nos últimos anos para conquistar mais clientes. Desta vez, ela está oferecendo assinaturas da Netflix para clientes do plano familiar — e o streaming não desconta da franquia. O plano família T-Mobile One, com duas ou mais linhas, vai oferecer uma assinatura padrão da Netflix com dois streamings simultâneos. Isso vale a partir de 12 de setembro.

Cota de conteúdo nacional não vai mais ser exigida da Netflix e afins

04/09 às 15h16 por

Em maio, a Ancine (Agência Nacional do Cinema) propôs ao Conselho Superior do Cinema que serviços como Netflix e Amazon Prime Video sejam obrigados a disponibilizar uma cota de pelo menos 20% de produções nacionais nos acervos de seus serviços. Isso pode até acontecer, mas não imediatamente: o Ministério da Cultura decidiu não levar a ideia adiante. As cotas de produções nacionais são obrigatórias nos serviços de TV paga no Brasil desde 2011. A intenção da Ancine era a de levar essa condição pa

Netflix vai gastar US$ 7 bilhões em conteúdo para 2018

16/08 às 15h12 por

Chefe da área de conteúdo da Netflix e "braço direito" do cofundador Reed Hastings, Ted Sarandos deu uma entrevista ao Variety que mostra que a companhia está se preparando para ser mais ousada em 2018: nada menos que US$ 7 bilhões serão reservados apenas para o aumento do acervo do serviço. Metade desse dinheiro deve ser direcionada ao licenciamento de filmes e séries. Mas Sarandos tratou de deixar claro que, apesar disso, a Netflix e

Carregar mais posts