TV por assinatura

Lei obriga operadoras de TV paga a cancelar serviço pela internet

14/05 às 13h10 por

Uma nova lei obriga as operadoras de TV por assinatura — seja IPTV, cabo ou satélite — a oferecer a opção de cancelamento através de telefone ou internet. Isso já era obrigatório desde 2014, inclusive para serviços de internet fixa e telefonia móvel, graças a uma resolução da Anatel. Claro, TIM e Vivo não poderão comprar faixa de 700 MHz no leilão de 5G

Assinaturas de streaming de vídeo ultrapassam TV a cabo no mundo

22/03 às 11h09 por

Há quem diga que os dias da TV paga estão contados, e estamos vendo um dos sinais disso. Pela primeira vez, as assinaturas de streaming de vídeo — como Netflix e Amazon Prime Video — ultrapassaram globalmente o número de clientes de TV a cabo, de acordo com um relatório da Motion Picture Association of America (MPAA). As novidades do catálogo da Netflix de março [de 1º a 15/03]

TV por assinatura perdeu quase 550 mil assinantes em 2018, segundo Anatel

04/02 às 17h42 por

O serviço de TV por assinatura continua encolhendo no Brasil. Dados da Anatel registraram que as operadoras tiveram 549 mil clientes a menos entre janeiro e dezembro de 2018; trata-se de uma redução de 3%. Entre as maiores empresas, a única que cresceu no período foi a Oi. Algumas delas, como a Vivo, já firmam parcerias com Netflix e Amazon Prime Video. Oi lança banda larga e IPTV por fibra óptica em 21 cidades

Receita Federal destruiu 100 mil decodificadores piratas desde 2017

14/12/2018 às 12h50 por

A ação da Receita Federal em combate à pirataria de TV por assinatura alcançou uma marca expressiva nesta semana: 100 mil decodificadores clandestinos destruídos. O número se refere apenas às inutilizações feitas desde 2017 na unidade de Foz do Iguaçu, no Paraná. Como funciona o leilão da Receita Federal para comprar aparelhos eletrônicos O trabalho faz parte de um termo de cooperação entre a Rece

TV por assinatura já perdeu mais de 536 mil clientes em 12 meses

02/10/2018 às 18h22 por

Segundo relatório divulgado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o número total de pessoas que utilizam algum plano de TV por assinatura no Brasil caiu 2,93% nos últimos 12 meses. Em números totais, as operadoras perderam mais de 536 mil assinantes desde outubro do ano passado. Qual a diferença entre HBO Go e HBO Now? Mesmo com total de contratos que vem caindo, somadas, as empresas responsáveis pelo envio do sinal da TV até o consumidor

Anatel muda regras de TV por assinatura para proteger canais abertos menores

24/04/2018 às 10h33 por

Com o desligamento do sinal analógico, as operadoras de TV paga deixaram de ser obrigadas a oferecer todas os canais abertos para seus assinantes. SBT, Record e RedeTV! entraram em negociações no ano passado, mas isso pode ser mais complicado para emissoras menores. Por isso, a Anatel fez mudanças no regulamento do Serviço de Acesso Condicionado (SeAC). O texto estabelece regras na relação entre operadoras de TV por assinatura e emissoras abertas.

SBT, Record e RedeTV voltarão provisoriamente para a TV por assinatura

29/06/2017 às 16h22 por

Em março, três canais da TV aberta deixaram de ser disponibilizados por operadoras de TV paga. Você deve ter sentido falta deles, não? Não? Bem, eles estarão de volta em breve, ainda que provisoriamente. A Simba Content — empresa formada pelas emissoras SBT, Record e RedeTV — concordou em restabelecer os canais na T

SBT, Record e RedeTV! entram em guerra com operadoras de TV por assinatura

28/03/2017 às 13h32 por

As emissoras Record, SBT e RedeTV! entraram em uma disputa com as operadoras de TV por assinatura e devem retirar suas programações da grade dos clientes. O motivo: uma falta de acordo sobre o custo de exibição por cliente. Seria hora de dizer tchau para o Balanço Geral, A Praça é Nossa e programas do João Kléber?

Netflix pode ser obrigada pela Ancine a ter cota de filmes brasileiros

29/01/2015 às 14h15 por

Depois de complicar um pouco a vida das operadoras de TV por assinatura, a Ancine (Agência Nacional do Cinema) quer empurrar uma cota de filmes brasileiros para serviços de vídeo sob demanda. A medida afetaria o Netflix e serviços exclusivos para assinantes de TV por assinatura, como HBO Go e Telecine Play. Assim como na cota obrigatória das TVs por assinatura, pelo menos 30% dos filmes nos catálogos dos serviços online devem ser brasileiros se a ideia for levada adiante. Em tese, isso beneficiaria a produção nacional audiovisual, mas considerando o que ocorreu com as empresas de

Carregar mais posts