Vivo

Sobre

A Vivo é uma empresa de telecomunicações pertencente ao grupo espanhol Telefónica. Foi fundada em abril de 2003 e possui sede na cidade de São Paulo. Atua principalmente no setor de telefonia móvel, nas redes CDMA, GSM e 3G no Brasil, mas após a fusão com as empresas do grupo Telefônica passou a fornecer serviços de telefonia fixa (Vivo Fixo), TV por assinatura (Vivo TV) e internet banda larga (Vivo Speedy), substituindo as antigas marcas Ajato e TVA.

GVT lança novos planos de banda larga de até 300 Mb/s

22/07 às 15h15 por

Depois de algum tempo sem novidades nas ofertas de banda larga, a GVT atualizou seu site durante o final de semana com novos planos de até 300 Mb/s. As velocidades mais altas, a partir de 100 Mb/s, serão entregues por fibra ótica e terão taxas de upload acima da média. Estes são os preços da banda larga quando assinada junto com uma linha telefônica:

Liminares que impediam corte da internet após fim da franquia são suspensas pelo STJ

23/06 às 18h44 por

O Procon-SP informou na tarde desta terça-feira (23) que a liminar obtida em maio que impedia as operadoras Claro, Oi, TIM e Vivo de bloquear o acesso à internet após o término da franquia de dados foi suspensa pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Segundo o Procon-SP, a decisão é válida até a definição do foro competente (ou seja, da esfera que tratará dos casos) para todas as ações judiciais coletivas referentes ao assunto qu

Procon-SP multa operadoras em R$ 22,6 milhões por cortarem internet “ilimitada”

22/06 às 13h44 por

O Procon-SP informou nesta segunda-feira (22) que multou as quatro grandes operadoras do país em R$ 22,6 milhões por cortarem a conexão de consumidores que possuíam pacotes de internet “ilimitados”. Claro, Oi, TIM e Vivo descumpriram a determinação de manter o fornecimento de dados mesmo depois que o limite da franquia for atingido. A Oi foi a empresa mais penalizada pelo Procon-SP, com multa de R$ 8 milhões. Também foram multadas as operadoras TIM (R$ 6,6 milhões), Claro (R$ 4,5 milhões) e Vivo (R$ 3,5 milhões). De acordo com o órgão, as multas foram estipuladas com base

Operadoras ameaçam: preço da telefonia móvel subirá mais de 20% com aumento de taxas do governo

18/06 às 16h40 por

Com a crise econômica, o governo está tomando medidas para equilibrar as contas públicas, e uma das ideias estudadas é elevar em 189% (!) as taxas do Fistel, cobrado das operadoras pela Anatel. Mas as empresas já pressionaram o governo: se o reajuste for feito, todos os serviços de telefonia móvel subirão em mais de 20% e a base de clientes despencará. O Fistel é composto por duas taxas. A Taxa de Fiscalização e Instalação (TFI), paga pela sua operadora sempre que uma nova linha é ativada, subiria de R$ 26,83 para R$ 77,54. As empresas também precisam pagar a Taxa de Fiscali

Marca da GVT deixará de existir

12/06 às 14h21 por

A marca da GVT, empresa brasileira de telecomunicações que foi comprada pela espanhola Telefónica por R$ 22 bilhões, deixará de existir para ceder lugar ao nome da Vivo. Quem afirma isso é o israelense Amos Genish, durante uma entrevista à Exame. Ele comandava a antiga GVT e assumiu a presidência da Telefônica Vivo em março. Havia planos para manter a marc

Sua internet móvel está sendo cortada? Você pode denunciar a operadora no Procon

09/06 às 16h53 por

Pelo menos quatro estados do Brasil conseguiram uma liminar proibindo que as grandes operadoras do país cortem a internet móvel do cliente após o término da franquia. Em São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Minas Gerais, as empresas devem apenas reduzir a velocidade, não sendo permitida a interrupção do serviço. No entanto, nem sempre a decisão está sendo respeitada. Quem se sentir prejudicado po

Operadoras estão proibidas de cortar internet após término da franquia em MG

09/06 às 14h36 por

Claro e Vivo sofreram nova derrota na Justiça ao tentarem derrubar liminares que proibiam o corte da internet móvel após o término da franquia. O juiz federal Evaldo Fernandes rejeitou na sexta-feira (5) os recursos das operadoras, que deverão apenas reduzir a velocidade, sem acréscimo nos preços. Resultados semelhantes foram obtidos nas últimas semanas em São Paulo e no Rio de Jane

Ministério Público entra com recurso para acabar com validade de créditos de celulares pré-pagos

03/06 às 15h14 por

A polêmica questão do prazo de validade dos créditos de celulares pré-pagos, que está correndo na Justiça há dez anos, ganhou novo episódio nesta quarta-feira (3). O Ministério Público Federal (MPF) entrou com recurso especial contra as operadoras Claro, Oi, TIM e Vivo para reivindicar a validade ilimitada dos créditos e a reativação do serviço dos usuários que tiveram créditos expirados. A Anatel, que autorizou a fixação da validade dos créditos pelas operadoras, também é réu na ação movida pelo MPF/RJ. As operadoras se defendem com a interpretação de que, ao es

Vivo dobra franquia de internet nos planos controle

21/05 às 18h10 por

Uma boa notícia para clientes de planos controle da Vivo: a companhia resolveu dobrar a franquia de internet das suas ofertas mais recentes. A medida vale tanto para clientes novos quanto antigos e reposiciona a operadora frente à concorrência. Mesmo os clientes dos planos antigos SmartVivo 250 MB e SmartVivo 500 MB serão contemplados com internet em dobro. A participação é automá

Operadoras estão proibidas de cortar internet móvel em São Paulo

13/05 às 12h00 por

Uma semana após uma decisão similar no Rio de Janeiro, as operadoras Claro, Oi, TIM e Vivo estão proibidas de bloquear o acesso à internet após o término do pacote de dados em São Paulo. A liminar foi obtida na terça-feira (12) pelo Procon-SP e vale para todos os clientes do estado que contrataram o serviço até o dia 11 de maio. Embora a regulamentação da Anatel não impeça o fim da internet ilimitada, o Procon-SP argumenta que houve mudança unilateral de contrato, prejudicando os co

Justiça do Rio proíbe operadoras de cortarem internet após fim da franquia

04/05 às 16h15 por

A novela da internet móvel ilimitada ainda não acabou: o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro deferiu uma liminar proibindo que Claro, Oi, TIM e Vivo bloqueiem o acesso após o término da franquia. A medida vale para clientes que contrataram os serviços de dados até o dia 23 de fevereiro, época em que todas as quatro operadoras haviam mudado as regras de seus planos pré-pagos. A deci

Operadoras de telefonia celular não cumpriram meta de qualidade da Anatel

29/04 às 20h31 por

As operadoras parecem não ter aprendido a lição: três anos após a proibição na venda de novos chips, uma publicação da Anatel no Diário Oficial da União estabelece prazos para que Algar/CTBC, Claro, Nextel, Oi, Sercomtel, TIM e Vivo apresentem melhora na qualidade de suas redes. De acordo com a Anatel, o cumprimento dos indicadores de qualidade - acesso e queda das redes de voz e dados – foi de 69,4% pela Algar, 93,1% pela Claro, 86,1% pela TIM, 83,5% pela Vivo, 78,1% pela Oi e 37,5% pela Sercomtel. Por ter operação recente no Serviço Móvel Pessoal, as medições da N

Carregar mais posts

Faça seu login no Tecnoblog

Crie a sua conta

Esqueci minha senha