Início » Gadgets » Google Nest Mini será lançado no Brasil em 11 de novembro

Google Nest Mini será lançado no Brasil em 11 de novembro

Alto-falante inteligente do Google tem graves mais fortes e chip que processa comandos de voz localmente

Paulo Higa Por
04/11/2019 às 15h55

O Nest Mini, alto-falante inteligente mais acessível do Google, já tem data para ser apresentado no Brasil: 11 de novembro. A empresa enviou nesta segunda-feira (4) convites à imprensa para um evento que lançará o sucessor do Home Mini, com graves mais potentes e um chip que processa os comandos do Google Assistente no próprio dispositivo.

Google Nest Mini

Este é o primeiro alto-falante do Google a ser vendido oficialmente no mercado brasileiro. Embora o Google Assistente já entenda comandos em português do Brasil desde o final de 2018 e a empresa tenha fechado parceria com a JBL para lançar as caixas de som Link 10 e Link 20, os produtos da linha Google Home nunca chegaram a desembarcar no país — deu tempo até de trocar o nome da família para Google Nest.

Com o mesmo formato esférico do Google Home Mini, o Nest Mini é compacto e possui a parte superior revestida com tecido feito 100% de garrafas plásticas recicladas. Em relação ao antecessor, o alto-falante inteligente tem graves duas vezes mais fortes e um chip de aprendizado de máquina que processa os comandos de voz sem depender dos servidores do Google. Um suporte de parede agora vem incluso na caixa.

Google Nest Mini

O Nest Mini se une ao Chromecast como os únicos gadgets do Google comercializados no Brasil. Ele será vendido nas cores giz e carvão, de acordo com o site da empresa — portanto, ficam de fora as versões coral e céu. O preço no mercado brasileiro ainda não foi divulgado. Nos Estados Unidos, o alto-falante compacto chegou no final de outubro por US$ 49.

O lançamento do Google vem logo depois da chegada da linha Amazon Echo ao Brasil, que conta com o concorrente direto Echo Dot (R$ 349), o modelo com tela Echo Show 5 (R$ 599) e o potente Echo de terceira geração (R$ 699).

Nota de transparência: os links acima têm código de afiliado. Clicando neles, os preços não mudam, mas o veículo pode ganhar uma comissão da Amazon.