Início » Computador » Nvidia GeForce 3060, 3070 e 3080 chegam aos notebooks neste mês

Nvidia GeForce 3060, 3070 e 3080 chegam aos notebooks neste mês

Junto das novas placas para notebooks, a Nvidia também anunciou o lançamento da GeForce RTX 3060 para os PCs tradicionais

André FogaçaPor

A Nvidia traz sua nova arquitetura Ampere para notebooks, com portáteis equipados com as GeForce RTX 3060, 3070 e 3080. As novas placas gráficas contam com refinamentos para a tecnologia Max-Q, podem entregar mais de 100 fps em alguns títulos recentes que rodam em laptops de ponta, enquanto prometem até mesmo dobrar o desempenho com a implementação dos novos núcleos RT.

Nvidia GeForce RTX 3060, 3070 e 3080 chegam aos notebooks (Imagem: divulgação/Nvidia)

Nvidia GeForce RTX 3060, 3070 e 3080 chegam aos notebooks (Imagem: divulgação/Nvidia)

A apresentação da atual linha de GPUs RTX 30 da Nvidia aconteceu em setembro do ano passado e elas marcam a troca da arquitetura Turing para a Ampere. Como consequência, os processadores também foram alterados e eles conseguem aumentar em duas vezes a saída do FP32. Essa sopa de letrinhas é mantida nas novas versões destas placas, que vivem espremidas em um corpo fino, leve e quente de qualquer notebook.

O trabalho de miniaturização é feito em parceria com a tecnologia Max-Q, que chega em sua terceira geração neste lançamento. Em resumo, são quatro pontos adotados pela Nvidia para garantir basicamente o mesmo poder de fogo dos desktops nos portáteis:

  • Dynamic Boost 2.0: as GeForce RTX 3060, 3070 e 3080 podem alterar a necessidade de energia, que nos notebooks é balanceada com o que a CPU precisa e essa matemática precisa respeitar o limite da fonte – bem menor que nos desktops. Para melhorar a equação, a empresa americana utiliza inteligência artificial para ter mais precisão na decisão da gangorra, que agora também envolve a eletricidade enviada para a memória da GPU.
  • WhisperMode 2.0: qualquer notebook faz barulho para resfriar seus componentes que esquentam muito, situação ainda pior em todos os modelos gamer. Para melhorar de alguma forma, as novas GPUs utilizam algoritmos e também trabalham com inteligência artificial para controlar seu uso, junto do CPU e velocidade dos coolers para tentar diminuir o ruído. A empresa diz que “entrega uma excelente acústica com o melhor desempenho possível”, frase que ainda preciso ver pessoalmente nos testes para acreditar.
  • Resizable BAR: as novas placas tiram proveito de uma tecnologia da própria PCI Express que comporta o componente, permitindo que a CPU utilize a toda a memória da GPU quando quiser e precisar
  • DLSS: já presente desde as primeiras GPUs RTX, a tecnologia foi aprimorada nestas novas placas e promete dobrar o desempenho da geração anterior, enquanto consome o mesmo do hardware. Em notebooks este recurso é muito importante, principalmente para evitar um aquecimento ainda maior.

GeForce RTX 3060 é mais rápida que a RTX 2080 Super

Dividindo os três lançamentos em linhas gerais, podemos listar desta forma:

  • GeForce RTX 3060: é o modelo de entrada desta família, mas ainda assim promete 90 quadros por segundo em jogos recentes e com gráficos configurados para o “ultra”, enquanto a jogatina acontece em 1080p. Parece pouca resolução, mas a maioria dos notebooks tem tela embutida com exatamente essa quantidade de pixels. Mesmo estando na base da lista quando desempenho é levado em conta, a Nvidia garante que sua performance é ainda mais veloz que a RTX 2080 Super da geração passada.
  • GeForce RTX 3070: um passo acima, o foco por aqui é o mesmo jogo, na mesma configuração de qualidade visual, nos mesmos 90 quadros por segundo, só que em resolução 1440p, ou 2K. Comparando com sua geração anterior, a RTX 2070, o ganho de velocidade fica em 50%.
  • GeForce RTX 3080: se o dinheiro não é problema e você quer o melhor notebook para jogos, esta GPU estará nele. São até 16 GB de RAM GDDR6 dedicada, passando dos 100 fps quando tudo está no “ultra” e rodando em 1440p. Em jogos que demandam menos, mas são muito populares, como Overwatch e Fortnite, a Nvidia garante que a RTX 3080 consegue trabalhar com mais de 240 fps – ótimo para as telas de 240 Hz que estarão em mais da metade dos laptops com esta placa.

Assim como nos computadores que não são portáteis, nos notebooks as novas GPUs entregam outros recursos para além do fps e ray tracing. Isso inclui as tecnologias Broadcast e Studio para streaming, enquanto a Nvidia Reflex trabalha para diminuir a latência dos jogos em até 50%.

Os primeiros notebooks com as novas placas RTX 3060, 3070 e 3080 chegam ao mercado internacional a partir do dia 26 deste mês em parceiros comerciais da Nvidia como Acer, Alienware, ASUS, Dell, Gigabyte, HP, Lenovo, MSI e Razer. A previsão de preços começa em US$ 999 para portáteis com a RTX 3060, US$ 1.299 para a 3070 e US$ 1.999 se você quiser a RTX 3080.

Nvidia GeForce RTX 3060 também chega aos desktops

Se você leu até aqui e ficou curioso sobre a 3060, saiba que este modelo também é novidade para quem prefere jogar em um gabinete, abrindo mão da portabilidade para ter um setup mais potente. Ela é a continuação da linha que mais está presente nos computadores do mundo, que é a GTX 1060, com a RTX 2060 em terceiro lugar no relatório mensal do Steam.

Nvidia GeForce RTX 3060 é lançada para desktops (Imagem: divulgação/Nvidia)

Nvidia GeForce RTX 3060 é lançada para desktops (Imagem: divulgação/Nvidia)

Comparando justamente com a GTX 1060 – placa que eu mesmo utilizo por aqui – a GeForce RTX 3060 oferece desempenho duas vezes superior e ray tracing 10 vezes melhor, já que nas GTX este recurso é feito de forma quase emulada. A empresa garante que a nova GPU consegue lidar com Cyberpunk 2077 e Fortnite com 60 quadros por segundo, sem muita dificuldade.

Em especificações a RTX 3060 oferece 13 TFLOPs para shaders, 25 RT-TFLOPs para ray tracing, 101 tensor-TFLOPs dentro do Nvidia DLSS, interface de memória em 192 bit e 12 GB de RAM GDDR6. O Resizable BAR também está presente, o mesmo vale para Reflex e Studio.

O preço inicial da GeForce RTX 3060 está marcado em US$ 329 e os parceiros comerciais da Nvidia que confirmaram ter interesse nesta placa são: ASUS, Colorful, EVGA, Gainward, Galaxy, Gigabyte, Innovision 3D, MSI, Palit, PNY e Zotac. A placa estará disponível no mercado internacional apartir do final de fevereiro deste ano.

Questionada pelo Tecnoblog, a Nvidia ainda não disponibilizou preços e datas de lançamentos dos primeiros notebooks com as novas RTX 30 no Brasil, muito menos sobre a RTX 3060 dos desktops.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação