Início » Internet » Globoplay lança plano com canais ao vivo e Telecine

Globoplay lança plano com canais ao vivo e Telecine

Novo plano do Globoplay + canais ao vivo com Telecine inclui novelas e mais de 2.000 filmes; veja preço e demais combos

Lucas BragaPor

O Globoplay ganhou mais um plano: a partir de agora é possível assinar o Globoplay + canais ao vivo com Telecine, que inclui o catálogo do serviço de streaming, os canais ao vivo do conglomerado que estão na TV paga e mais de 2 mil filmes. Uma das vantagens é que o pacote permite compartilhamento com quatro familiares, além do acesso às novelas, BBB, Globonews, Multishow e mais.

Globoplay agora vende combo com Telecine e canais da TV paga (Imagem: Reprodução)

A emissora comercializa desde 2020 um combo do Globoplay com Telecine, mas o pacote não incluía os canais pagos da Globo. Quem tiver interesse apenas ao catálogo de filmes pode assinar o Telecine individualmente, com custo mensal de R$ 37,90 e degustação por 30 dias.

Estes são os planos do Globoplay:

Combos Globoplay sem canais ao vivo

Plano mensalPlano anual
Globoplay PadrãoR$ 22,90R$ 238,80
(12x de R$ 19,90)
Globoplay + Disney+R$ 43,90R$ 454,80
(12x de R$ 37,90)
Globoplay + PremiereR$ 84,90(não possui)
Globoplay + TelecineR$ 49,90(não possui)

Combos Globoplay com canais ao vivo

Plano mensalPlano anual
Globoplay + canais ao vivoR$ 49,90R$ 514,80
(12x de R$ 42,90)
Globoplay + canais ao vivo com PremiereR$ 99,90R$ 1.138,80
(12x de R$ 94,90)
Globoplay + canais ao vivo com Disney+R$ 69,90R$ 718,80
(12x de R$ 59,90)
Globoplay + canais ao vivo com TelecineR$ 74,90(não possui)

Um detalhe importante do Globoplay + canais ao vivo com Telecine é que o plano não dá acesso aos canais lineares do Telecine, que se encontram na TV por assinatura. Apenas as demais emissoras do grupo Globo ficam disponíveis com transmissão ao vivo. São elas:

  • Globonews
  • Multishow
  • SporTV (1, 2 e 3)
  • GNT
  • Viva
  • Gloob
  • Gloobinho
  • Megapix
  • Universal
  • Studio Universal
  • Syfy
  • Canal Brasil
  • Off
  • BIS
  • Mais na Tela

O que tem no Telecine?

O catálogo do Telecine é aberto, ou seja, dá pra ver tudo que tem no app antes de assinar. O acervo conta com diversos filmes de sucesso, como Parasita, Nasce Uma Estrela, Jojo Rabbit, O Silêncio dos Inocentes e La La Land.

Catálogo do Telecine pode ser consultado por não-assinantes (Imagem: Reprodução)

Catálogo do Telecine pode ser consultado por não-assinantes (Imagem: Reprodução)

Dos lançamentos mais recentes, o Telecine possui Pânico Abaixo de Zero, A Verdadeira História de Ned Kelly, Poder e Corrupção, Operção Obscura e As Faces do Demônio.

Vale a pena assinar Globoplay com Telecine?

Se você for usuário de TV por assinatura, provavelmente não. As principais operadoras já possuem os Canais Globo na grade de programação, e comercializam o pacote do Telecine pelo mesmo valor (ou algo muito similar). Quem assinar o Telecine pela TV paga também garante acesso à plataforma online, além da programação linear dos canais de filmes.

Se você não tiver TV paga, assinar o Globoplay + canais ao vivo com Telecine pode ser uma boa pedida para quem faz questão de acompanhar a programação do grupo Globo e gosta de assistir filmes. Você pode compartilhar a conta com até quatro familiares, o que alivia o custo mensal.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Alisson Santos (@alisson)

Eu pagava quase 300 reais em TV por assinatura mensalmente em um plano que tinha HBO e Telecine. Hoje consigo esta mesma grade assinando Directv Go com HBO + Telecine por R$ 132,70. Mesmo se eu adicionar mais canais avulsos, como Premiere, Combate, Star Premium, etc, muito provavelmente pagaria menos que na época da DTH.
Dito isto, não vejo motivo algum para quem tem uma boa internet ainda ser assinante da TV paga tradicional.
Você pode dizer que a internet está sujeita a instabilidade, esquecendo que em certas regiões a antena Ku não aguenta uma garoa.

Diego M. Viegas (@Diego_Viegas)

Acho que um bom motivo para muita gente ainda continuar com a TV paga tradicional é a praticidade para usar o serviço. Trocar de um canal para o outro no Directv Go é algo bem sofrível, esse negócio de ficar puxando menu para navegar entre os canais não é nada prático comparado ao simples apertar de um botão ou até mesmo digitar o número de um canal, pessoas de mais idade e/ou que não são tech savvy geralmente têm mais dificuldade com serviços estilo Directv Go, acredite. Globoplay eu percebi que é um pouco menos ruim nesse ponto, mas também não é mil maravilhas.

As vezes até penso que esses serviços de IPTV que andam lançando são capados de propósito para impedir que canibalizem a DTH. Afinal, quem continuaria pagando caro por um serviço que possui uma alternativa mais barata e entrega exatamente a mesma experiência?

Torço muito para que a IPTV legalizada cresca no Brasil. Mas, acho que ainda há um longo caminho pela frente.

Igor Nagase (@nagasedesu1)

É possível assinar fora do Brasil? Tem legendas?

Jean Souza (@souza)

Concordo plenamente com o seu comentário. Assinei o Directv Go por 2 meses e desisti exatamente por isso: a navegação para a troca de canais é insuportável. Eu já era assinante do Globoplay com canais pagos e a experiência (longe de ser maravilhosa) é muito superior. Além disso já tive a Guigo TV e ela também é melhor nesse aspecto.
O pacote da Directv é muito bom. Se uma operadora oferecesse esse pacote por 10 ou 15 reais a mais, talvez eu assinaria só pela facilidade em zapear.

André Noia (@Andre_Noia)

Sem falar na qualidade da imagem do Directv GO, que é apenas razoável. Os canais, no geral, tem muita compressão. A HBO é uma das piores: imagem turva, com uma névoa. Em cenas escuras a definição vai pro saco. Nas cenas claras fica meio estourado. Nem parece canal Premium.
Resumindo, Directv GO é apenas custo benefício.